quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Professores lutam pelo Piso Nacional

O nosso movimento no Brasil de Fato.
Confira:

52 comentários:

Anônimo disse...

Parabéns Beatriz, por nos representar tão bem. Só mesmo alguém que já pisou em uma sala de aula pode ter autoridade para nos ajudar. E você é essa pessoa. Continuamos na luta, não desanime, já chegamos aqui agora vamos até o fim. ESSE PISO VAI SAIR NA MARRA. SEM O PISO É GREVE!!! SEM O PISO NÃO PISAMOS NA ESCOLA! Governo ditador, mentiroso, autoritário e burro por nos tratar como idiotas. GREVE ATÉ O PISO!!!

Anônimo disse...

Beatriz, no blog do Dep. Federal Gilmar Machado tem uma notícia sobre a possibilidade de complentação do nosso piso pelo governo, não seria interessante entrar em contato com o mesmo? Força na luta.

Anônimo disse...

É greve até o piso. O governador não está entendendo. Alguém vai ter que explicar para ele e sua corja que sem o piso não vamos recuar. Só pisamos na escola com o piso. Ninguém é louco de fazer uma greve de quase 100 dias para voltar com propostas indecentes do governo, com o rabinho entre as pernas.. Sei que está difícil, mas se chegamos até aqui, nada vai nos fazer desistir. GREVE ATÉ O PISO!

Anônimo disse...

Estou na greve desde o inicio, sei que tá foda do ponto de vista financeiro, mas melhor sem grana agora e com dignidade pra sempre.

Meu Pai lutou na ditadura apanhou do DOPS e hoje não temos mais "aquela ditadura" eles venceram.

Agora é nossa hora de vencer a "ditadura mineira anastaziada"

UNIDOS MAIS UM POUCO VENCEREMOS -
O maior prazer é quando conquistamos uma luta difícil.

Ou paga o piso ou continuaremos em greve por tempo indeterminado.

Anônimo disse...

Queremos o PISO no qual escolhemos. Um piso aplicado em uma tabela , que é LEI , que respeita a formação do professor e o seu tempo dedicado ao magistério. Veja bem: Eu que sou PEB IV ,não terei aumento nenhum,na proposta do "SUBSÍDIO" sendo que na proposta da tabela salarial que escolhi,"REMUNERAÇÂO ANTIGA" terei um ganho real de R$1000,00. É por isso que o governo satânico está querendo jogar o piso para nossa goela abaixo!!Êta..... que eu não engulo!!!!

Anônimo disse...

Jamais, jamais, jamais sem O PISO!!
mUITA FORÇA NA GARGANTA!!
Sindicato não resolve nada, nada sozinho.
A categoria unidade decide os rumos do movimento.
Está decidido desde quando entramos nessa luta;
SEM PISO? NÃO PISAMOS NA ESCOLA!
Se não ficarmos firme: preparemos o ENTERRO DESSA CATEGORIA!!! Sem mais e nem menos!
ACABOU!!
Por isso quem tem sangue na veia...ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA!
A PRÓPRIA SOCIEDADE JÁ ESPERA O DESFECHO E APOSTA NOS PROFS.
POR ONDE ANDAMOS , SÓ ESCUTAMOS QUE DEVEMOS IR ADIANTE, NÃO SE RENDAM.
É COMPANHEIROS, É A SOCIEDADE SENDO ACORDADA PELAS CAMINHADAS ., PELOS ALUNOS SEM AULA.
ELA ESTÁ SENDO ACORDADA NA MARRA!
QUEM AINDA NÃO PISOU NAQUELE ESPAÇO(ALMG) ACORDE! O CHÃO DE MINAS TEM Q TREMER

Rosemary disse...

Cara Beatriz,
Sou da cidade de Andradas MG, por vários motivos a categoria resolveu voltar a trabalhar no dia 1º de agosto,agora q todos voltaram começou a reposição,todos os sábados e feriados, minha dúvida é se não repor os dia de greve, conta como falta, sou designada e não quero repor, mas me disseram que vou ficar com falta, mas como se eu estava de greve e foram descontados os dias,gostaria de saber se isso é mesmo verdade. um grande abraço e força na luta pela categoria.

wander pereira disse...

