segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Você tem fome de quê?

Nesta segunda-feira, a partir de 16:30, dois companheiros, Marilda - professora de Ciências na cidade de Divinópolis, da comissão de negociação do sindicato e da Secretaria de Organização da CNTE - e o Abdon, chamado carinhosamente de "Bidu" pelos amigos, Assistente Técnico lotado na Superintendência Regional de Ensino de Varginha, membro da Direção Executiva da CUT Minas - iniciaram uma greve de fome por tempo indeterminado. Por ser por tempo indeterminado, eles dormem nas dependências da Assembleia Legislativa.
Se colocar à disposição de um movimento coletivo como a nossa greve com uma ação individual como os dois companheiros fizeram merece o nosso reconhecimento.
Aqui não se trata de uma competição para identificar quem é mais combativo, ou identificá-los de qual "núcleo" eles pertencem. Trata-se de um ato de protesto para abertura das negociações.
O Governo do Estado insiste em apresentar números para dar a idéia de uma greve com baixa adesão. Por isso tentou trabalhar a idéia de que a categoria voltou a trabalhar nesta segunda-feira. Além disso, a Secretaria de Educação chegou a divulgar um "calendário de reposição". Precisa ser muito submisso e desrespeitoso com o colega que está na luta para aceitar qualquer calendário enquanto a greve continua. Esta idéia de calendário somente acontecerá se a categoria aceitar. A greve continua com adesão em todas as regiões do estado e a decisão do Desembargador não trouxe o impacto negativo que o Governo esperava.
Durante as últimas assembleias eu abordei a mesma questão: quem abandona a luta e volta para a escola, além de contribuir para fortalecer o governo do estado (por isso ele já agradeceu publicamente) fica vulnerável para sofrer penalidades. O governo recua em relação às penalidades quando a categoria se mantem unida. Vários colegas postaram questionamentos relativos à suspensão de férias prêmio, designados impedidos de realizar reposição, designados impedidos de concorrer à designação. Estes são alguns exemplos de ações de punição. Não consigo entender como as pessoas aceitam estas punições e ficam pacificamente na escola. Sem salário as pessoas já estão e voltar agora, não garante o salário no próximo mês.
A pergunta que me fazem é: "o que fazer?". Vou responder: volte para a luta coletiva, fortaleça a nossa greve.

65 comentários:

César Pedroso disse...

200px‑Paulo_Freire.jpg

pt.wikipedia.org

200 × 253 - Paulo Freire

Similares ‑ Mais tamanhos

César Pedroso disse...

tenho fome de justiça!!!
Como cidadão estou decepcionado com o MP e o TJMG, brincadeira, comos os senhores guardiães da LEI, conseguem rasgar a carta Magna e assinar...cuidado pois o povo pode tirar vocês dessas cadeiras acolchoadas e te mandar para "BERLINDA", um bom começo
para senhorias e retratar, pois vamos tirá-los de suas cadeiras...querem apostar????

MARILDA PROFESSORA NORTE DE MINAS disse...

Tenho fome do piso, tenho sede das desigualdades..., uma luta de poucas conquistas não deve se esvair!
Um estado que clama por tão pequeno valor, um piso..
Uma categoria que levanta Minas Gerais, através de suor, lágrimas, luta, e a única arma o giz o saber!
Eu não desisto pois mineiro não abala perante titãs da ditadura!
Tenho fome de justiça, que vai para o palácio dos que se acham grandes!
a HISTÓRIA DE MINAS , foi construida através de nós Educadores, de Drumonnd, Tiradentes entre tanto nobres nomes de grandes educadores , hoje estamos começando um novo ciclo , semeando uma nova Minas Gerais, com força, sem armas, com rosas de amor, com laços de ternura..
e venceremos!
aos poucos as máscaras caem!
Todos os colegas agora é honra, estamos mudando um estado!
A luta só começou!
ELES DEPUTADOS E GOVERNADOR SÓ 4 ANOS ´,nós a vida inteira mudamos a Educação!!
lutem!
Coragem!
Se a educação sozinha não transforma a sociedade, sem ela, tampouco, a sociedade muda.
Paulo Freire

Anônimo disse...

QUEREMOS O PISO. SEM O PISO A GREVE CONTINUA! ATÉ AMANHÃ COM MUITA GARRA. NÃO VAMOS RECUAR. O GOVERNO VAI TER QUE SOLTAR O PISO.

Anônimo disse...

Olá Beatriz, o calendário de reposição da SEE é um abuso. Quem disse que vamos repor? Com o corte no pagamento ninguém vai repor é nada, muito menos nas férias. Você poderia falar sobre isso na Assembléia, antes que alguns diretores venham empurrar esse calendário guela abaixo. Isso eu não engulo. Cortou o pagamento? Está de covardia nos mantendo sobre pressão, amarrando esse piso durante mais de 100 dias? Agora se vira Anastasia, contrate substitutos para repor esses dias ou dê o ano letivo como encerrado.

Anônimo disse...

Beatriz,
Estou em greve desde o dia 08/06 e não volto enquanto não alcançarmos nossos objetivos.

