terça-feira, 19 de julho de 2011

A nova (nem tão nova assim) estratégia do governo

Diante dos recentes acontecimentos achei que deveria fazer algumas reflexões sobre toda esta divisão em nossa categoria. Não espero convencer ninguém, apenas refletir.
Desde 2003 vivemos em Minas Gerais um forma de governar que tem se articulado muito bem e por isso tem permanecido. Um dos pilares para que a engrenagem deste projeto dtivesse êxito foi a relação com o funcionalismo público. Avalio que foram implementadas as seguintes estratégias:

1) A divisão da categoria: as várias mudanças na Legislação produziram uma categoria dividida: os "antigos" com direitos adquiridos x "novos" sem direitos, efetivos x efetivados, subsídio x Piso Salarial, etc;

2)A cooptação de lideranças sindicais ao estabelecer mecanismos de "negociação" apenas com quem não realiza mobilização, com quem não questiona, etc;

3) o enfraquecimento da organização sindical que se mantém autônoma através de campanhas nos meios de comunicação, estratégias de desfiliação, etc.

4) a tentativa de manipulação de segmentos da nossa categoria para que multipliquem o pensamento do Governo no interior da escola.

Neste momento, o governo atua forte e silenciosamente nestas duas últimas estratégias.
Explico.
Recentemente, os efetivados receberam uma correspondência no formato do contracheque informando-os de que adquiram todos os "direitos dos efetivos". Por que o Governo envia esta correspondência no momento em que a categoria está em greve, com 50% do estado mobilizado, em que travamos a pauta da Assembleia Legislativa, em que mais de 70 mil profissionais saíram do subsídio, evidenciando que o Governo não convenceu a categoria de que o subsídio é a melhor opção?
Há uma clara estratégia para desarticulação da categoria e a melhor maneira é dividí-la e enfraquecer a entidade que em 2 anos foi capaz de coordenar duas grandes greves com repercussão nacional e de denúncia da situação da educação pública.
Neste momento o governo tenta convencer os efetivados que o governo foi muito bondoso e concedeu todos os direitos, fomentando uma situação de intolerância entre colegas de escola porque passamos a enxergar que o inimigo é quem está ao meu lado.
Não fiz nenhuma postagem sobre a questão dos efetivados porque nesta greve o objetivo é o Piso Salarial Profissional Nacional. Foi por isso que as pessoas votaram e iniciaram a greve no dia 08 de junho e é por isso que estão enfrentando tudo até agora. Nesta greve há efetivos, efetivados e designados.
Mas é necessário que as pessoas avaliem a situação que o governo tem nos colocado. O sindicato não é contra efetivado, temos várias reivindicações relacionadas aos efetivados, realizamos plenárias para discussão com o setor. A mudança de lotação foi uma reivindicação nossa. Mas também não podemos mentir a respeito da situação funcional.
A situação dos efetivados não está resolvida com o anúncio e a carta do governo. No Comando de Greve realizado hoje, uma colega de Cataguases relatou que uma colega efetivada perdeu o emprego. No final de junho, outra colega, desta vez de Monte Carmelo, efetivada não conseguiu a mudança de lotação, mesmo existindo a vaga que pleiteava.
Os reais problemas como a escolaridade e a jornada de trabalho permanecem inalterados. Profissionais com pós-graduação continuam recebendo como se estudantes ainda fossem. A situação das Auxiliares de Serviço é igualmente vergonhosa: muitos têm ensino médio mas continuam recebendo por ensino fundamental incompleto. Acho que é obrigação do sindicato defender a mudança desta situação.
O governo é muito hábil. Ele afirma "estender aos efetivados os mesmos direitos dos servidores efetivos" se referindo a mudança de lotação e não disponibilização das vagas no edital de concurso. Estas medidas não garantem estabilidade, mas o discurso do governo nos faz pensar que há estabilidade, que não há diferença entre efetivos e efetivados. Temos que reconhecer a habilidade no discurso, mas a prática é diferente. O governo não discutiu critérios de mudança de lotação e organização do quadro de escola. Há uma insatisfação na categoria. Por isso há uma grande desorganização no quadro de escola, que neste momento o governo tenta atribuir à nossa greve.
Também se trabalha com a contra-informação espalhando versões que não correspondem à realidade com o objetivo de causar permanente insegurança com a informação de que se a lei acabar quem aposentou terá que voltar a trabalhar. Para esclarecer: isso não é possível, quem adquiriu o direito de aposentar não o perde porque as regras de aposentadoria estão na Constituição Federal e não em lei complementar. Já repararam como informativos de determinadas associações chegam rapidamente nas escolas estaduais, eles sempre têm o e-mail das escolas, sempre tem um cargo comissionado de superintendência que ajuda nesta divulgação?
As pessoas podem ignorar, manipular informações mas há uma Ação Civil Pública proposta pelo Ministério Público Estadual questionando a Lei Complementar 100/07. O Ministério Público é o guardião da Constituição e age independente de provocação.
Sempre afirmei que ao reivindicar a realização do concurso o sindicato também defendia o direito de efetivados e designados de concorrrerem a uma vaga de concurso público. Por isso defendemos que o tempo de serviço tivesse pontuação. Pelo vínculo, tanto efetivados e designados são temporários e não têm política de carreira. Por isso o concurso é tão importante para todos.
Em 2007 havia 96 mil servidores que foram efetivados. Destes, milhares já aposentaram, outros exoneraram, outros foram dispensados pelos critérios estabelecidos na legislação. Não são mais os mesmos 96 mil. Por outro lado há 73 mil designados. Na rede estadual são 330 mil profissionais e 380 mil cargos. Por isso a divulgação de apenas 21 mil vagas para o concurso deve surpreender e indignar todo mundo.
Os números demonstram que somos uma categoria dividida.
A melhor forma de governar sem resistência é dividir.
Precisamos de união.
Recebi a seguinte postagem não assinada:
"CARA BIA, FIQUEI MUITO FELIZ POR VOCÊ NÃO TER PUBLICADO NOSSOS COMENTÁRIOS "EFETIVADOS DA LEI 100 DESFILIE DO SINDUTE MG JÁ". ESTAMOSRECEBENDO VÁRIOS EMAILS APOIANDO O NOSSO MOVIMENTO. BREVE TEREMOS UMA GRANDE MANIFESTAÇÃO NA CIDADE ADMINISTRATIVA E ESTAREMOS DANDO TOTAL APOIO AO ANASTASIA. MUITAS PESSOAS JÁ ESTÃO TOMANDO AS PROVIDÊNCIAS PARA DESFILIAREM DO SINDUTE MG. MUITOS QUE LHE ADMIRAVAM AGORA ESTÃO DECEPCIONADOS COM VC. SE VOCÊ
QUISER ACESSAR NOSSO BLOG VOU LHE PASSAR O ENDEREÇO, MAS DESDE JÁ AVISO, NÃO
PODE FAZER COMENTÁRIOS... forasindutemgja.blogspot.com É TRISTE VER A BEATRIZ CERQUEIRA QUERENDO PREJUDICAR SEUS COLEGAS, POIS VC DEVERIA SE LEMBRAR QUE HOJE EM DIA GRANDE PARTE DOS FILIADOS SÃO EFETIVADOS... QUE TRISTEZA!"
Esta fala é do governo. Quem patrocinará os ônibus até a Cidade Administrativa será o governo. Não haverá batalhão de choque, nem cavalaria, nem cães, nem serão chamados de Harry Potter. Tentarão realizar movimentos paralelos para enfraquecer a greve que sabem que está forte e continuará em agosto.
A quem interessa enfraquecer o Sind-UTE MG e desacreditar as suas lideranças?
Observação:
Não autorizo a reprodução da minha fala da maneira deturpada como foi feita no blog da nova estratégia do governo e por pessoas que não assinam o que escrevem.

157 comentários:

Jaqueline Carla disse...

É vergonhoso vermos o quanto a corrupção está engendrada na mentalidade e nas atitudes dos brasileiros. E eu estou falando não apenas de políticos que descaradamente desviam verbas e dinheiro público, mas de servidores como nós " a classe pensante" e formadora de opinião do país que se deixa levar por idéias e atitudes tão absurdas como a do blog pró lei 100. Infelizmente eu também estou inclusa nessa pouca vergonha de lei mas trabalho dentro de minha área de formação e com muita dignidade estou pronta para concorrer com outros tantos minha vaga através do concurso. É lastimável vermos pessoas sem gabarito nenhum assumindo funções das quais não estão preparadas e pior ainda é vermos movimentos contraditórios de pessoas "fantasmas" que não tem a coragem de se quer se identificarem.
Não se preocupe Beatriz! Não é toda a categoria inclusa na lei 100 que participa, concorda e apoia esse movimento fantasma. Nós estaremos firmes aos nossos propósitos dando todo o nosso apoio a você e ao sindut.