Beatriz, Bom Dia, estive ontem na Assembléia e estou participando desde o dia 08/06, sou Prof. Peb3C, de Reduto/MG. Sub-Sede de Manhuaçu, Gostaria de dar uma opnião, por enquanto só ouvir as colocações dos companheiros. Bom, acho que o sindicato deveria apresentar uma proposta para o Estado e esta proposta ser vinculada na mídia, pois até o momento só o estado apresentou números e nós só respondemos e alegamos querer receber o Piso, pois bem, vamos também apresentar nºs, entreguamos a ele essa mesma tabela que foi publicada no informa 44 24Hs do MEC, e também para a mídia, porém falaremos que abriremos mão do Piso de 1.597,00 e aceitaremos o pagamento proporcional às 24hs, vc pode falar que já fez isso, mas não foi como uma proposta e nem foi publicada, dessa forma deve aparecer que o Sindicato também quer negociar, apresentando seus valores, porém é realmente o que queremos, e essa seria a 1ª proposta, pois a segunda veria depois, certamente ele recusaria, novamente nos colocando como querendo resolver o impasse, a 2ª proposta seria a seguinte, daremos um prazo até janeiro de 2012 para o estado se adequar a Lei do Piso na íntegra, respeitando o nosso plano de carreira, receberemos pelo subsído até dezembro, desde que page imendiatamente o corte e as diferenças nos pagamentos de julho e agosto. Devemos mostra para o povo e a mídia que estamos também apresentando prostas parecendo que o Governo também é que não quer aceitar, pois no momento esta parecendo que é só o sindicato que é intransigente. Um abraço, desculpe por alguns erros digitei com pressa e não conferi. É claro que é o conselho quem decide e eu acato qualquer decisão, estou na firme luta é só uma sugestão.

Wander Pereira Masp 616864

Anônimo disse...

Beatriz, por favor me esclareça uma dúvida: Nós ATBs temos ou não temos direito ao Piso Salarial Proporcional? Pq se eu não tiver direito, vou sair da luta, pq é incoerente eu lutar e não ser contemplada...
E aqui na minha cidade, ninguém sabe informar se terei direito, uns dizem ue sim, outros que não.
Muito obrigada pela atenção e aguardo resposta.
Marinês

Westerley Santos disse...

Olá, Beatriz!
Parabéns pela entrevista, É isso aí! A luta passa necessáriamente pela informação e para isso devemos usar todos os espaços. Se eles tem grande parte da imprensa , nós usamos as redes sociais, se eles tem as TVs, nós usamos o yuotube, se eles tem, se els tem os estúdios, nós temos as praças... Nós somos mis e melhores!!!
Parabéns!
P.S. Divulgue as entrevistas, matérias, produza vídeos de esclarecimentos e publique em divrsos sites principalmente do sindute.

Parabéns!
Prof. Westerley

PROFESSORA ELIZABETH -AIMORÉS-MG disse...

Olá Beatriz !!!! Leia o link a seguir http://www.em.com.br/app/noticia/politica/2011/09/08/interna_politica,249547/organizadores-de-marcha-querem-recolher-assinaturas-para-mudar-leis-e-inibir-corrupcao.shtml

É dentro dessa linha de pensamento que poderíamos mobilizar todos os professores , numa organização de assinaturas para demonstrar que não aceitamos o subsídio por não constar transparência , pois , nessa forma de pagamento q o governo com sua intransigência , quer nos forçar a aceitar de uma forma ou de outra,engolir o subsídio .Nesta mobilização de montarmos ação individual para apresentarmos ao ministério público de cada comarca , com encaminhamento para o ministério público do estado e consequentemente para o da UNião . Não entendo sobre isso , mas os advogados do sindute devem saber e conduzir de uma maneira que essa mobilização não fique perdida pelo meio do caminho . Espero que tenha compreendido o que estou querendo que veja com quem for de correto recorrer neste momento.Teríamos que nos mobilizar nessa semana antes da votação na ALMG do PL . Aguardo sua resposta .SEMPRE NA LUTA !!!! UM ABRAÇO !!!!

Westerley Santos disse...

CARTA ABERTA À PRESIDENTA DILMA SOBRE A GREVE DOS PROFESSORES MG.

Excelentíssima Senhora Presidenta da República, escrevo com o objetivo de pedir vossa intervenção a favor dos Professores de Minas Gerais em greve há mais de 80 dias, ante ao impasse promovido pelo Sr.Governador Anastásia que simplesmente ignorou a decisão do STF que nos garante o direito ao piso salarial .

Ao mesmo tempo, há intensas e permanentes ameaças de dispensas e contratações de pessoas não habilitadas para lecionar em substituição aos titulares em greve. Também está sendo orquestrado com o Ministério Público Estadual, decisão judicial para tornar nossa mobilização ilegal – o que certamente será anunciado em breve. Entre as ameaças há o anúncio do governo em substituir os professores por educação via TV - Rede Minas e como se não bastasse, o governo após 80 dias nos apresenta uma pseudo proposta de negociação que significa a metade do piso de direito, (R$ 712,00), isso para todos os professores independente de nível de formação e tempo de serviço de cada professor, o que está em desacordo com a lei do piso.