Farei aqui um desabafo,
gostaria muito que o sindicato parasse de falar em piso de R$ 1500,00. Já aceitamos o Piso do MEC por que ficar falando de outro valor. Aceitamos até o proporcional, desde que respeite a nossa carreira.
Sejam mais objetivos levem essa proposta pra negociações e joguem limpo conosco!!

Estou firme na luta é greve até o PISO DO MEC sem trapaças pro nosso lado.

Anônimo disse...

Beatriz,

O CNJ está fazendo uma pesquisa de satisfação com o TJMG.

Acho importante a manifestação de TODOS professores grevistas nesta pesquisa.

Segue o link:

http://www.cnj.jus.br/questionariopublico/?

Anônimo disse...

É isso ai Bia, agora é hora de empenharmos fortemente na luta,pois vivemos um momento crucial do movimento ,em que o gorverno aposta na desistência de quem está na greve, no medo dos que estão na escola e na insegurança dos que retornam para escola.A fraqueza, só contribui para fortalecer a intransigência do governo ,e as inúmeras tentativas de imputar todo o caos da educação mineira aos educadores e ao Sind-UTE. são São 105 dias que o governo volta as costas à educação em Minas e tenta depreciar todos os que trabalham na educação, pois subestima a capacidade crítica e moral de cada educador, através das falácias divulgadas na mídia que são difamatórias e caluniosas.Portanto, causam danos morais à categoria, que já anda com a autoestima rebaixada há muitos anos,tendo como consequência estágios crônicos de depressão e sindrome de Bournot.A categoria está muito castigada,adoecida e empobrecida,por isso o governo acreditava em nos derrotar facilmente,mas a esperança nos fortalece e dignifica.
E, em meio ao caos,estamos visitando escolas e disseminando o espírito da luta aqui na cidade,e obtivemos resultados positivos através da adesão de novos colegas. Vamos juntos,vamos de mãos dadas, conquistar o nosso piso e plano de carreira, até a vitória.
Abraço,
Rejane ,de Sete Lagoas.

Isabel Assumpção - Manhuaçu disse...

Cara Beatriz,
Concordo plenamente com você, só a luta coletiva nos garante a vitória. Deus continue te iluminando e guardando de tantos males. Muita força e firmeza nas negociações e nesta assembleia.
Um grande abraço,
Isabel.

Patricia Mara disse...

vicOla Beatriz,
Meu nome é Patrícia, não sou professora mas apoio a greve, infelizmente não posso estar presente em muitas manifestações por causa de horario, mas gostaria de me manifestar de alguma forma. Pensei em algo que talvez o sindicato poderia fazer, distribuir uma especie de pulseira, bem destacada e com uma inscrição do tipo: "eu apoio a greve dos professores". Seria distribuido para o cidadão que seja a favor da greve. Acredito que geraria força e visibilidade para vocês, os adesivos sao efemeros demais, a pulseira pode ser usada por vários dias.

Anônimo disse...

De justiça.Nunca desde que me iniciei como profissional conheci um elemento humano (serà ?) que alimenta tanto ódio pelo educador )Qual serà a síndrome desse senhor ? Por que teria sido ele taõ duramente chamado a ordem por algum educador? Qual teria sido o seu crime ? De qualque modo,sendo psicóloga penso que ele precisa de um tratamento urgente.

Anônimo disse...

Meu Deus quem arrumou esse encosto como governador ? Deus deve estar de olho nele.Não se faz isso com uma gente boa como os mineiros...

Anônimo disse...

Beatriz, bom dia.
Gostaria de saber se vc já reclamou junto ao STF o não cumprimento da lei do piso em MG.Porque em minas vc já sabe agente não consegue nada. Todos os estados que questionaram a lei piso perderam. São l04 dias de greve nós estamos no limite. abçs

SÉRGIO RABÊLLO disse...

Prezada Beatriz.

Parabéns, novamente, por sua força e perseverança.

Saiba que suas palavras são sábias, mas não aceito que você tenha que as pronunciar para pessoas que se formaram para ensinar cidadania.

Um grande abraço.

Sergio Rabêllo

ROSA(PROFESSORA disse...

CONCORDO COM VC E APELO TAMBÉM PARA AQUELES QUE AINDA NÃO DERAM FORÇA PARA O MOVIMENTO,TRABALHANDO COMO SE NÃO FOSSEM COM ELES, QUE POSSAM DAR O "TOQUE FINAL" E AJUDAR NESSE MOMENTO DE NECESSIDADE TOTAL DE UNIÃO!

Anônimo disse...

Gente!!! Por ordem "superior", a escola em que eu trabalho está contratando hoje (20/09/11), outro professor para me substituir, já que estou em greve...estão me dispensando... E a escola me informou ainda, que de acordo com a inspetoria, se eu abrir mão da greve eu tenho o meu cargo de volta até na data de hoje.

Anônimo disse...

Tenho fome de justiça!... Sonho com o dia, em que dinheiro nenhum, compre a luta pelos nossos direitos...

Anônimo disse...

Esses dois companheiros de profissão estão demonstrando para o Brasil uma realidade que muitos profissionais da Educação passam com um salário que é abaixo do minímo;eles não passam mais fome pois eles fazem outros bicos como: faxina,babá e o que aparecer na frente pois tem que sustentar sua família.Parabéns companheiros,pois barriga vazia de fome dói muito

Rinaldo disse...