Anônimo disse...

a estrategia do governo de dividir a categiria não funcionou bem aqui em Montes Claros. não sei de nenhuma escola aqui que não aderiu à greve. Os professores mais competentes, aqueles que seguram a barra da escola, todos aderiram. se considerarmos apenas os bons professores pode-se dizer que a adesão foi de 100%. Desejo força a voce Beatriz na luta por condiçoes mais dignas para nós professores. Esta greve não pode parar. Eu não cheguei ate aqui para desistir agora. um abraço. professor Valter. valterdacruzsilva@yahoo.com.br

vanderléia disse...

Olha Bia! Se realmente essa manifestação acontecer na cidade administrativa, infelizmente eu terei de deixar de ser educadora, pois passarei acreditar que a educação não é mais o caminho para a formação de cidadão critico, pois alguns educadores se deixam ser manipulados por governantes como o Anastasia.
CARO COLEGAS EFETETIVADOS O PIOR CEGO É AQUELE QUE NÃO QUER ENXEGAR AS COISAS DO JEITO QUE ELAS SÃO. NÓS EFETIVOS E O SINDICATO NÃO SOMOS CONTRA TRABALHADORES , SOMOS CONTRA PESSOAS E GOVERNOS QUE ENGANAM O POVO , MANIPULAM, USAM DE FORMA VERGONHOSA ESTRATÉGIAS ABSURDAS E IMORAIS.UM DIA A CASA VAI CAI E QUEM VAI SALVAR VCS VAI SE JUSTAMENTE O NOSSO SINDICATO.PODEM APOSTAR, NENHUM GOVERNO PODE ESTÁ ACIMA DA LEI FEDERAL.ACORDEM TÁ NA HORA DE VCS PROVAREM QUE SAÕ PESSOAS ESCLARECIDAS , VAMOS VIRAR O JOGO. PORQUE O PRORIO ANASTASIA SABE QUE ELE TÁ CAVANDO A SUA PROPRIA SEPULTURA, MAS INFELIZMENTE QUER LEVAR PARTE DA CATEGORIA JUNTO COM ELE.

Anônimo disse...

Com certeza quem criou este blog foi o "Valdemor" do governo. Pessoa que pensa pequeno e que atrapalhar todo mundo. Bia, você leu a reportagem do estado de Minas de hoje? "Governo de Minas terá margem maior para reajuste salarial". Estou firme na luta! Mesmo com o corte. É melhor passar por dificuldades agora, do que tê-las pela vida inteira. Força a você e toda a nossa categoria!


Eurides

vanderléia disse...

Quanto ao erro ortográfico que o governo mencionou na mídia, ele deveria também relatar que infelizmente na area da educação existem profissionais que não são habilitados em educação, não quero menosprezar esses profissionais, mais quero deixar claro que muitos estão temporariamente na aréa da educação, pois assim que se formarem na sua profissão sairão .Como cobrar educação de qualidade sendo que "qualquer outro profissional "não no sentido perjurativo, podem exercer essa profissão. Professor pode prescrever uma receita médica? Pessimos salários falta de profissionais. Acorda Minas .

Maria Joana disse...

BIA,NÃO IMPORTA COM ESSA AMEAÇA BARATA,O BLOG NÃO TEM PERFIL,NINGUÉM É RESPONSÁVEL POR ELE E OS EFETIVADOS,PELO MENOS OS MAIS CONSCIENTES ESTÃO NA LUTA, QUEREMOS MAIS VAGAS NO CONCURSO PARA MOSTRAR PARA OS EFETIVOS QUE SOMOS CAPAZES E NÃO QUEREMOS ESMOLAS DESSE GOVERNADOR FORA DA LEI.REZO POR VOCê!

Anônimo disse...

BIA, TODO MUNDO JÁ CONHECE A ESTRATÉGIA BARATA DO GOVERNO FORA DA LEI. INCLUSIVE DENTRO DA SRE DE ARAÇUAI TEM FUNCIONÁRIA EMPENHADA TÃO SOMENTE EM FILIAR FUNCIONÁRIOS DAS ESCOLAS NUM OUTRO SINDICATO QUE É DO GOVERNO,ELA APROVEITA AS DIÁRIAS A SERVIÇO DA SRE PARA FILIAR PESSOAS EM TODAS AS CIDADES DA REGIONAL, AQUELE QUE O SINDUTE CORRE ATRÁS DOS BENEFÍCIOS MAS NA HORA DE ANUNCIAR AS CONQUISTAS O GOVERNO PASSA PRA ELES. ELES DEVERIAM ERA TOMAR VERGONHA NA CARA E TRABALHAR PARA CATEGORIA. A EDUCAÇÃO NÃO VAI PRA FRENTE POR CAUSA DESSE POVO QUE PENSA BARATO.

Marizete Barcelos disse...

Cara Beatriz sou efetiva passei por vários concursos e estou em exercício em 2 cargos num dos quais tenho 21 anos de magistério! Quero deixar aqui meu apoio ao SindUTE, sou filiada desde quando era designada... e não concordo de ter passado por concurso e agora qualquer um chegar na escola e ganhar até mais que eu!!!! A lei FEDERAL é soberana!!!!
O estado sabe que uma hora vai cair esta máscara de efetividade! Parabéns pelo BLOG e pela atuação como diretora do sindicato!!!!

Anônimo disse...

Beatriz,boa tarde!!
Sou efetivada, se eu tenho os mesmo direitos dos efetivos, como a professor(a) perdeu sua vaga?se algo assim acontecer comigo, tenho como recorrer já que ele(governador)espalhou aos quatros ventos que eu sou igual a um concursado?E você está certíssima e assim que ele ganha a greve!nos dividindo!!não irei desfiliar, mas confesso,prefiro ter minha vaga garantida do que participar de um concurso!quando fiz o último concurso na minha área em 2001, muitos colegas antigos ficaram a ver navios!colegas de 20 anos de profissão!eu passei,era a terceira da lista, seria chamada, se o governador não tivesse caducado o concurso!entramos sem nenhum ponto e o que aconteceu!colegas recém formados entraram,eles estavam atualizados,nós que estamos na ativa não temos muito tempo para estudar e nem dinheiro para pagar cursinho!Por isso que sou a favor dos efetivados a terem suas vagas garantidas!os critérios que foram errados!!é ilegal, nada, temos muitos professores efetivos neste mesmo modelo e ninguém fala nada,muitos já estão até aposentados!!Na política é tudo pelo individual, o que não deveria acontecer,porque tem que ser para o coletivo!!neste momento estou olhando para o meu lado, pq já tenho 21 anos de trabalho e ainda estou na corda bamba!!MAS EU ESTOU EM GREVE!PQ ESSA GREVE É PELO PISO!
MUITA FORÇA BEATRIZ!!
MARIA DO CARMO- CONTAGEM

Ricardo disse...

Bia,

veja o último post no blog do Euler. O titulo do post é: "Pela unidade na luta! O Sind-UTE/MG somos todos nós!"
No blog ele dá a possibilidade para que todos possam manifestar seu apoio ao nosso sindicato.

http://blogdoeulerconrado.blogspot.com/

Um grande abraço e força na luta!

Que Deus a abençoe sempre.

Anônimo disse...

Carlos Moraes(Montes Claros):
Olá Beatriz:
COMPANHEIRA DE LUTA!Cada vez mais ficamos admirados com a sua lucidez e capacidade de análise do momento complexo pelo qual passamos.Beatriz, precisamos investir mais em formação política e sindical por parte das subsedes, e a sua contribuição e de tantos companheiros lúcidos é fundamental para a organização do nosso SIND-UTE AQUELE QUE DE FATO E DE DIREITO NOS DEFENDE.CONTINUE O SEU LINDO TRABALHO, POIS BREVE COLHEREMOS OS FRUTOS.
No mais, FORÇA, LUTA , PERSEVERANÇA E GARRA PARA CONQUISTARMOS O PISO!!!!
VALEU BEATRIZ!!!!
SAUDAÇÕES FRATERNAS!!!

Ernani Prado. disse...