Na condição de cidadão comprometido e Professor entusiasta da educação, que a entende como meio fundamental para a construção de uma nação de sujeitos éticos, com consciência cidadã e humanamente desenvolvido, alerto para as conseqüências danosas ao nosso povo e a categoria dos professores - principais agentes condutores dessa formação humanística - caso não haja uma ação urgente que remova a intransigência gratuita do Sr. Governador.

Com o sucateamento sistemático dos salários e condições de vida e sobrevivência de nossa categoria, (em Minas o salário base do professor é de - R$ 396,00) não haverá outra saída senão o abandono da profissão como já indica pesquisas específicas, com o conseqüente fechamento de cursos de Licenciatura de conceituadas Universidades - como também está ocorrendo neste momento. Deste modo, a educação e a docência, ação e prática nobres, de primeira grandeza social e humana, correm o risco real de ficarem a cargo de aventureiros, sendo usadas como fontes de complemento salarial, um “bico”, como se diz no vulgo. – Alias o que também vem ocorrendo e aumentando a cada ano em Minas.

Outro ponto grave é a contratação de pessoas NÃO HABILITADAS para lecionar. - Ainda que esta medida seja defendida pelo Exmo. Ministro da Educação, esta prática é niilista e nefasta à qualidade da educação. Há muito, Minas vem praticando por este instrumento, interpretado por alguns como meramente administrativo, a desqualificação do professor habilitado, que dedicou e dedica anos de sua vida na formação em Licenciatura e Pedagogia. Sistematicamente professores habilitados são substituídos ou não encontram vagas, pois muitas estão ocupadas por profissionais de áreas exógenas, estranhas à Educação.

Esta situação compromete substancialmente a qualidade da educação em Minas e gera uma situação de risco na relação professor(a) /aluno(a), adulto/adolescente, pois, sabemos que a especificidade da relação intersubjetiva entre estes entes do processo de ensino/aprendizagem escolar, exige do adulto uma base ética, comportamental e psicológica de grande responsabilidade, adquirida principalmente pela formação específica em licenciatura, pedagógica, psicopedagogica, didática e outras, que no conjunto, teoria e prática, é o que o habilita a lecionar.

Portanto, contratação de não habilitados não é apenas uma questão administrativa. Acaso, o Sr. Governador e o Sr. Ministro aceitariam fazer uma cirurgia com um cirurgião não habilitado? Aceitariam embarcar em avião conduzido por “piloto” não habilitado? Contratariam motoristas não habilitados? Será que matriculariam seus filhos e filhas em escolas cujos professores não são habilitados?

Continua...

Wsterley Santos disse...

(Término...)
Pois bem, como o Governo de Minas e o MEC poderão promover a alardeada qualidade da educação com este descaso com a dignidade profissional do professor? Como promover a melhoria do ensino com esta desqualificação do prestígio social e profissional do professor? E por fim, como ser respeitado por nossos alunos e se manter na docência com a precarização continuada da condição de vida e da auto-estima profissional do professor? Não há como! Assim como não é possível negar à sociedade esta realidade. Com estas ações o governo decreta a miserabilidade do professor e a falência da educação publica em Minas Gerais. Na tentativa de impedir este quadro que já se encontra em curso, faço este apelo a chefe maior da nação.

Westerley Santos
Prof./Filósofo

Anônimo disse...

Com luta! Com garra! O PISO sai na marra!
É muito triste e deprimente ver que um governo quer prejudicar a educação pública ainda mais em um momento em que a escola pública precisa de carinho, de atenção e de comprometimento por parte de todos os viventes.
Não se iluda, Anastasia! Não abandonaremos o nosso objetivo. Você mexeu com coisa valiosa demais pra sociedade. Não deixaremos você ir adiante com esse plano funesto e mórbido!
Acorda e tenta sair dessa embrulhada em que você se meteu!
Piso pra educação já! É lei! Tem que cumprir!

Anônimo disse...

Caros colegas:

A implantação do piso seria uma injeção de ânimo para todos nós.Mas infelizmente estão tirando nossas esperanças,sinceramente não sei mais que recorrer,,todos parecem estar contra nós ,não sei se vocês ja perceberam.Só uma coisa tenho certeza ,se não pagarem o piso que tantos sonhamos,pagarão um preço muito maior ,a educação em minas com certesa vai cair muito.Um mal incorrigível e governo gastará uma fortuna com profs doentes que entrarão em depressão e terão que se afastar .O governo a sociedade e os políticos tem que prestar atenção nesse fato.Ainda há tempo de corrigir o erro.