Pessoal, vamos mandar e-mail para os deputados cobrando deles sensibilidade e o cumprimento da Lei.
Segue os e-mails, é só copiar e colar.
dep.luiz.humberto@almg.gov.br,dep.adalclever.lopes@almg.gov.br,dep.adelmo.carneiro.leao@almg.gov.br,dep.alencar.silveira.junior@almg.gov.br,dep.almir.paraca@almg.gov.br,dep.ana.maria@almg.gov.br,dep.andre.quintao@almg.gov.br,dep.anselmo.jose.domingos@almg.gov.br,dep.antonio.carlos.arantes@almg.gov.br,dep.antonio.genaro@almg.gov.br,dep.antonio.julio@almg.gov.br,dep.antonio.lerin@almg.gov.br,dep.arlen.santiago@almg.gov.br,dep.bonifacio.mourao@almg.gov.br,dep.bosco@almg.gov.br,dep.bruno.siqueira@almg.gov.br,dep.carlin.moura@almg.gov.br,dep.carlos.henrique@almg.gov.br,dep.carlos.mosconi@almg.gov.br,dep.cassio.soares@almg.gov.br,dep.celinho.do.sinttrocel@almg.gov.br,dep.celio.moreira@almg.gov.br,dep.dalmo.ribeiro.silva@almg.gov.br,dep.deiro.marra@almg.gov.br,dep.delio.malheiros@almg.gov.br,dep.delvito.alves@almg.gov.br,dep.dilzon.melo@almg.gov.br,dep.dinis.pinheiro@almg.gov.br,dep.doutor.viana@almg.gov.br,dep.doutor.wilson.batista@almg.gov.br,dep.duarte.bechir@almg.gov.br,dep.duilio.de.castro@almg.gov.br,dep.durval.angelo@almg.gov.br,dep.elismar.prado@almg.gov.br,dep.fabiano.tolentino@almg.gov.br,dep.fabio.cherem@almg.gov.br,dep.fred.costa@almg.gov.br,dep.gilberto.abramo@almg.gov.br,dep.gustavo.perrella@almg.gov.br,dep.gustavo.valadares@almg.gov.br,dep.helio.gomes@almg.gov.br,dep.hely.tarquinio@almg.gov.br,dep.inacio.franco@almg.gov.br,dep.ivair.nogueira@almg.gov.br,dep.jayro.lessa@almg.gov.br,dep.joao.leite@almg.gov.br,dep.joao.vitor.xavier@almg.gov.br,dep.jose.henrique@almg.gov.br,dep.juninho.araujo@almg.gov.br,dep.leonardo.moreira@almg.gov.br,dep.liza.prado@almg.gov.br,dep.luiz.carlos.miranda@almg.gov.br,dep.luiz.henrique@almg.gov.br,dep.luiz.humberto@almg.gov.br,dep.luzia.ferreira@almg.gov.br,dep.maria.tereza.lara@almg.gov.br,dep.marques.abreu@almg.gov.br,dep.neider.moreira@almg.gov.br,dep.neilando.pimenta@almg.gov.br,dep.paulo.guedes@almg.gov.br,dep.paulo.lamac@almg.gov.br,dep.pinduca.ferreira@almg.gov.br,dep.pompilio.canavez@almg.gov.br,dep.rogerio.correia@almg.gov.br,dep.romel.anizio@almg.gov.br,dep.romulo.veneroso@almg.gov.br,dep.romulo.viegas@almg.gov.br,dep.rosangela.reis@almg.gov.br,dep.sargento.rodrigues@almg.gov.br,dep.savio.souza.cruz@almg.gov.br,dep.sebastiao.costa@almg.gov.br,dep.tadeu.martins.leite@almg.gov.br,dep.tenente.lucio@almg.gov.br,dep.tiago.ulisses@almg.gov.br,dep.ulysses.gomes@almg.gov.br,dep.vanderlei.miranda@almg.gov.br,dep.ze.maia@almg.gov.br

Anônimo disse...

... e na Sala da Justiça esta sendo discutido o fim da greve dos funcionários da reforma/construção dos estadios para a copa.....
Deus tende piedade de nós!

Anônimo disse...

Lutarei até o final!!!! Força professores!!!! Silvia Svensson

Anônimo disse...

Beatriz, você viu está afirmação

"Para o concurso público da educação básica não foram contabilizadas as vagas ocupadas por servidores efetivados pela Lei 100/2007. Os cerca de 96 mil efetivados da rede estadual de ensino foram beneficiados com a legislação publicada entre os meses de abril a maio e tiveram seus direitos igualados aos dos servidores efetivos."
Também será mais uma vitoria do governo, porque não é culpa dos colegas efetivados mas essa situação ira continuar? Por favor SINDUTE, faça alguma coisa.As inscrições começam hoje.

Denova disse...