Prezada Bia.
Paz e Bem.
Parabéns pela luta do Sind-Ute para que a Lei seja cumprida.
Infeliz daquele que usa da mentira e do anonimato.
Abraços.
Ernani Prado.

Anônimo disse...

BIA, PARABENS PELO MOVIMENTO GREVISTA, PRINCIPALMENTE PELA LUTA DE MAIS VAGAS NO CONCURSO, A LEI 100/2007, TEM QUE ACABAR, É INCONSTITUCIONAL...

Anônimo disse...

Desculpe me a Joana ao relatar que tem provar aos efetivos que os designados são capazes.Isso não é necessário a nós efetivos, o que importa é encarar o concurso e conseguir efetivar dentro da lei para não ficar como os efetivados estão sem total segurança,não sabendo em quem confiar.

Anônimo disse...

Desculpe me a Joana ao relatar que tem provar aos efetivos que os designados são capazes.Isso não é necessário a nós efetivos, o que importa é encarar o concurso e conseguir efetivar dentro da lei para não ficar como os efetivados estão sem total segurança,não sabendo em quem confiar.

benhur disse...

Beatriz dei uma olhada lá no blog dos efetivados e só tem 1 MEMBRO RSRSRSRS!!!!!O GOVERNO MOSTRA CADE VEZ MAIS COMO É BAIXO E COVARDE ! FORÇA ! GREVE !!!!

SÉRGIO RABÊLLO disse...

Prezada Beatriz. Mais uma vez venho parabenizá-la por sua luta, colocando-me, mais uma vez, à sua disposição para ajudar no que for necessário. Dia 14 de julho, completei 30 anos de serviço e, como sai do subsídio e voltei para o vencimento antigo, recebi um comunicado, em meu demonstrativo, que meu salário, com todas as verbas de vale refeicao, transporte e quinquenios, passará para R$ 1041,00. Gostaria que você publicasse esse comentário para que todos vejam a realidade em que vivemos hoje. Lutei muito e hoje também sou advogado, onde fico muito triste em ver colegas na escola, que deveriam lutar por seus direitos e ensinar aos alunos a serem verdadeiros cidadãos, estão enganando a eles mesmos, quando a profissão que eles escolheram somente será valorizada com a greve, pois o governo não dará nada de mão beijada, como nunca fez. Novamente, parabéns Beatriz. Pessoas como você é que ainda me fazem acreditar na mudança do nosso Brasil. Força e Fé. Deus sempre estará acompanhando você até a vitória.

Anônimo disse...

“Mais importante foi que começou a ter uma organização pela base.
Ser professor se transformou em uma definição de dignidade.
O que é ser um professor digno? É aquele que não permite que atropelem
os seus direitos, mas também não permite que atropelem os direitos dos demais”

“A luta é necessária. Com nossas marchas e mobilizações
estamos colocando nosso pequeno grão de areia para a transformação desde país”

Fragmentos extraídos de alguns depoimentos do filme Granito de Arena

Anônimo disse...

“Quando o professor luta, ele também está ensinando”

Fragmentos extraídos de alguns depoimentos do filme Granito de Arena

Anônimo disse...

Oi Beatriz!
Totalmente sem propósito essa nova investida do GOVERNINHO.
Qualquer divisão só pode beneficiar as artimanhas do governinho. Quem teria interesse então em nos divdir??
É muuuito óbvio!!
Força e até a vitória!

Professora disse...

Olá, Beatriz. Quanto ao post, se grande parte dos afiliados são efetivados, devemos lembrar que GRANDE parte são efetivos. E os designados? Enfim, não podemos aceitar esse tipo de chantagem. Há efetivados conscientes, em greve e até contra a LC 100. Ninguém está contra efetivados, tenho colegas muito competentes que são efetivados. Ser contra a LC 100 que é inconstitucional é outra coisa. Todos deveriam ser contra, afinal, se queremos o cumprimento do piso, porque é Lei, como não querer o fim da Lei 100 que é contra a lei?
Continue firme, há muita gente que confia em você!
Um abraço.

PS: Fui olhar o tal blog. Ele é, no mínimo, ridículo. Não vamos perder tempo com aquilo.

Falete, Coronel Murta disse...

Amiga Bia,
vejo a cada momento o quanto a sua forma de liderar perturba este governo.
Nossa!!!! Agora nova estratégia deles, resolveram criar um blog pra jogar um contra o outro?
Bia, pode ter certeza que as suas palavras têm muito mais força.Sou EFETIVADA e adorei a forma que vcoê dirigiu a este "ANÔNIMO". O seu blog, este sim, tá bombando, somos muito mais fortes e sensatos , graças a Deus e A ESTE NOSSO SINDICATO QUE NUNCA MEDIU ESFORÇOS PARA LUTAR PELA CATEGORIA.
Beijos, até dia 03 de agosto na praça da Assembleia.

Anônimo disse...

Bia
Não acredito que este Blog tenha partido de colegas. Isto é coisa de gente do governo tentando "baixar a nossa moral". Estamos vendo o desespero desta gente má, covarde, que usa golpes baixos, que se recusam a negociar o Piso por que sabem que se negociarem agora, muitos que ainda não se convenceram a voltar a carreira antiga, voltarão em grande quantidade antes do dia 06/08. Quando este prazo acabar eles vão negociar o Piso.
Esta divisão não fomos nós que criamos. Vamos fazer de tudo para que isso não impeça nossa vitória.
Esperamos que os efetivados tenham bom senso de entenderem que só o curso público traz estabilidade e garantia de emprego. Não por que vc e eu queiramos, mas por que está escrito na Lei Maior do País: Constituição Federal. Ela não será rasgada em MG. Esta verdade os efetivados precisam saber.
Firmes na Luta, até a vitória, mesmo se houver corte de pagamento.
Tiradentes e outros "perderam" uma encarnação lutando pela nossa Liberdade. Um mês, dois, três meses sem salário não é nada. Já estou providenciando a suspensão dos meus cheques pré-datados. Vamos fazer campanha de doação de gêneros alimentícios na Av. principal de cada cidade. Fome nós não vamos passar. Vamos arrecadar dinheiro para pagar conta de luz e água ou melhor vamos pensar numa ação jurídica preventiva junto as concessionárias, pois não estaremos podendo pagar devido ao corte do salário (se houver).As outras contas podemos renegociar.
Nós não vamos nos curvar ao autoritarismo de Anastasia e companhia.
Estamos juntos e vamos trabalhar muito, visitando novamente as escolas no início de agosto para aumentar a greve.
Abração
Sidilúcio Ribeiro Senra
Leopoldina

Cidinha/Jaíba disse...

Bia, estamos firmes! Sabemos que essa deve ser mais uma ação desesperadora do governo. Tadinho...
Continuemos firmes! Rumo ao PISO!

Edilson Luiz de Souza disse...

Beatriz,creio que o Sindicato não tinha intenção de começar esta greve agora.Dá a impressão que algumas subsedes estão fazendo corpo mole com a greve.Até agora o pessoal de Governador Valadálares não veio em minha região conversar com os professores.Sou efetivado pela lei 100 e sou a favor do concurso,porém,com a divulgação de todas as vagas.Entre acreditar no pior sindicato que poderia existir(não é o caso do Sindute)e acrditar no governo,prefiro ficar com o sindicato.É impressionante e revoltante a forma do PSDB governar.São políticos mentirosos e manipuladores que causam náuseas.Fico muito triste ao saber que alguns colegas votaram nos mesmos no ano passado depois de tanto terem nos prejudicado.Lembro aos efetivados(inclusive eu),que quando o governo fala de igualdade entr efetivados e efetivos,ele não fala nada sobre férias- prêmio.Edilson,Virgolândia.

Anônimo disse...

Parabéns pela sua liderança, finalmente alguém que nos dá segurança para lutar com convicções. que Deus te abençoe sempre colega.Continuarei na luta e também orando por todos esses guerreiros que não desistem.

Anônimo disse...

Estou boba!!! Que coisa triste!
Sou efetivada e estou na luta. Força Beatriz e demais colegas!

Ronei Professor disse...