Anônimo disse...

Beatriz, mesmo quem entrou na rede depois depois de 2005 ( a quem são negados vários direitos como biênio, quinquênio, férias-prêmio etc.) levará vantagem em voltar para a carreira antiga?

Beatriz Cerqueira disse...

Prezado colega,
quem iniciou na Rede Estadual após 2005 não tem direito a quinquênio e trintenário, conforme Emenda Constitucional 57/03. No entanto, continua tendo direito a gratificação de pós graduação, gratificação de regência, biênio, gratificação de educação especial.
Já publicamos todas as possibilidades de tabelas de vencimento básico (estão no Informa 44, no site do sindicato).
Você verificará que o Piso é a melhor opção para quem tem tempo de serviço ou para quem começou agora.
Espero ter esclarecido.
Um abraço,
Beatriz

Anônimo disse...

Que Deus te abençõe e te ilumine nessa nossa caminhada!!!
Abraços
MAria José

Anônimo disse...

Bia, de forma propositiva, apresente ao governo e a imprensa a tabela que esperamos ver implantada em MG (valor MEC). À imprensa, de modo especial, peça para publicarem, junto com uma nota esclarecedora, a tabela que pleiteamos ao lado daquela que o governo nos ofereceu, para mostrar como ela é absurda, na medida em que destrói a carreira dos professores. O povo precisa ver o que está acontecendo de fato. Muitas pessoas não sabem que valores são estes que estão sendo discutidos e pleiteados. Tal publicação poderia tornar mais palpável o que queremos e o que o governo tem oferecido!

att
marcia

Anônimo disse...

Cara Bertiz Cerqueira,o blog ComentaMinas trouxe ontem e hoje as perguntas que são feitas frequentemente a eles.Segundo o consultor juridico deles,vocês podem entrar com um processo,por isso,peço pra que vc leia a postagem feita.

Anônimo disse...

Acho que:
PARTE 1

O governo deve ter pedido ao MP para insinuar a ilegalidade da greve, mas, o MP sabendo que não poderia deixar a lei do piso de fora da "paulada"
propos ficar cegos aos episódios, ai o governo disse entao: fica quietinho pois vamos vencer pela insistencia.
O tribunal de Justiça, por sua vez, falou para o governo assim: não deixa o MP provocar que nós, se não for assim aí então, não poderemos deixar de fora a legalidade de uma lei federal e teremos que cobrar aquilo que o ser governador(a) saube nos primeiros dias de faculdade, que nós vivemos num estado democratico de direito. Então o governador(a) falou: vamos ficar quietinhos, pois se eu fingir que a coisa não é comigo vcs dois (MP e TJMG) podem fingir que não ta acontecendo nada de errado.
Aí, os Juízes e Promotores decidiram ficar assim como se fossem "amebas" e o pior, desconhecedores do próprio Direito!

Vcs, leitores, podem estar pensando o seguinte: Este escritor está contando uma piada, que legal! Mas, a verdade é essa, e mais ainda; parece que o silencio vai durar até esse projeto do subsídio ser aprovado pela assembleia, sabem por quê? Por que cada questionamento que se fizerem a respeito do plano de carreira o governador(a) vai apresentar este e não aquele (leis 2004 e 2005)e continuará mentindo para a sociedade, o que pra ele interessa demais.
Agora como nós podemos quebrar essa barreira? Penso o seguinte: 1)Temos que endurecer nossos soldados. Não pude participar da assembleia por motivos pessoais, mas até agora não vi ninguém falar que foi passados todos aqueles vídeos que vimos e comentamos aqui, pois existe ainda colegas combatentes que não sabem da existencia daqueles vídeos tão pouco de internet e redes sociais, ficam só esperando notícias contadas por outras pessoas. 2) Ir a Brasília por ir, não funciona. Temos a obrigação de fazer acampamento lá na frente do STF, que fossem dois ou três dias com muita cantoria, barulho e faixas de ordem com dizeres do tipo, A DEMOCRACIA ESTÁ INDO PELO RALO ou STF, MINAS NÃO TE OBEDECE ou É DEUS NO CÉU E JOAQUIM BARBOSA NA TERRA SÓ ELE SALVA, etc (tenho certeza que o NDG sabe mais do que eu). Pra parecer mais ainda se tiver lá 300 pessoas cada uma com aquela barraca pequena montada, vai parecer que tem um batalhao de gente!