Td bem q vcs tem direito de lutar por melhores salários, mas em momento algum, s.m.j, ouvi ou vi algum professor preocupado em compensar as aulas com os alunos. Na útlima greve, as aulas nos sábados eram precárias e não atendiam ao corpo discente. E agora José? Por que vcs não voltam para as salas de aula e propõem uma estratégia menos agressiva ao ano letivo. Repito: é direito de vcs sim, mas o direito de uma pessoa não pode ferir o direito de milhares de outras.

mary jones disse...

Estou indignada com a postura do governador Anastasia , ele deu as costas para a educaçao. Dizem que a educaçao é a única coisa que não pode ser roubada, mas nosso governador consegui provar o contrário, arrancando dos nossos filhos o direito de aprender.Daquí alguns anos na haverá mais professores, ninguém vai querer se sujeitar a ganhar esse salário de fome.

mary jones disse...

Estou indignada com a postura do governador Anastasia , ele deu as costas para a educaçao. Dizem que a educaçao é a única coisa que não pode ser roubada, mas nosso governador consegui provar o contrário, arrancando dos nossos filhos o direito de aprender.Daquí alguns anos na haverá mais professores, ninguém vai querer se sujeitar a ganhar esse salário de fome.

Anônimo disse...

Oi Bia!
Reconheço todos os ponderamentos e sei o quanto é importante.
Sou de Varzelandia e trabalho em duas escolas. Estou em greve, e para as minhas aulas já foram contratados substitutos. 1º para o 3º ano numa escola e depois para as hoje abriu-se o edital e duas pessoas pegaram as aulas que eu trabalhava. O que acotecera nesse meu caso?
Responda-me: edisontozao@bol.com.br

Anônimo disse...

Vamos convidar a impressa internacional para divulgar o que a nacional não faz e só se preocupa com o país do futebol.

gui disse...

GENTE NO MEIO DA GREVE EU ERRA CONTRA A GREVE AGORA EU SOU NA FAVOR TA UM ABSURDO PROFESSORES TRABALHANDO 3 TURNOS PRA TE UM SALARIO DIGNO VCS TAO GANHANDO IGUAL A CERVENTE DE PREDEIRO MAS GREVE DE FOME ESSE GOVERNADOR E MEIO DOIDO E TA PONDO EM RISCO A AREILEIÇAO DELE EM 2014 EU EM 2014 NAO VOTO NELE NEM A PAU MAS BRASILEIRO ESQUEÇE FACIL E CAPAS DOS PRPPRIOS PROFESSORES VOTAREM NELE DE NOVO

Anônimo disse...

O povo mineiro não pode esquecer que em 2014 além da copa tem eleição. Vamos votar certo e fazer uma faxina.

Ronaldo de Carvalho Silva Oliveira disse...

Acho a decisão dos professores de iniciarem greve de fome muito bom. São bravos! Mostram coragem, uma luta individual pelo coletivo. Que Deus dê força espiritual para enfretarem mais essa luta.

prof. Ronaldo de Oliveira
Campos Gerais

Anônimo disse...

Beatriz, por favor me responda.
E agora o que faremos? E as promessas feitas pelo ministro Hadad e a Presidenta? Só prometeram? E a tal Comissão que vinha de Brasília? Precisamos de notícias, de uma luz no fim do túnel, senão desanimamos...
Conto com sua compreensão, vc é uma guerreira!!
Paty

Lutar Sempre! disse...

Concordo plenamente. Cada dia que passa a única coisa que me orgulha é perceber que ainda temos pessoas com ideais em MG. Esse governo é insano e manipulador. Também fui penalizada, pois sou designada. e estou impedida de concorrer aulas. Porém, compartilho da luta dos meus colegas, e de muitos que lutam por uma educação de qualidade. Me recuso a trabalhar para manter essa ditadura de pé. Abaixo Anastasia!

Anônimo disse...

Cara Beatriz, pelo amor de Deus, senta a pua nessa pessoa responsável por postar as informações no site do sindute pois, até hoje a mesma diz que estamos reivindicando o piso proposto pelo CNTE, o que não é verdade. Não podemos dar munição ao inimigo.

benhur disse...

Beatriz , mais do que eu vc sabe q agora é a vez da nossa classe, TEMOS MUITO APOIO COMO NUNCA TIVEMOS !!! AGORA !!! REPITO ,AGORA É A HORA , FORÇA "VAMO Q VAMO" MESMO !!! OU É DESSA VEZ OU NUNCA , NOSSA GREVE ESTÁ COM MUITA FORÇA . FORÇA BEATRIZ ,SÓ VOLTAREMOS COM O PISO!! GREVE NA RAÇA !!!!FORÇA !!!! PISO !!!!

Maria do Carmo disse...

"Os trabalhadores/as reivindicam o Piso Salarial de R$1.597,87, para jornada de 24 horas e nível médio de escolaridade. Minas Gerais paga hoje o Piso de R$ 369,00 que, de acordo com relatório da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), é o pior Piso dentre os 27 estados brasileiros"
..Beatriz vc não acha que se pedirmos o piso do Mec não teremos mais condições de por fim a esta greve?..1597,87 para ensino médio ele nunca vai concordar,apesar da lei.Já são 105 dias de greve e nenhum avanço neste piso.Estou em greve desde 8 de junho,mas tenho receio da greve se desgastar com tanto tempo.Além do que a mídia só fala que estamos sendo intransigentes.Paciência!!