Olá Bia, é com tristeza que analiso certas atitudes e comentários de pessoas como nós, trabalhadores, batalhadores, que passam por dificuldades todo dia por causa da grande exploração a que somos submetidos por parte da maioria de nossos representantes, e ainda insistem em estar do lado destes que nos escravizam, que nos prejudicam pela falta de investimentos nos postos de saude que nós usamos, na escola que nós e nossos filhos estudamos, dentre outros serviços que são essenciais para nós, os pobres, os trabalhadores assalariados, e num momento desse de luta para que se cumpra uma lei maior, vemos um comentário desses. Deve ser um deles ou nunca leu a Constituição. O governador parece que não está nem aí com a Constituição, vive fazendo leis inconstitucionais e o que mais me deixa indignado é que as leis inconstitucionais do governo sempre valeram em Minas. Vivemos num mundo paralelo ao desses governantes e seus ajudantes elitizados. tudo que precisamos é com muita dificuldade e nos momentos de luta, muitos de nós se aliam a eles. Na hora de comemorar a vitória, eles nem querem saber de pessoas como nós, pelo menos eu não me lembro, aí somos obrigados a cair na realidade, no nosso mundo de luta e dificuldades pra tudo que precisamos, saude, educação, segurança, etc. um dia, seremos mais fortes que as estratégias dos governantes, que as propagandas que fazem uma verdadeira lavagem cerebral, e diminuiremos as distâncias entre o nosso mundo e o deles. Parabéns aos que lutam!

vida de professor disse...

Olá Beatriz, estamos com vc... não se deixe abater com esse blog.... agora também tem uma coisa, se eu fosse efetivada ficaria ao lado do governo, afinal efetivar sem concurso.... só em minas mesmo né... por isso te peço se possível informações a respeito de como vai ficar essa lei, é um absurdo, vamos fazer um concurso com a maioria das vagas omitidas por causa da lei 100, o que o sindicato tem feito a respeito disso e do concurso? Outra coisa que meus amigos gostariam era de poder fazer prova para ATB de manhã e para professor a tarde, só que no edital não permite, será que nao podemos contestar?
enfim.... nos dê notícias sobre esse péssimo edital....
bjos

Ronei Professor disse...

Olá Bia, o governo vai jogar pesado. Ele sabe o quanto nós recebemos. Nosso salário mal dá para nossas necessidades básicas. Ele vai tirar nosso alimento, nossas condições de comprar remédios. Ele vai tirar o alimento de nossos filhos, mas juntos seremos fortes e superaremos essas dificuldades. Afinal, já estamos acostumados com dificuldades. Com corte ou sem corte, é greve... Esta luta deve ser de todos, trabalhadores, pais e alunos. é hipocrisia falar em qualidade da educação com uma realidade destas a que o governo nos submete. QUALIDADE DA EDUCAÇÃO = VALORIZAÇÃO DO PROFISSIONAL. QUALIDADE DA EDUCAÇÃO = INVESTIMENTO. Se o professor quiser melhorar sua prática, tem que pegar parte do pouco que ganha para pagar faculdade... Assim tá difícil... Pense nisso!

Gracieusa Brito disse...

Bia,

Esses sem noção não entendem que quem está no SIND-UTE E COM O SIND-UTE são os FORMADORES DE OPINIÃO e que sabem bem o que quer e vivem pra ver acontecer. Não será esse tipo de "coisinha" que vai "derrubar" o sindicato, jamais. A história do SIND-UTE é muito consistente e divide o antes e depois do MAGISTÉRIO MINEIRO. Já tivemos grandes conquistas. E como sempre digo aos meus amigos, O SINDICATO SOMOS NÓS, temos que ser fortes pra termos representes a nossa altura. E, mosdéstia a parte, esta represente é VOCÊ.

ILVANI-VARZELÂNDIA disse...

Beatriz, sou efetivo em dois cargos, minha mulher é efetiva em um e efetivada(lei 100) em outro. Sempre achei que a melhor solução para os efetivados é o concurso, da forma como o sindicato defende. Se eu resolver achar que a lei 100 se sobrepõe à constituição, então, por coerência, não posso achar que a lei do piso nacional é maior que a lei do subsídio. Pessoas que pensam diferente disto, acho que nem entraram na nossa greve. Eles agora estão se movimentando por medo de fazer o concurso. A maioria dos efetivados são inteligentes e sabem que a efetivação através da lei 100 foi um jeito que o governo deu numa situação específica e que os favoreceram naquele momento e que agora o governo está tentando aproveitar a situação e usar esse pessoal para dividir nossa categoria. Infelizmente, sempre tem pessoas, em todas as classes, que, de posse de uma vantagem, não querem largá-la, mesmo sabendo que é ilegal. Aos efetivados pela lei 100 e que entendem a situação e participam da greve, meus sinceros respeitos e admiração. Parabéns para você Beatriz pela condução da nossa greve e parabéns para você Maria Joana, que escreveu acima, com muita coerência.

Alexandre- Jaboticatubas disse...

Beatriz,
Não podemos cair em mais uma armadilha do governo, estes atos demonstram que estamos incomodando muito. É hora de fortalecer ainda mais a nossa greve! Gostaria de registrar aqui, Assembléia que realizamos no último sábado aqui em Jaboticatubas para a filiação da Rede Municipal de Educação. Na oportunidade estiveram conosco os companheiros Luiz Fernando, Andreza e Welsheman. Em nossa região tenho certeza que iremos trabalhar muito para o fortalecimento de nossa luta e de nosso sindicato.
Força na luta!

Anônimo disse...

Muito ridículo o blog ao qual você fez referência, Beatriz.
Uma clara tentativa de prejudicar o SindUte-MG e a mobilização dos professores que lutam pelo piso salarial.
Se for comprovada a participação ou a relação do governo com este movimento desarticulado, isso mostra o quanto Anastasia e seu grupo são baixos, sujos e covardes.
Quanta imundice, quanta covardia...

Rodolfo.

Anônimo disse...

Sensata companheira de luta Beatriz.Graças ao seu espirito combativo e consciente de quem não se vende,estamos caminhando no rumo certo para conquistar a nossa sofrida vitória sobre todos os poders de MG.Tudo o que vem acontecendo prova isso,basta verificar a insanidade do poder judiciário ao contestar a liminar sobre o corte de greve.Nos primeiros dias de Agosto verificaremos que os acontecimentos nos serão favoraveis.

Anônimo disse...

”Quando os que mandam perdem a vergonha, os que obedecem perdem o respeito”.
Gente, vamos parar com essa guerrinha boba, essa falta de respeito, isso pode nos atrapalhar, não podemos perder o foco (Piso). Devemos lembrar que nós grevistas estamos lutando pelos direitos dos PROFESSORES, não importa se somos efetivos, efetivados ou designados. Se nós grevistas ganharmos ou perdermos, ganharão ou perderão toda uma categoria.
Aos efetivados, ao invés de ficarem doídos quando alguém fala a verdade (que as 96.000 deveriam ir para o concurso), deveriam pegar os livros começar a estudar provando para vocês mesmos que são pessoas capazes e que não precisam de vagas “arrumadas”.
Querida Beatriz, não deixe se abater com esses comentários infelizes, parece que tem “colegas” de profissão torcendo contra o nosso movimento (até parece que estamos reivindicando algo só para nós grevistas). Que Deus a proteja hoje e sempre!
PROFESSORA Renata

Jose Antonio de paiva marcos disse...

Devemos resistir até o fim não existi luta sem sacrificio. Esse governador ditador irá cair e amanhã há de ser outro dia. Até a vitória

Anônimo disse...

Bia, não desanime, o que vem de baixo não o atinge. Fique firme, você e nós venceremos, se Deus quizer.

Anônimo disse...

Àqueles que não fazem parte da profissão de educador.
Como educadora que sou, há muitos anos e com o comprometimento que sempre tive em minha profissão, minha vida profissional me dá respaldo para o que vou dizer. Não acredito mesmo que esses mexericos e fofocas estejam partindo de educadores, porque essas atitudes são muito vis. Educador pensa grande, ministra cidadania em suas aulas e tem que saber para ensinar o que é defender os direitos de um cidadão. Por isso, quando vi pipocando pela internet os comentários relativos a um blog que tenta desunir a categoria não quis acreditar, como não quero acreditar. Neste momento é hora de nos unir e não de nos digladiar pela internet ou por qualquer outro suporte de comunicação. Ontem, para quem viu a entrevista do governador com o renomado jornalista Luiz Nassif, numa pergunta sobre salário ele fez um paralelo entre a profissão no passado e a profissão no presente e mencionou que as professoras do passado saíram da elite, eram bem formadas, por isso ministravam um ensino de qualidade e numa comparação torta, disse que agora com a democratização da escola, há muitos alunos e muitos professores, por isso não se pode pagar bem. Mas qualquer pessoa com a mínima capacidade de entendimento viu que comparação ele fez. Os educadores de antes eram bem nascidos, já os de agora são educadores pertencentes á classe baixa da sociedade, assim como os alunos que na escola se encontram, logo para esses cidadãos o que está sendo dado já é o bastante. Entendeu o discurso?! Então, minha gente, atente-se para o que está oculto, procurem se valorizar, caso contrário vão ser vistos pelos governos, pais e sociedades como profissionais de 5ª categoria e que se vendem na hora de lutar pelos direitos, por isso tomem cuidado nossa dignidade nunca pode estar à venda, caráter a gente não leiloa, cuidado com essas posturas, é isso que o governo quer, será que não atinaram para isso, logo vocês educadores. Cuidado, porque certamente há alguém adorando ver essa guerrinha, enquanto isso gastamos energia e nos dispersamos com coisas bobas. Fiquem atentos, educador é gente inteligente, como é que cai numa dessa! Mas continuo dizendo, não acredito que tem educador metido nessa BAIXARIA, isso não é perfil de educador, mas de qualquer forma vai o conselho, quem sabe?!

chris disse...