Anônimo disse...

PARTE 2

3) O governador(a), ("adoro se (a)"), não vai mover uma palha para aplicar a lei federal, acho que se agente fizesse uma caça ao MINISTRO DA EDUCAÇÃO, cercando ele, indo atras do LULA teríamos mais notoriedade no cenario nacional.("professores de minas não deixam LULA em paz") Pra quem não sabe ainda Lula continua mandando no país. (bão pra nóis)
4) Temos que fazer coisas mais radicais, tipo queimar na praça da liberdade alguns bonecos (simbólicos e não de verdade) de políticos que vão contra a educação nesse pais, dai tem uma enorme lista.
5) Colocar o AÉCIO pra puxar nossa próxima caminhada pelo centro da cidade. (imaginem só um trio elétrico com aquele sonzaço tocando músicas da epoca da ditadura, misturando ,de vez enquando com axe, sertanejo, palavras de ordem, e o mais importante: um telao mostrando o Aécio falar do plano de carreira bem alto pra todo mundo escutar.
6) Vamos largar de pensar em efeito jurídico de mostrar ou nao Aécim, vamos gastar o dinheiro do sindicato com foguetorio, trio eletrico (da bahia), pois não vamos pagar qualquer indenização, as multas pela ilegalidade da greve, se vier, também não vamos pagar, que fechem a pessoa juridica do sindute, mas vamos arrebentar AGORA pois em outro momento será tarde.(DEPOIS A GENTE MONTA OUTRA PESSOA JURÍDICA, no brasil pode!).
7) Pessoal, parece até que estou louco, mas a verdade é que EU TO MALUCO e quero meu piso, basta lembrar como foi os fatos históricos que nos levaram a democracia de hoje, muito barulho, muito enfrentamento, muito de tudo mesmo.
Pra concluir peço desculpas por não poder doar mais de mim para o movimento, apenas to apostando que esses professores de hoje que estão NDG são gente que faz a diferença, tanto em sala de aula quanto fora dela, e podem ter certeza que Minas Gerais se dividem a partir de hoje em duas, uma Antes de Vcs e outra Depois de Vcs.

Abraços,..........Tenham Fé:

“Pois deveras eu vos digo: Se tiverdes fé do tamanho dum grão de mostarda, direis a este monte: ‘Transfere-te daqui para lá’, e ele se transferirá, e nada vos será impossível.” MATEUS 17:20

Anônimo disse...

Oi, Bia. Olha a pergunta da Rosemary.
Eu acho que se eles não pagaram os dias descontados, não podem dar falta. Como ter falta greve e comum pelos mesmos dias? Serão duas faltas por cada dia?
E, Rosemary, não é porque os outros voltaram que vc precisa voltar. A categoria está em greve. Na minha escola muitos voltaram, mas outros permanecem. Não devemos seguir os covardes que voltam. Pense nisso!

Anônimo disse...

Beatriz, hoje na escola em que trabalho chegou um e-mail dizendo que os professores que não aderiram a greva vão receber o equivalente a um cargo de extensão como prêmio, isso é uma covardia, imoral, vergonhoso para ele que dá e para quem recebe.

Simone disse...

Beatriz hoje na nossa escola um colega foi explicar sobre a aposentadoria, ai percebemos que as pessoas estão muito mal informadas sobre o assunto, a maioria não sabia que ao ir para o subsidio se tiver dois cargos do NSS elas irão aposentar apenas em um.
Peço a você para colocar uma explicação no se blog de maneira bem clara para que todos do setor da educação possa ter acesso.
Alguns casos que havia optado pelo subsidio ao saber dessa informação ficaram desesperados, já estão querendo saber se tem como voltar para o regime antigo.
Por favor, coloque essa informação o mais rápido possível.

Simone disse...

Beatriz hoje na nossa escola um colega foi explicar sobre a aposentadoria, ai percebemos que as pessoas estão muito mal informadas sobre o assunto, a maioria não sabia que ao ir para o subsidio se tiver dois cargos do NSS elas irão aposentar apenas em um.
Peço a você para colocar uma explicação no se blog de maneira bem clara para que todos do setor da educação possa ter acesso.
Alguns casos que havia optado pelo subsidio ao saber dessa informação ficaram desesperados, já estão querendo saber se tem como voltar para o regime antigo.
Por favor, coloque essa informação o mais rápido possível.

Anônimo disse...