Anônimo disse...

Sra Beatriz Cerqueira.Meu nome é Albert,tenho 13 anos e estou(estaria)no 9o ano do ensino fundamental da rede pública.Mesmo que não aprove o que estou apto a que escrever gostaria que soubesse o que o SEU SINDICATO fez a nós alunos.Meus colegas e eu estávamos sonhando com o momento em que faríamos a prova nos colégios técnicos de Minas.Mas esse sonho foi INTERROMPIDO E DESTRUÍDO graças à sua FALTA DE ÉTICA,TEIMOSIA E ESTUPIDEZ!Alguma vez você já parou pra pensar nas consequências?!Tudo bem que o piso é lei,mas a educação dos alunos também!OBRIGADO,SIND-UTE!GRAÇAS A VOCÊS TIVEMOS QUE INTERROMPER NOSSOS SONHOS E METAS POR CAUSA DE UM MOTIVO FÚTIL E ESTÚPIDO!MUITO OBRIGADO,PORQUE AGORA ESTAMOS NA PIOR POR UMA COISA QUE NADA TÍNHAMOS A VER!MEU NOME É ALBERT ANDREW DE JESUS E ESTE É UM DEPOIMENTO DE UM ALUNO INDIGNADO FALANDO POR TODOS OS ALUNOS MINEIROS!P.S:CASO QUEIRA ME RESPONDER,MEU E-MAIL É:albertbyte@gmail.com

Westerley disse...

Caros Professores,
Gostaria parabenizar a todos pela resistência, fazer algumas considerações e sugestões para o nosso movimento.

APELO AO COLEGA EULER:

Quero apelar ao bom senso do colega Euler que tem contribuído muito com informações em seu blog. Solicito ao colega que não incentive a divisão do movimento com promoção de grupos específicos. Não há núcleos heróicos no movimento, não se trata de heroísmos, nem podemos agir com ufanismos. Com certeza o colega irá refletir e com bom senso entender que a greve está sendo feita por todos, cada qual com a participação e atuação que pode dar. Todos estão contribuindo com sacrifícios pessoais e familiares. Outros com propostas conversas com alunos, pais, com professores que ainda não aderiram, com criação de blogs inclusive jurídicos para auxiliar o sindicato na replicação das informações, etc.
A promoção de grupos específicos dentro da greve não contribui para o movimento, divide, cria disputa e nos enfraquece!
Pense nisso!


Sugestões:
1- Achei excelente a idéia da vigília, poderíamos fazê-la com mais constância, talvez revezado os integrantes durante o dia e noite, com abastecimento de alimentação aos participantes. É a idéia do acampamento!
2- Pensarmos na idéia de realizamos carreatas! Quem não tiver carro próprio, solicitar a amigos e familiares.
3- Promover na praça da liberdade e outra feira de artesanato dos professores. (após saber se a lei permite). Como oportunidade para estabelecer o diálogo e esclarecimentos à população e chamar a atenção da mídia.

Anônimo disse...

Beatriz,
Você acredita no F. Haddad e na D. Dilma? Eu não, para mim está claríssima a posição que ambos assumiram, a de não entrar em conflito com o Senador Aécio! Eles não vão fazer nada, nada! O Planalto morre de medo do Senador Aécio. Existe a tal da governabilidade que sem o apoio do Senador A. Neves o Planalto não consegue, existe o PSD (invenção nova do PSDB), que apoia o dito cujo, e que sem ele a D. Dilma não se reelege em 2014, e ela quer ser reeleita! Acredito que fomos entregues em bandeja ao Gov. de Minas pelo Palacio do Planalto
Meu Deus quanta mentira...quanto engodo desse PT/PSDB!

Anônimo disse...

Beatriz,queremos lutar,mas o que fazer se nós designados estamos sendo forçados a voltar dentro de 48 horas,sendo que estamos dentro dos nossos direitos, a greve é legal. O que devemos fazer?
Espero sua resposta.

Gracieusa Brito disse...

Bia, o TJ falou no MGTV - rede Globo que não recebeu nenhum ação do Sind-UTE hoje. Explica isso por favor.

Giovane Diniz (Pipoca) disse...

O desembargador disse em imprensa que não foi protocolado nenhum recurso. Recebi um telefonema da escola dizendo que após 5 dias a S.R.E. moverá um processo de inassebilidade. E agora?????

Faz Me Rir - Recreação disse...

Olha aí...minha designação vai sair...mas continuo em greve.


Ofício Nº 19/2011
Assunto: Solicitação faz
Arcos 20 de Setembro de 2011
Senhora Diretora,
Com base nos artigos 25 e 26 da Resolução SEE Nº 1773, de 22 de dezembro de 2010, solicitamos a V. Sª. deferimento da vaga informada pela E. E . Yolanda Jovino Vaz do município de Arcos no Portal da Educação, discriminada a seguir:
Cargo/ Função – PEB IA
Carga Horária semanal : 17 Conteúdo: ----------- Turno: Manha/Tarde
Cargo vago: Período:
Substituição: Período: 20/09/2011 a 04/10/2011
Nome do Substituído: _Fernando Magela Teixeira_ Masp : 1092770-5
Motivo do Afastamento do substituído:
( ) LTS ( ) Casamento
( ) Ajustamento Funcional ( ) Faltas
( ) Cargo em Comissão ( ) LIP
( ) Férias Prêmio ( ) Maternidade /Paternidade
( ) Luto ( X ) Outros.
Especificar: Greve

Atenciosamente,

Ilma. Sra.
Vera Lúcia Soares Prado
Diretora da Superintendência Regional de Ensino
Divinópolis – Minas Gerais

Faz Me Rir - Recreação disse...

será que quem for me designar poderá entrar de greve?rs.