Boa tarde BEatriz. PARABÉNS!
Não se deixe abater por um facker desse tipo. É tão lastimavel ver e ler esses comentarios! Mas creio que isso não veio de um educador.
Como alguem posta em um blog noticias tão descabiveis e tão tem a coragem de se mostrar? Nem o unico seguidor mostrou sua cara?
Como tem coragem de usar nomes de pessoas que estão lutando juntos pelos mesmos ideiais?
É lamentavel ver o que esse governo cara de pau tem coragem de fazer.
Estamos todos juntos. Pelo piso, pela qualidade da educação, por Minas Gerais e seus professores.

Anônimo disse...

Colegas por favor , não se deem ao trabalho de verificar o blog contra nosso SIND-UTE.O que querem é se promoverem, sabem que nossa greve está forte e que nada vai nos impedir de continuar a luta.

Anônimo disse...

Sou Efetivada e não acredito em quem escreve e não assina por um motivo: estes colegas se fizerem isto não terão que enfrentar mais este governo e sim aceitar as migalhas que ele veem dando. Acredito no serviço público de qualidade por meio de concurso público e não decretos que podem se disolver com o passar de governos.
Os efetivados precisam entender que há direitos e deveres que devem ser seguidos por um estado e não um governo que manda e desmanda.
Não percebem que é na escola que eles vão ficar e Anastasia vai passar. Precisamos nos unir colegas cada vez mais! Força BIA
Marisa Machado

Maria Aparecida Sanches disse...

À coordenação do Sindute-MG:
Está na hora do contra-ataque nos horários nobres das tvs brasileiras. Vamos passar a "bola" desta greve para o governador Anastasia. Se o mesmo pagar o piso, que é lei, a greve termina; senão, continuará por tempo indeterminado.

Anônimo disse...

Certamente esse comentário foi patrocinado pelo próprio governo ou por suas "marionetes".
Beatriz, acredito na sua competência, admiro a forma que está conduzindo os rumos dessa greve, sem dúvidas estamos muito bem representados!
Sou formado em História, com pós-graduação em História do Brasil em 1998,fiz o concurso e fui aprovado no primeiro concurso que houve após a conclusão do meu curso, acredito que em 2002, porém por questões pessoais não assumí, e fiquei "fora" do estado por alguns anos.Quando retornei tinha perdido biênios, gratificação por pós-graduação,etc e por fim me "jogaram" na tal lei 100.
Sou favorável ao fim da lei 100 vergonha, e um concurso sério.
Sou também designado por outro cargo e estou de greve desde o primeiro dia(8 de junho); e só volto quando conseguirmos o PISO.
TOTAL APOIO Á NOSSA GREVE!TOTAL APOIO A VOCÊ, NOSSA LÍDER E UMA VAIA SONORA AOS PELEGOS E AO (DES)GOVERNO.
COM LUTA, COM GARRA , O PISO SAI NA MARRA!!!

Anônimo disse...

Beatriz; que grande estratégia, digna de publicação internacional, mostrando quão lutam pelo vazio.Não funcionará, mesmo porque, os efetivados estão querendo o piso como nós.Nós também estamos a favor que o governador PAGUE O PISO SALARIAL NACIONAL.Que governador teimoso, parece até que nunca esteve na escola, ou seja não aprendeu nada. Ontem ele (o governador mineiro, será? Porque quem é mineiro tem amor a Minas)foi entrevistado na TV BRASIL. Esta entrevista, deveria ser colocada no yotube, no yokurt e em muitos blogs, porque "coitado" do entrevistador, quase caiu da cadeira de escutar tanta enrolação Ele é um factóide,enrolão, despreparado, incompetente, e bobo,pensa que vai nos enganar. Ele esqueceu de que está governando um estado mais rico do Brasil. Aqui em Minas tem todas as riquezas que tem no mundo, só que está sendo governado por falantes sem causa, estão perdidos, não sabem o que fazer. Só sabem carregar como formigas para outros estados, as riquezas que aqui tem.Por isso que somos o terceiro estado e não o primeiro.deveríamos aproveitar e exportar o sr Governador para a Sibéria, vodka e gelo.Continuamos na luta, não tem para o Governador e governantes. E,a greve continua.Somos fortes,BRASIL, MEU BRASIL BRASILEIRO, VAMOS CANTAR OS TEUS VERSOS E ETC.bEIJOS PARA O NOSSO SINDICATO.

Maria - história disse...

boa tarde Beatriz.
A estratégia de dividir a categoria para nos enfraquecer, utilizada pelo governo é evidente. O governo aposta na nossa desinformação, julga sermos incapazes de interpretar uma simples lei.
Menosprezar a inteligência e duvidar da capacidade de discernimento é uma das maiores ofensas que se pode fazer a qualquer pessoa, especialmente a um educador.
Não se preocupe, ao contrário do que o governo pensa, ele esta lidando com pessoas conscientes dos seus direitos e determinadas a lutar por eles. Que não vão abrir mão dos direitos adquiridos. Vamos lutar para que direitos como estabilidade, quinquênios, biênios, adicional trintenário,férias prêmio... Sejam estendidos a todos os educadores.
É esta a igualdade de direitos que desejamos e é por ela que lutamos

Anônimo disse...

Maria - história disse...
Boa tarde Beatriz.
A estratégia de dividir a categoria para nos enfraquecer, utilizada pelo governo é evidente. O governo aposta na nossa desinformação e julga sermos incapazes de interpretar uma simples lei.
Menosprezar a inteligência e duvidar da capacidade de discernimento é uma das maiores ofensas que se pode fazer a qualquer pessoa, especialmente a um educador.
mas, ao contrário do que o governo pensa, ele esta lidando com pessoas conscientes dos seus direitos e determinadas a lutar por eles. Que não vão abrir mão dos direitos adquiridos. Vamos lutar para que sejam estendidos a todos os educadores.
É esta a igualdade de direitos que desejamos e é por ela que lutamos
19 de julho de 2011 13:33

Anônimo disse...

Maria - história disse...
Boa tarde Beatriz.
A estratégia de dividir a categoria para nos enfraquecer, utilizada pelo governo é evidente. O governo aposta na nossa desinformação e julga sermos incapazes de interpretar uma simples lei.
Menosprezar a inteligência e duvidar da capacidade de discernimento é uma das maiores ofensas que se pode fazer a qualquer pessoa, especialmente a um educador.
mas, ao contrário do que o governo pensa, ele esta lidando com pessoas conscientes dos seus direitos e determinadas a lutar por eles. Que não vão abrir mão dos direitos adquiridos. Vamos lutar para que sejam estendidos a todos os educadores.
É esta a igualdade de direitos que desejamos e é por ela que lutamos
19 de julho de 2011 13:33

Maria Inês Garcêz Fonseca disse...

Bia, boa tarde!
Tenho 32 anos de serviço neste Estado.Hoje sou ATB4N (viu, meu tempo de serviço não está todo considerado na reposição; tenho ensino superior completo)e vejo o quanto a Educação tem piorado desde a chegada do Aécio. Tem muita gente que se acha "presenteada" com a Lei 100, inclusive diretor de escola. Mas muitos sabem que estão sendo prejudicados.
Vamos à luta, não tenhamos medo pois nossa causa é justa.
Que Deus lhe dê forças e coragem. Saúde e paz.
Boa noite,
Maria Inês.

Maria Inês Garcêz Fonseca disse...