Anônimo das 13:42, se for verdade, é dinheiro de judas e vai fazer a vida desse povo pelego mudar em nada! Na verdade serão como Judas.
Enfim, não importa, covardes são covardes, pra serem vendidos é um passo.
Pense também que pode ser mentira pro povo voltar com o o,ho gordo na merreca/esmola.

Anônimo disse...

Beatriz, parabéns por sua liderança nesse movimento. Confesso que já havia desistido de ver acontecer uma greve como esta. Pela primeira vez os professores não voltaram na primeira ameaça de corte de salários ou de substituição. Você conseguiu acordar os professores. O piso é o mínimo a que a classe tem direito e é preciso lutar até conseguir.

Anônimo disse...

Creio que cabe uma investigação sobre quem são essas pessoas que estão substituindo os professores nas Escolas. Todos sabem que em algumas áreas não existem professores formados nem para suprir as vagas do concurso. Alguém já viu contratação provisória para substituir médicos em greve? De policiais para substituir policiais em greve? Por que será que qualquer um pode substituir os professores? Isto é um desrespeito com a categoria e com os alunos.

Anônimo disse...

Bia, boa noite! Sou eu de novo. Tive uma ideia.
Poderíamos conseguir expor artesanatos na ALMG. Toda semana tem uma exposição. Quem sabe agente consegue vender artesanato para ajudar nas despesas dos grevistas?
Eu sou Pedagoga e nas horas vagas faço sabonete artesanal e caixas de madeiras personalizadas. Com certeza temos um grande número de artesãs em nosso meio. Pensa, analisa e se achar viavél pode contar com minha ajuda. Amplexos, Elenice Vidal Prata

Professora disse...

Beatriz, acabei de ver no youtube uma entrevista sua a respeito da intimidação que o SindUte vem sofrendo.
Fiquei , mais uma vez, MUITO orgulhosa da sua postura. desde que você está no SindUte, os professores podem dizer, sem medo, agora temos um SINDICATO.
Um abraço e força sempre!

Anônimo disse...

Assistam, é muito bom!

http://www.youtube.com/watch?v=jGQ2U2JUsPk&feature=youtube_gdata_player

Anônimo disse...

Imperdível:

Pronunciamentos do governador sobre a greve:

http://www.youtube.com/watch?v=Oak1rMw4dy0&NR=1

http://www.youtube.com/watch?v=jGQ2U2JUsPk&NR=1

Seria engraçado se não fosse trágico!

Débora Martins disse...

Cara Beatriz, boa noite.
Sei que sua rotina não deve ser fácil, e tempo , meu Deus do céu, deveria ser o triplo. Mas, se possível responda nem que seja a pacote algumas perguntas feitas aqui pelos ocmentários. Algumas tirariam minhas dúvidas tb.
Tais como: Em maio quando fomos à Brasília,convocados pela CNTE, fiquei com a sensação de que o sindicato gastou os tubos pra levar tanta gente, descemos enfiamo-nos num plenário, saímos de lá pro ônibus e voltamos. Eu sinceramente, acostuamda que estou aos impactos de nossas manifestações aqui,promovidas pelo sind-ute, achei um desperdício de dinheiro, sei que houve resultados, mas esses poderiam ter sido bem maiores, se tivéssemos, por exemplo, acampado em frente ao STF. Daí, faço minha a pergunta do anônimo de 12:59: poderíamos organizar isso? um acampamento em frente ao STF ou ao MEC, fazermos a caçada ao ministro Haddad, também sugerida? Penso que temos de desviar a atenção dessa greve, ou melhor ampliá-la pra Brasília,já que vamos mesmo no dia 26 de outubro. Mas, sinceramente, creio que a categoria aceitaria ir até agora. Porque penso mesmo que, neste momento, o que precisa ser efetivado no páis é a implementação do piso, estão nessa luta nossos colegas do Acre, e muitos outros estados. Penso que isso deveria ser a mior motivação da CNTE neste momento. é claro que os 10% do PIB são necessários, mas corremos um risco enorme de essa greve enfraquecer, porque barriga vazia dói. Temos muitos colegas que estão no limite, ou chegando perto dele. Para alguns começo até a perder os argumentos. Fazermos o acampamento em Brasília faria o desgaste do governador maior ainda, começaríamos a implicar muito mais gente que também é responsável pela educação.
por último , hoje, Se é verdade o que o deputado Gilmar Machado diz, não deveria haver um documento sobre isso? ele pode provar isso? Porque nesse caso, Haddad estaria mesmo implicado na solução dessa greve em MG.
Peço desculpas, eu queria ter sido mais sucinta, mas dessa vez não consegui.
confiamos no sindicato, as sugestões aqui postadas são a prova de que continuamos firmes na luta e com gás para agir,
abraços,
Deus te abençõe e a toda direção do sindicato.