Anônimo disse...

Essa postagem é para o deputado...

Luis Humberto,

Uberlândia está revoltada com a sua atitude de omissão perante aqueles que depositaram em você tanta confiança.

Todos os uberlandenses e mineiros esperavam que você honrasse o nosso apoio em vários mandatos seus.

Uberlândia e Minas nunca se esquecerá de seu desprezo para com os seus professores, tomando a mesma atitude de Pôncio Pilatos diante de Jesus: lavando as mãos e se imiscuindo de sua responsabilidade diante de uma causa tão nobre que é defender os direitos dos professores, dos alunos e de toda a sociedade.

Que a indignação do povo uberlandense seja conhecida por todas as redes sociais e que a sua atitude nunca seja esquecida nas urnas nas próximas eleições.

Nós, uberlandenses, sentimos vergonha de termos um deputado que ao invés de defender o seu povo trabalha a favor da destruição da educação mineira.

Nunca faça promessas que não seja capaz de cumprir. Você, Luis Humberto, é pior que este desgovernador.

Um uberlandense que apoia a greve dos professores e que votou várias vezes no Luis Humberto e que nunca mais votará nele.

Anônimo disse...

NOTÍCIA IMPORTANTÍSSIMA PARA NÓS!

http://oglobo.globo.com/pais/mat/2011/09/20/piso-nacional-dos-professores-subira-16-6-em-2012-para-1-384-99-925405964.asp

Guilherme Vieira disse...

Pois é Beatriz, a luta não pode parar. As grandes conquistas da democracia em prol de direitos e situações iguais para todos, através dos tempos só foram alcançadas assim, questões salariais, direitos da mulher, dentre outros. Nunca houve um movimento tão forte assim, a categoria não aguenta mais estas injúrias deste governo "anastazico", pois a situação está muito mais que gritante. Fomos muito longe demais para desistir, é muito mais que os nossos salários, escolas, mas sim o futuro da geração educacional deste país a cura para a corrupção. Mais do que nunca agora, temos o direito assegurado pela constituição, uma vez que nem a própria sociedade tem nos apoiado nisso, justo eles os maiores interessados. Beatriz, perdi meu sogro a 2 meses atrás devido a problemas de saúde. Ele foi professor durante muito tempo na região do Barreiro, depois, passou a diretor durante mais tempo ainda, só que depois que deixou o estado devido a saúde, foi aposentado com um salário bem abaixo do mínimo e morreu assim, sem ter condições de se tratar melhor. É por isso que não dá mais, isto tem acabar, e é só a vitória dos professores neste movimento que irá terminar isso. A realidade decadente deste governo mineiro não só se estende a educação, mas a saúde e a construção civil (ramo em que trabalho). A condição da construção civil para educação é a pior que existe, provando o desinteresse total do governo. Sejam firmes, porque Deus a de abençoar. Obrigado! Guilherme

walnei disse...

Política
Piso nacional dos professores subirá 16,6% em 2012, para R$ 1.384,99

O Globo

O valor do piso nacional dos professores das escolas públicas do país terá reajuste nominal de 16,6% em 2012, passando dos atuais R$ 1.187 para R$ 1.384. A variação cumpre a lei 11.738, de 2008, que prevê aumento do salário-base docente conforme o incremento do custo anual por aluno previsto no Fundo Nacional de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização do Magistério (Fundeb).

De acordo com a memória de cálculo do projeto de lei orçamentária enviado hoje ao Senado pelo Ministério do Planejamento, o Fundeb também terá reajuste nominal de 16,6% no ano que vem, com arrecadação prevista de R$ 106,7 bilhões, considerando R$ 77,4 bilhões de aportes dos Estados e R$ 29,2 bilhões da União. Com isso, o Brasil aumenta o seu gasto por aluno na mesma proporção, para R$ 2.009,45.

O documento também indica que a complementação financeira da União ao Fundeb será 23% maior que a de 2011, chegando a R$ 9,603 bilhões. Esse valor é distribuído entre dez Estados que, com sua arrecadação, não conseguem cumprir o custo-aluno de R$ 2.009,45.

A novidade é que Paraná e Minas Gerais entram pela primeira vez nessa lista - geralmente composta por Estados pobres - e receberão, respectivamente, R$ 144 milhões e R$ R$ 1,115 bilhão do governo federal em 2012 a fim de cumprir suas obrigações financeiras na área educacional.

O projeto de lei orçamentária de 2012 prevê ainda que o Ministério da Educação (MEC) desembolse R$ 1,067 bilhão aos governos estaduais e prefeituras que tiverem problema para cumprir a lei do piso nacional dos professores.