Bia, boa tarde!
Tenho 32 anos de serviço neste Estado.Hoje sou ATB4N (viu, meu tempo de serviço não está todo considerado na reposição; tenho ensino superior completo)e vejo o quanto a Educação tem piorado desde a chegada do Aécio. Tem muita gente que se acha "presenteada" com a Lei 100, inclusive diretor de escola. Mas muitos sabem que estão sendo prejudicados.
Vamos à luta, não tenhamos medo pois nossa causa é justa.
Que Deus lhe dê forças e coragem. Saúde e paz.
Boa noite,
Maria Inês.

Flávio disse...

Beatriz, o acórdão será mesmo publicado em 1º de agosto? Precisamos ter certeza sobre essa informação, ela fortalecerá nossa greve.Nesse vídeo o Deputado Padre João cita que o acódão será publicado nesta data. Acessem: http://www.youtube.com/watch?v=l3nio5V2PSQ e vejam.

Gabriel - Geografia disse...

Estou firme na luta, mesmo com corte agente tem que se unir e mostrar a toda sociedade a veradeira "face" do nosso governador fora da lei.

Professores não são objeto de brinquedo do governo!

www.eduminasgerais.blogspot.com

boa sorte a todos os professores

Anônimo disse...

BLOG DO EULER MANIFESTA APOIO AO sIND-UTE/MG

gelson disse...

Efetivado ou efetivo, o que importa? Seremos pombos saltintantes com migalhas até quando? Enquanto o Sr. Anastácia desfila e divulga na mídia que Minas cresce mais que o "resto" do país; onde está o judicíario que não se faz cumprir uma lei federal. Se tem receita sobrando vamos dividi-la, a valorizar a merecida categoria, que a muito vem sendo desvalorizada.

Helcilene/Brasília de Minas disse...

Boa noite Beatriz...
Acredito que se a greve continuar em agosto estaremos juntos para reforçar o movimento. Os lideres sindicais deveria visitar as escolas que não estão em greve e propor a não abertura em agosto. Este para mim é o mês mais propício para uma greve. Temos o Enem e os 200 dias para cumprir. Todos deveriam colocar uma faixa bem grande na portaria da escola avisando sobre a greve e não permitir que nenhum professor fique fora do movimento.
Devríamos também anunciar em canais de TV para ter mais abrangência no país.

tereza disse...

Força Bia, vc não está sozinha!

Anônimo disse...

Colegas , essa armação é bem semelhante a que vivemos durante o período militar onde os inimigos passaram a ser os próprios brasileiros.
(Lei de Segurança Nacional é uma lei que visa garantir a segurança nacional de um estado contra a subversão da lei e da ordem.)E todos sabemos que isso não saiu de dentro de nossa categoria , parece coisa de pau mandado , coisa de gente da APPMG e até do sô mário.Por isso força na luta.

Para sair desse antro estreito
Façamos nós com nossas mãos
Tudo o que a nós nos diz respeito

Paulo Andrade disse...

É uma vergonha se quem criou aquele blog for da nossa categoria. Sou efetivado, mas não tenho nenhuma esperança de que essa LC passe por cima da Constituição. Até porque não quero "esmolas" como disse acima Maria Joana. Se o governo fosse realmente justo, deveria disponibilizar nossas vagas no concurso e, quem sabe, pontuar o tempo de efetivação. Até aí tudo bem. Mas continuar na situação de efetivado é tão inseguro quanto situação de designado.
Devemos continuar fortes até o governo perceber que pode comprometer o ano letivo, principalmente se ele fizer o corte. Aí não pago uma hora/aula sequer. Quem vive de empréstimo, como a gente, não se importará de fazer mais um para pagar as contas de agosto.

Heloisa disse...

Bia, não vamos fraquejar por causa de um blog destes. Vamos continuar a nossa luta, pois, só nós sabemos da importância de união neste momento.
Heloisa - Uberlândia

Wilma - São Miguel do Anta - MG disse...

Beatriz,
Esse governador mineiro é um estrategista, pena que não consegue elaborar estratégias para o pagamento do nosso PISO SALARIAL. Não acredito que este blog cujo nome prefiro não mencionar porque me causa nojo, tenha credibilidade e apoio de algum EDUCADOR. É realmente uma apelação, uma baixaria, uma vergonha. Está claro que querem destruir a nossa categoria porque estamos a cada dia mais fortes e unidos. Então nos tornamos uma "ameaça", pois EDUCADOR UNIDO é um PERIGO! Querem enfraquecer o nosso movimento. Tenho certeza que qualquer profissional da educação, não importa a forma de vínculo, seja efetivo, efetivado ou designado, todos têm a consciência de que só conseguiremos sucesso nas nossas reivindicações se pertencermos ao nosso Sindicato (Sind-UTE. O Sind-UTE/MG é uma entidade muito respeitada e reconhecida, não só entre os educadores mas por todos os segmentos da sociedade.
Parabéns a todos que lutam e acreditam na entidade (Sind-UTE) que só existe porque nós EDUCADORES fazemos parte dela. Os profissionais da educação, jamais poderão deixar que "alguém", que pessoas maldosas e descompromissadas com a valorização do profissional e da educação, destruam a nossa categoria, o nosso movimento, a nossa entidade, o nosso SINDICATO. Força na luta e na conquista pelo PISO SALARIAL!
Um forte abraço a você e a todos os EDUCADORES!
Wilma

Anônimo disse...

Ei Beatriz,

O caso do corte de ponto de SC foi parar no STj, este, julgando-se inapto para "julgar" a liminar, repassou para o STF. RSRSRS! O gov de SC considera como "grave lesão à ordem" praticar o pagamento de servidores em greve.

Olha o site:
http://www.stf.jus.br/portal/cms/verNoticiaDetalhe.asp?idConteudo=184643

Eurides

Anônimo disse...

no começo deste ano mudei de escola por mudança de lotaçaõ. Sou concursada, mas e agora como ficará minha situaçao na forma çao do quadro de escolha de turma na escola? ficarei atrás de todos ou necessitarei entrar na justiça pelo meu direito?

Clayton Ricardo disse...

Essa turminha é tão covarde que já retirou o blog da rede criado por um tal de "Júnior". Principalmente por causa da péssima repercussão. E qualquer pessoa ao entrar com uma ação poderia saber de qual IP foi criado o site.

Anônimo disse...

Beatriz,
Essa "nova estratégia" do governo é porque estamos incomodando. Ele quer lidar com marionetes e nós EDUCADORES já provamos que não somos bonecos e sim seres humanos que sabem muito bem dos seus direitos e como lutar para conquistá-los. Não é este o modelo de EDUCADOR que o nosso governador quer e precisa. Como ele é ditador, quer manipular tudo e todos, então nós, EDUCADORES conscientes, pensantes, atuantes, formadores de opinião não agradamos ao nosso SENHOR FEUDAL. Os EDUCADORES e a EDUCAÇÃO de Minas precisam do Sind-UTE, porque juntos, transformaremos este triste, lamentável e vergonhoso cenário em que se transformou o estado de Minas Gerais. O governador precisa enxergar que nada mudará o foco da nossa luta. Somos profissionais e sabemos o que queremos! Ele que vá comandar os seus "subordinados", os seus "servos", "capachos", não estudamos uma vida inteira para prestar a estes papéis...
Abraços e firmeza na luta pelo PISO SALARIAL!

Anônimo disse...

Bia, fique firme na luta que depois de você tem uma galera que te apoia e está firme na greve.
Quanto a esse Blog aí, deve ser coisa do governo mesmo que tem se mostrado um fraco, imaturo, sem personalidade e de péssimo gosto em suas falas e colocações; ele teceu um labirinto tão grande e diabólico que agora nem ele mesmo consegue encontrar a saída... A gente paga para ver como ele vai sair dessa e pode cortar o salário, que a gente paga ainda para ver...

Ronei Professor disse...

Que vergonha aquele blog... tentando jogar os efetivados contra o sindute. os efetivados tambem sao servidores e estao passando pelas mesmas dificuldades impostas pelo governo. Felizmente ninguem apoiou aquela tentativa de desunir nossa categoria. JUNTOS SOMOS MAIS. Nosso inimigo é um só... o governo opressor, fora da lei, protegido pela lei, pela imprensa, ufa... Que luta desleal, mas venceremos, pelo bem de nossos alunos, que vençamos rápido... "QUEM EDUCA DEVE LUTAR"...

Anônimo disse...

É isso ai Beatriz.

Conspiração pouca é bobagem!!