Anônimo disse...

Boa noite Beatriz,
hoje no período da tarde por volta das 17h no portal da SEE estava em destaque uma mensagem para os servidores da Educação , onde explicava passo a passo sobre o referido modelo NOVO do tal suicídio e até mesmo com um programinha de fazer simulações para os servidores verificar a sua posição, ou seja, são notícias que você já provou por A mais B que não é vantajoso, mas no período da noite essa mensagem simplesmente sumiu da página da SEE, porque será.GREVE ATÉ O PISO!!!

Anônimo disse...

Se não temos copiadora nos viramos com o mimeógrafo. Sempre foi assim, se a mídia está do lado do governo e afirma que estamos "exigindo" um piso de R$1597,00(o que seria certamente o mínimo para valorizar a nossa digna profissão), mas abrimos mão desse valor para R$712,00 desde que mantendo o nosso plano de carreira e outras vantagens como biênios, quinquênios,etc. Vamos publicar essa tabela e mostrar em outdoors, panfletos, etc. e mostrar para a população que os valores são mínimos e que a terceira maior economia, o estado do Tutu, tem condição de pagar ou não faríamos uma greve de mais de noventa dias com tanta repressão se estivessemos pedindo algo absurdo.

Anônimo disse...

Companheiros:

Sabemos que o Brasil e minas gerais recebe recursos destinado a educação do BID e outros órgãos internacionais.E a uns tempos atrás
o Brasil vinha recebendo muita pressão desses órgãos porque a educação estava muito mal no país.Portanto o piso e bla,, bla,, bla,,foi por causa dessa pressões.Que tal se denunciarmos os descasos com a educação em minas a esses órgãos.E também aos órgãos internacionais de defesa da criança e adolescente o que esse ditador ta fazendo com essa crianças é algo irreparável .Pense bem se não temos apoio de órgãos nacionais temos que procura os órgãos internacionais , o que esse governador esta fazendo com nós e essas crianças é uma verdadeira catástrofe.Vamos denunciá-lo também a imprensa internacional .Eles não devem nenhum favor a esse ditador e com certeza publicará na íntegra o que falarmos.Se esse ditador se acha maioral é bom ele saber que ta mexendo com a classe pensante desse país e isso não vai ficar barato ou ele nos paga o piso ou verá as consequências.Quem souber email desses órgãos ou jornais coloque aqui para que possamos denunciar( Se uma cabeça pensa ,duas pensam melhor)e somos mais de 153000 vamos unir forças e derrubar esse ditador.O mundo precisa saber disso.Lembrando:
Onde está o dinheiro do pré sal que tanto foi falado que aplicaria na educação e saúde.Em minas também temos pré sal.Como anda o projeto de obtenção desse gás e aplicação desse dinheiro.Veja bem colegas, recurso é o que não falta .É pura covardia mesmo... jogo de poder de um ditador.Quem souber como comece já a denunciar internacionalmente esse ditador e suas comparsas.Alguém tem que ouvir a nossa vós.Tenho certeza que venceremos essa batalha.Aliás pagar o piso ganha todos nós.Só essa gorja de incompetente ainda não percebeu isso.

Anônimo disse...

Beatriz,
Vamos nos orientar e cobrar apoio da CNT e Da CUT - contra o Ministro da Educação - Ele não esta nem ai para a nossa luta - Sabemos da força que sempre demos a eles e agora...
O PT esta preocupado é se arrumar junto com o PSDB para a prefeitura de BH - Em MInas pedem CPI da Corrupção contra a Dila - quando vai a Brasilia o Ministro fala como se fosse um aliado - e nós como ficamos???
João Carlos - Manhumirim

Anônimo disse...

Bia,
Achei boa a ideia de outdoors com a tabela mínima que estamos negociando e que o governo se recusa a pagar. Seria uma forma de mostrarmos com clareza, o quanto o governo nos desvaloriza. Podemos fazer campanha para angariarmos dinheiro, se for o caso, por que essa ideia é muito boa!

Maria Helena - ipatinga

Anônimo disse...

Brasília o mais rápido possível!!!

Anônimo disse...

Que decepção:

Uma turma de colegas em Cel Fabriciano na Escola Estadual Alberto Giovanninni resolve trair a categoria e volta as aulas ,parabéns ao grupo de profs dessa escola e da região que ainda permanecem na luta.Que decepção colegas que voltaram, que exemplo de cidadania vocês podem dar para esses alunos.Reflita seus atos porque no futuro podem cair sobre vocês mesmo.