Até o fim do ano, o MEC publicará portaria validando todos esses números.

Noticia de O globo 20/09 as 19:45

Anônimo disse...

Ótima Notícia: Ano que vem Minas irá receber recursos federais para pagar o piso.

http://oglobo.globo.com/pais/noblat/posts/2011/09/20/piso-nacional-dos-professores-subira-16-6-em-2012-para-1-384-99-406786.asp

Denova disse...

Cara Beatriz, não aprovou meu comentário? Alguma razão específica? Ou ele não é conveniente? Gostaria de uma resposta. Obrigado.

Arlete disse...

Albert, não sei se posso te responder. Mas vou tentar. Meu querido nós educadores lutamos para que os sonhos de crianças como vocês se concretizem através de uma educação de qualidade e para isso é necessário que nós trabalhadores da educação tenhamos dignidade , por isso a luta continua. Talvez algum dia você possa reconhecer e refletir que também temos filhos e por causa da falta de condições dignas de sobrevivência muitos SONHOS DELES SÃO ENTERRADOS PARA SEMPRE, ISTO É FÚTIL? ESTÚPIDO? Obrigada Albert.

Clemente disse...

Olá Beatriz!!! Aqui em Nanuque a greve está perdendo força, pelo menos em uma das scolas que trabalho.
É muito desgaste e tempo, este governo já provou que é louco e não respeita ninguém e já percebi também que em minas todas as instituições que agora me recuso citar os nomes, todas estão comendo na mão dele. Só nos resta uma coisa: pressionar em Brasília, A Presidente e ao MEC na pessoa do ministro Hadad, já que ele prometeu ajudar ( não confio nele), e ao STF. Basta o STF determinar que o tal governo de minas não está obrigado a pagar o piso que nós acabamos com esta greve. E não se fala mais nisso.
O que não pode é fazerem leis em Brasília e os estados fazer outra antagônica. È o fim da picada, é o,caos total no brasil (ingerência, insubordinação, índio mandando em cacique).

Denova disse...

Para conhecimento: Ok, Beatriz. Vi a publicação.

Anônimo disse...

Tenho fome do piso, tenho sede das desigualdades..., uma luta de poucas conquistas não deve se esvair!
Um estado que clama por tão pequeno valor, um piso..
Uma categoria que levanta Minas Gerais, através de suor, lágrimas, luta, e a única arma, o giz o saber!
Eu não desisto pois mineiro não abala perante titãs da ditadura!
Tenho fome de justiça, que vai para o palácio dos que se acham grandes!
a HISTÓRIA DE MINAS , foi construida através de nós Educadores, de Drumonnd, Tiradentes, entre tanto nobres nomes de grandes educadores , hoje estamos começando um novo ciclo , semeando uma nova Minas Gerais, com força, sem armas, com rosas de amor, com laços de ternura..
e venceremos!
aos poucos as máscaras caem!
Todos os colegas agora é honra, estamos mudando um estado!
A luta só começou!
ELES DEPUTADOS E GOVERNADOR SÓ 4 ANOS ´,nós a vida inteira mudamos a Educação!!
lutem!
Coragem!como disse Paulo freire
Se a educação sozinha não transforma a sociedade, sem ela, tampouco, a sociedade muda.

Cristina Jannaúba_mg disse...

Boa Noite Bia ,
sou professora a 31 anos do estado,me chamo Cristina
é uma honra ver uma moça tão jovem e guerreira lutando a favor dos oprimidos
avante Janaúba , força colegas,
Tenho fome do piso, tenho sede das desigualdades..., uma luta de poucas conquistas não deve se esvair!
Um estado que clama por tão pequeno valor, um piso..
Uma categoria que levanta Minas Gerais, através de suor, lágrimas, luta, e a única arma, o giz o saber!
Eu não desisto pois mineiro não abala perante titãs da ditadura!
Tenho fome de justiça, que vai para o palácio dos que se acham grandes!
a HISTÓRIA DE MINAS , foi construida através de nós Educadores, de Drumonnd, Tiradentes, entre tanto nobres nomes de grandes educadores , hoje estamos começando um novo ciclo , semeando uma nova Minas Gerais, com força, sem armas, com rosas de amor, com laços de ternura..
e venceremos!
aos poucos as máscaras caem!
Todos os colegas agora é honra, estamos mudando um estado!
A luta só começou!
ELES DEPUTADOS E GOVERNADOR SÓ 4 ANOS ,nós a vida inteira mudamos a Educação, mudamos MINAS GERAIS!!
lutem!
Coragem!
Se a educação sozinha não transforma a sociedade, sem ela, tampouco, a sociedade muda.
Paulo Freire

Anônimo disse...

Estamos com fome de JUSTIÇA!Mas nem o TJ quer saciar a nossa fome...Pelo amor de Deus! Nunca vi tanta injustiça assim.Está tudo tão claro e objetivo.Ter que fazer GREVE prara fazer valer uma lei... é demais. Parabéns, Beatriz, e todos os professores que estão nesta luta. Pena que muitos se entregam tão fácil. Se TODOS os professores estivessem com esta força, garanto que já teria tido resultado. Mas preferem esperar que OS OUTROS FAÇAM!Parabéns!Parabéns! E parabéns! Que Deus ilumine e conforte cada um que está BRIGANDO POR TODOS!