Vou reconhecer; isso tudo me deixou bem frustrado e desorientado. Tanta sujeira de nossos governos!! e agora nós estamos pagando por isso!!MEU DEUS; MAS COMO É DIFÍCIL "QUERER" SER PROFESSOR NESSE PAÍS; Sinceramente; não recomendaria aos meus filhos.

De qualquer forma, atualmente estou desempregado. Tinha; contudo, vontade de fazer o concurso, "honestamente" para magistério. Quanta frustração de ver que praticamente não há vagas para minha cidade, provavelmente devido aos efeitos perversos desta famigerada LEI 100. (Não vou revelar minha cidade/profissão. Vou ser bem anônimo aqui para não passar mais vergonha do que eu estou sentindo agora).

Mas eu peço a DEUS; JUSTIÇA SEJA FEITA!!!
Peço aos professores; MUITA UNIÃO.
Peço também a vocês do SINDIUT, LUTA!!GARRA!! DETERMINAÇÃO!!
SALVEM A NOSSA POBRE EDUCAÇÃO DA AMEAÇA DE UM(a) APAGÃO/EXTINÇÃO.

jodson disse...

BIA COMO SEMPRE DIGO SOU SEU FÃ, E SE ACASO ALGUM EFETIVADO ESTIVER SATISFEITO COM O GOVERNADOR QUE SE EXPLODA COM ELE. É LÓGICO QUE VÃO ESTAR FELIZES MESMO, NÃO TIVERAM CAPACIDADE DE PASSAR EM UM CONCURSO E FICAM SE APOIANDO EM MANOBRA ELEITOREIRA DE POLITICO, TOMARA QUE ELES VIVAM GANHANDO POUCO O RESTO DA VIDA, MAS NÓS SERVIDORES DE CARREIRA POSSAMOS USUFRUIR DO QUE GARANTE A LEI DO PISO. PRA ELES ESSA MIXARIA ESTÁ BOM NEH.

benhur disse...

Nobres colega Beatriz

Não há bem que sempre dure, porém, nem mal que nunca acabe . É preciso ser forte e conseqüente no bem, para não o ver degenerar em males inesperados, como a escravidão perpétua ; pois o Estado foi criado para através dos tiranos(antes cordeiros) subjugar o seu próximo. Se fortes são os que se unem para o mal, invencíveis serão os que se congregarem para o bem. Devemos ter fé. Não existem esforços inúteis se empregados em prol do bem comum. Com isso convoque os educadores a refletirem e a exemplo do "guerreiro Tiradentes” , a partir de agosto em todo o Estado de Minas Gerais, estarmos 100% em greve; juntamente com uma campanha ferrenha contra Anastasia (professor que foi) para que o mesmo não seja eleito nunca mais nem a Vereador, se não cumprir a lei 11.738/08 que regulamenta o piso salarial que hoje é de R$ 1.597,87 para uma jornada de 24 horas . Cleuber.

Anônimo disse...

Oi Bia, queria dar uma sugestão. Por um acaso a OAB não poderia ser acionada haja vista o não cumprimento, por parte do estado, de uma lei federal?
Sobre o corte de ponto, não podemos pegar aquela decisão do não corte do pessoal de santa catarina e anexar no mandato de segurança?
O STF não tem um prazo legal para emitir seus acordãos?


Abraços

Anônimo disse...

Sou professora concursada, sofri muito para passar nos dois concursos, me desloquei para lecionar em outras cidades e descordo da lei 100 porque muitos que deram aulas pouco tempo e foram meus alunos, não tem nem um compromisso com a escola, não dão o devido valor a escola e hoje são professores e trabalham comigo ajudando a educar os alunos. Por isso acho mais justo que todas as vagas vão para o concurso e deem oportunidade para quem tem competencia e que conquistem por meritos próprios e não por meios políticos.

Anônimo disse...

Bia quem mandou isso só pode ser o Governo.coitados!!!! e nem poder comentar não pode lá rsrsrsrs a vá ti pro infe... governo de minas!GREVE A TODO VAPOR, FORÇA BIA !!!!!
Por benhur

Anônimo disse...

É vergonhoso vermos o quanto a corrupção está engendrada na mentalidade e nas atitudes dos brasileiros. E eu estou falando não apenas de políticos que descaradamente desviam verbas e dinheiro público, mas de servidores como nós " a classe pensante" e formadora de opinião do país que se deixa levar por idéias e atitudes tão absurdas como a do blog pró lei 100. Infelizmente eu também estou inclusa nessa pouca vergonha de lei mas trabalho dentro de minha área de formação e com muita dignidade estou pronta para concorrer com outros tantos minha vaga através do concurso. É lastimável vermos pessoas sem gabarito nenhum assumindo funções das quais não estão preparadas e pior ainda é vermos movimentos contraditórios de pessoas "fantasmas" que não tem a coragem de se quer se identificarem. Não se preocupe Beatriz! Não é toda a categoria inclusa na lei 100 que participa, concorda e apoia esse movimento fantasma. Nós estaremos firmes aos nossos propósitos dando todo o nosso apoio a você e ao sindut.
Por Jaqueline Carla

Anônimo disse...

Meus Deus, o que este governo é capaz. Conheço vários efetivados que não estão satisfeito com a sua situação. Eles querem ser efetivos por concurso. Isso é balela, é conversa do governo. Só quero ver essa manisfetação. Porque ela já não apareceu? O seu post ficou ótimo e muito claro. Vou enviá-lo para todos os meus contatos. GENTE... a lei é clara e somos educadores, não capachos. Não vamos cair nessa conversa. Um abraço, Paula.

Anônimo disse...

Nossa.... muito chato qdo as pessoas entendem aquilo que elas querem e ainda por cima colocam palavras na nossa boca... eu tb fico indignada.
Por Bruh Floripa

Anônimo disse...

Saudação caríssima Beatriz, Como disse não é novidade a estratégia de desarticulação do governo e suas colocações eram previsíveis para aqueles que mantêm coerência em relação a greve e oa motivo a impulsiona. No entanto penso que algo deve ser feito em relação a “efetivados”, “vagas para concurso” e afins. Corremos o risco de sair de nosso foco, mas é urgente reorganizar a classe. Temos o dever de cobrar o CUMPRIMENTO DA LEI tanto DO PISO quanto do CUNCURSO COM IGUALDADE DE DIRETOS afinal a constituição é clara ( Art . 37 II a investidura em cargo ou emprego público depende de aprovação prévia em concurso público de provas ou de provas e títulos, de acordo com a natureza e a complexidade do cargo ou emprego, na forma prevista em lei, ressalvadas as nomeações para cargo em comissão declarado em lei de livre nomeação e exoneração). Somos educadores e precisamos lutar pela legalidade e moralidade. Tenho certeza de que os primeiros que devemos “esclarecer” são as vítimas desse atropelo inconstitucional do governo os “efetivados”. Larissa Leal (Bocaiuva)

Anônimo disse...

Há no interior da maquina de poder do governo mineiro uma turma de intelectuais formatados por uma ideologia muito parecida com a dos generais que acompanahvam Hitler. Detestam movimentos sociais, agem no sentido de separar, dividir e se não der, usar a força. Nunca dialogam. Chegam com as coisas prontas, usam a força da propaganda. A mídia é seu aliado mais importante. Mostram-se inteligentes, de bom discurso. Para que isso? O poder, o estar lá em cima do monte de dinheiro arrecadado por impostos e decidir para onde irá, o decidir cargos para os amigos, criar realidades visando a reeleição, ver os amigos felizes pelo altíssimo salario recebido, e, sem dúvida, ter algum prazer sadomasoquista em assistir as classes pobres sendo mal assistidas por uma educação e uma saúde cada vez mais decadentes e aí,nessa fagulha de prazer, incluídos os profissionais que atuam nelas. É com isso que lutamos. A greve é o que mais incomoda essa turma, pois os expõem, são vaiados, devem responder a coisas que não gostam de mexer, à realidade como ela é. Imagino como esses sujeitos se sentiram quando o STF deu ganho de causa aos professores...

Anônimo disse...

BIA, vi no jornal de Montes Claros(INTERTV) ontem anoite que o governo daria 10 por cento de aumento pra todos os efetivos que não tiveram aumento neste ano, e que a categoria estaria naquele exato momento decidindo se continuaria em greve, O QUE TEM DE VERDADE NISSO???Bia,vc acha que o governo não irá ceder para o nosso piso???Obrigado.. Bia, sei da sua luta em defender aqueles que não querem ser defendidos, pois o governo atua de tal forma, que alguns se tornam escravos dele,MAIS existem muitos que acredita em vc E QUE ESTARÃO ATÉ O FIM CONTIGO NESTA LUTA...Um abraço. João Paulo - Montes claros

Anônimo disse...