Anônimo disse...

Beatriz, você tem feito maravilhas para nossa categoria , Deus tarda mas não falha, amiga, colega , humana que Deus continue te guiando para nos proteger , NÃO VAMOS VOLTAR PARA SALA SEM O PISO , ESTAMOS COM VC NESSA E ESTAREMOS EM TODAS .GARRA SEMPRE!!!!!!

Anônimo disse...

Beatriz, entrei em 2006 no Estado e neste ano me informaram (na Metropolitana C) que não tenho direito a biênio. É verdade? Se tiver, onde posso recorrer para garantir esse direito?

Cristina Costa disse...

Por que o sindicato não pede a ajuda do advogado Gustavo Ramos da CNTE?

Veja o que ele diz:

"Gustavo Ramos foi categórico ao afirmar que não há mais motivos para que a Lei não seja cumprida.

"Qualquer estado ou município que continue pagando menos que o valor do Piso, após a publicação da ata de julgamento do acórdão do Supremo (13/04/11), justifica que os professores - preferencialmente de forma coletiva - ajuizem ação local e também reclamação constitucional no STF para buscar o integral cumprimento da lei do piso". " (Fonte: site CNTE)

Ou seja, essa tal Reclamação constitucional já deveria ter sido encaminhada junto ao STF há muito tempo.

Ou vão esperar que o Legislativo mineiro altere a lei?


Fonte: http://blogdoeulerconrado.blogspot.com/2011/09/nosso-11-de-de-setembro-96-dias-de.html#comment-form

Anônimo disse...

Só sairemos da greve com o piso.

Anônimo disse...

Governo de Minas está cada vez mais desgastado. Temos dado depoimentos com provas de contra cheques para a população e pais. Cada vez temos mais apoio.Provamos que o governo não paga o piso e nos rouba com subsídio, parcela única, sem nossas vantagens adicionais.
Governo mentiroso!

Norma disse...

Olá Beatriz,não estaria na hora do sindicato veicular na mídia uma nota sobre a greve?Acho que seria importante até por causa do desgaste e alguns colegas pensam que não vai resolver a continuidade da greve e acabam voltando para sala de aula,isso vai enfraquecendo o movimento...e aluta deve ser até o fim.

Beatriz Cerqueira disse...

Prezada Norma,
estamos tentando viabilizar. As condições de veiculação na tv são diferentes, por isso conseguimos veicular nos meios de comunicação impresso.

Anônimo disse...

Beatriz chega de tanta democracia ta na hora de botar a chapa pra esquentar ou esse desgoverno não vai fazer nada . Sei que existe outros meios de resolver que seja agora não dá mais pra esperar . Aqui na minha cidade ja tem pais querendo saber como se organizar pra ir ate brasilia ,ja que o governo não resolve e tem pessoas da auta ajudando nos contatos.

Anônimo disse...

Beatriz chega de tanta democracia ta na hora de botar a chapa pra esquentar ou esse desgoverno não vai fazer nada . Sei que existe outros meios de resolver que seja agora não dá mais pra esperar . Aqui na minha cidade ja tem pais querendo saber como se organizar pra ir ate brasilia ,ja que o governo não resolve e tem pessoas da auta ajudando nos contatos.

Anônimo disse...

Bom dia Beatriz!
Parabens pela sustentação de seus ideais nesta campanha (LUTA), tenho acompanhado todo processo de negociação e tenho visto o descaso de nossos governantes com a Educação, temos um filho na Escola Estadual e estamos passando por este enorme desprezo e sem contar a visão de nossos filhos com o Sistema de Educação do nosso Estado, continuem lutando. Gostaria de sugerir pra vcs uma idéia que tive ontem a noite,vcs poderiam mobilizar todos os Pais, Alunos e tb os Motoristas com seus Transportes Escolares para uma grande concentração em um ponto estratégico Ex. Av. Afonso Pena numa sexta-feira a tarde, tenho a certeza que isso tocara no fundo da alma de todos Governantes do nosso Estado e do Pais tb, pensem e coloquem em ação se for possível.
Fábio,

Beatriz Cerqueira disse...

Prezado colega,
a respeito do biênio, o professor que se tornou efetivo em 2006 tem direito ao biênio desde cumpra o requisito previsto na legislação que é estar na regência.
Sugiro que você procure a subsede do Sind-UTE em sua cidade. Todas as subsedes foram orientadas a respeito dos procedimentos administrtivos e judiciais para resguardar este direito.
Atenciosamente,
Beatriz