PAULO DINALI JUIZ DE FORA disse...

BEATRIZ ESTAMOS FIRMES AQ EM JUIZ DE FORA APESAR DOS COMPANHEIROS Q AINDA RESISTEM NAS SALAS DE AULA. FICAREI FIRME . VAMOS CONSEGUIR O PISO . PARABENS AOS COMPANHEIROS Q ESTAO EM GREVE DE FOME. SOU SOLIDARIO. NA PROXIMA ASSEMBLEIA ESTAREI EM BH.VITORIA O PISO É NOSSO!!!!!

Educadora de contagem disse...

Fome de justiça, de igualdade entre todos os seres humanos, fome que a CF seja respeitada em toda a sua plenitude.Fome de poder ajudar todas as pessoas.Fome de ver todos os governantes , em todo o Brasil, respeitando os direitos de seus governados. Fome de ver a Secretária de Educação e o senhor governador na TV dizendo que eles erraram, que eles falharam, que eles não souberam fazer contas.

Educadora de contagem disse...

Fome de justiça, de igualdade entre todos os seres humanos, fome que a CF seja respeitada em toda a sua plenitude.Fome de poder ajudar todas as pessoas.Fome de ver todos os governantes , em todo o Brasil, respeitando os direitos de seus governados. Fome de ver a Secretária de Educação e o senhor governador na TV dizendo que eles erraram, que eles falharam, que eles não souberam fazer contas.

Anônimo disse...

QUEREMOS O PISO NÃO VAMOS DESISTIR FICAREMOS FIRME ATÉ O FIM.

Anônimo disse...

To muito preocupada tenho 48 horas para voltar ao trabalho e eu gostaria de ir até o fim ,nao acho justo nos designados ser despensados sem que todos fizeram greve ,presciso mto desse emprego .até passei mal qdo me ligaram pq eu vou me sacrificar pelos meus colegas nao vou trai-los .Alguem me diz pelo amor de Deus se isso terá fim

Anônimo disse...

Ao aluno Albert, se é que foi o aluno mesmo quem escreveu (e não seus pais), me desculpe, mas deixo um recado: um garoto com essa mentalidade que acha que a greve dos professores é fútil e que o sindicato não tem ética, não teria condições de estudar nos colégios técnicos de MG. Pois estudantes que passam em tais provas são diferenciados, são inteligentes, têm a mente aberta, e você, com esse pensamento tão pequeno, não deve entender um palmo abaixo do umbigo. Me desculpe se fui grosseira, mas acho que um aluno do 9º ano já tem capacidade de distinguir os fatos e saber o que realmente lhe reserva o futuro com essa educação pública estadual indecente que o governos proporciona para professores e alunos. Não fala mais bobagem, viu menino?

Maria Alice disse...

Bia, boa noite!!!
Embora não esteja "atualmente" de corpo nessa luta, torço por justiça e admiro a coragem e determinação de todos que enfrentam os desafios de ficar sem remuneração e continuam reivindicando por um salário digno, gritando por justiça e cumprimento das leis. Mas, pergunto a você: está sem salário durante esses três meses? Às vezes é difícil entender, mas tente ser compreensiva, por algum motivo, eu e outros, embora achemos injusto um salário tão indígno para uma profissão tão honrosa, não podemos ficar sem ele. Que bom seria se todos pudessem aderir a greve e lutar de corpo e alma por seus direitos, mas nem sempre é assim. Pego como exemplo uma gincana: Nem todos tomam a frente, mas a nota é para todos. Sei que não é justo, mas infelizmente é assim que acontece. Embora muitas vezes não tenham participado ativamente, de alguma maneira, deram sua colaboração. Então, de alguma maneira também estamos dando nossa colaboração, e essa energia positiva que muitos de nós, mesmo não estando diretamente nessa luta, passamos para alunos, pais, comunidade já é uma contribuição e força para vocês que assumiram a frente. Críticas negativas só servem para uma desunião ainda maior, o respeito ao outro é essencial. Muitos não estão de corpo, mas pode ter certeza, estão de alma.

Maria Alice

Cristina Mara disse...

"O maior patrimônio de uma nação é o espírito de luta de seu povo e a maior ameaça para uma nação é a desagregação desse espírito."Precisamos unir nossas forças e mostrar para esse governo truculento que somos mais e podemos mais.Parabéns Beatriz por tanta garra.Nós, de Alto Rio Doce,estamos na luta!!!

Cristina Mara disse...

"O maior patrimônio de uma nação é o espírito de luta de seu povo e a maior ameaça para uma nação é a desagregação desse espírito."É momento de unirmos nossas forças e mostrar para ese governo truculento que somos mais e podemos mais....Alto Rio Doce con

Anônimo disse...

Estamos firmes! As medidas ditatoriais do governador só está fortalecendo nossa luta. Ele está comendo de seus próprio veneno.Estamos visitando escolas, fazendo reuniões com os pais entre outras ações. Amanhâ será outro dia.