É triste ver que vários colegas que se encontram na LC/100 estão completamente iludidos pela determinação do governo. O ingresso na carreira pública se dá é pelo concurso de provas e títulos segundo a Constituição Federal de 1988. A LC/100 perde em todos os âmbitos no judiciário caso um funcionário efetivo pelo concurso pleiteie a sua vaga onde se encontra um funcionário da LC/100. Todos devem sim, fazer o concurso para ter ,aí sim, a garantia de seus plenos direitos. Esses blogs que surgem anônimamente não têm o efeito e a seriedade de um Blog oficial que representa tão bem a nossa categoria como o da Beatriz e podem ter a certeza de que a condução das negociações tem total apoio dos filiados do Sind Ute e de grande parte da categoria mobilizada com a greve.
Por Samaroni(Betim)

Anônimo disse...

Prezada Beatriz, Minha solidariedade contra mais esta tentativa de dividir a categoria e tentativa de desmoralizar o Sind-UTE. Isto que o sr Anastasia fez chama-se corrupção. No passado distribuiam dentaduras, agora distribui efetivações à margem da lei. Frederico Drummond - professor de filosofia - Sete Lagoas
Por Frederico Drummond

Anônimo disse...

Beatriz, vejo esta greve com muita união. Este anônimo com certeza é alguém do governo tentando te deixar "mal" e em dúvida, não poste e ignore este tipo de comentário, continue firme pois estamos com vc, sou efetivada e não tenho este pensamento. Continuemos firmes no nosso piso salarial, divisão da categoria não é nosso objetivo. Abraços e força Bia.
Por Simone

Anônimo disse...

Jaíba disse ... Olá,Beatriz Somos efetivadas e se o governo enrola,enrola não voltamos para escola. Greve até o piso !!!!!!!! Um forte abraço!

Anônimo disse...

Bom dia à todos! Infelizmente o momento é esse, para dividir a massa dos professores que luta pelo PISO NACIONAL DA EDUCAÇÃO. Caros colegas de profissão ser efetivo,efetivado e no caso sou designada não vale de nada se não termos um sentimento comum de estarmos unidos para conseguirmos o que é nosso: DIREITO DE TRABALHARMOS COM DIGNIDADE. Então discussões paralelas devem acontecer com motivo de fortalecimento do grupo e não o contrário. MUITA FORÇA.... Abraços! Karina Rocha

Anônimo disse...

Concordo com você, pois todos os efetivados receberam comunicado do atual governo garantindo-lhes o mesmo direito dos efetivos, mas em nenhum momento é mencionado a questão da permanência no cargo. Na Constituição Federal, LDB , etc fica bem claro que a única maneira de ser efetivo é através de concurso público e todos nós sabemos que essa lei 100 foi implementada para resolver o problema dos Ajudantes de serviços e como a Constituição deixa claro que todos temos o mesmo direito, esse direito foi estendido à todos. É vergonhoso ver professor, por exemplo, sendo efetivado em uma disciplina que ele não é formado e tantos outros formados sem poder fazer concurso ou mesmo concorrer àquelas aulas. Portanto, a política do governo é de desestabilizar o poder do sindicato, dividindo a categoria em efetivos, efetivados, antigo regime e subsídio, mas acredito na Lei maior que é a Constituição Federal do Brasil e no poder de organização dos professores!
Por Cícero

Anônimo disse...

Força, Bia!
Por Luciano

Anônimo disse...

Bom dia, Beatriz. Sábias palavras, é hora de nos unirmos contra esse governo neoliberal, todos, efetivos, efetivados, contratados. Somos antes de tudo uma categoria, estamos em greve pelo cumprimento de uma Lei: O PISO SALARIAL, que é direito de todos nós.Não estamos em greve contra efetivados, mas, estamos a favor de todos, defendemos, o piso, direito de todos. Beatriz, continue firme. co
Por Flávio

Anônimo disse...

Bia, muita força! Você tem meu aval e minha admiração. Designados, efetivos ou efetivados todos devemos lutar por um salário digno. Somos profissionais e não devemos nos conformar com esmolas ou migalhas lançadas. Aos colegas que estão ainda em sala de aula ainda há tempo de engrossar o movimento. Abraços.
Por Silvia/ Esmeraldas:Gestar II

Anônimo disse...

Olá Beatriz! Como eu fico indignada com essas sujeiras deste governo!!!!|((( É de uma crueldade sem limite!!!Sem medida! Como pode tentar cooptar pessoas com essa desinformação famigerada e podre?!!!! Vou te pedir licença, copiar sua mensagem e enviar via email para todos os meus contatos, de todas as redes que frequento e ainda vou denunciar para todos os contatos político que tenho!!!E penso que todos os que assessam esse blog deveriam fazer o mesmo! CONTRA A DESINFORMAÇÃO O ANTÍDOTO É A VERDADE!!!!! E pobre daqueles que acreditarem nessa bandidagem!!!!!Serão os próximos bagaços a serem descartados pelo governador. Vamos convencer as pessoas a se informarem melhor!!!
Por Yara Lucia Ituiutaba

Anônimo disse...

Bia, Ter um blog como o seu com mais de 100000 acessos gera frutos bons e tambem gera aberraçoes.É a institucionalização do peleguismo.Agora sabemos onde poderemos xingar os fura-greve.
Por Denise Romano

Anônimo disse...

Desde criança sempre destetei de um dito popular: Cada povo tem o governo que merece. Mas é de concordar que em MG - o governo faz papel de povo para nos envolver. q piada de mal gosto, porém o mais deprimente é saber que essas ações ainda possam provocar dúvidas ou divisões em nossa categoria. Denunciar um "esquema político" exige disposição e equilíbrio.Defender direitos, força e convicção. Então... não aceitemos que a imagem de nossa representante seja depreciada. Acredito em vc Bia e continue contando comigo.
Por Graziella

Marisa Montes disse...

É um verdadeiro absurdo que ainda haja educadores que acreditam no desgoverno Anastasia e na lei 100, ela é prejudicial para a nossa categoria, é brincar de ser bonzinho para dividir a categoria... acorda educadores ´se e esta situação continuar nunca mais conseguiremos nada, ele vai pressioná-los eternamente com esse presentinho.

Anônimo disse...

Cara Beatriz, Não se deixe enganar pelo nosso governador mentiroso, e muito menos por falsos professores que aceitam leis inconstitucionais porque tem medo de uma não aprovaçao no concurso.Aliás queremos TODAS as vagas que há no estado para uma ampla e justa concorrência pois é sabido que ficaremos esperando por um concurso mais uns 10 anos.É assim que o governo faz.Força,Fé e não desanime....

Giovane Diniz (Pipoca) disse...

Companheira Beatriz, tomei a iniciativa de criar um blog de apoio ao SINDUTE e o movimento de greve.
Neste blog reproduzo exatamente a situação contrária ao que quer o Governo de Minas.Vamos mostrar ao Ditador que nós efetivados estamos ao lado do sindicato, independente da nossa situação.
Se acham que nós educadores somos analfabetos políticos estão enganados!
A única coisa que o (DES)governo conseguiu, foi despertar a nossa ira e vontade de lutar.
Convoco aqui todos os efetivados a entrarem no blog, como forma de afrontar o Blog mentiroso do Governo.
Vamos lá professores efetivados, mostrem sua dignidade apoiando o blog.
Eu também sou efetivado, e nem por isso acho que devo ficar contra aqule que me representa.
Imaginem que você tem três filhos. (Efetivados), (Designados) (Efetivos)e um rouba a comida do outro enquanto dorme, você concorda? Acredito que o Sindicato deve tentar acabar com a LC100 sim, pois assim estaremos em igualdade de condições.
Aqui está o endereço do blog:
http://efetivadosesindicalizados.blogspot.com/
Falta pouco para vencermos, não vamos enfraquecer nem esmorcer agora!
Força na luta companheiros, força na luta Beatriz.
Conte conosco!!!

Anônimo disse...

Beatriz, gostaria de colocar aqui o meu apoio a vc que tem se dedicado com ética e honradez ao seu trabalho, é isso. É assim que eu, como professora, vejo vc hoje, que além de ser a minha voz nessa luta, é justa e defende todos, todos os professores sem distinção. Estou na multidão, mas me sinto bem representada hoje. Por favor não desanime, precisamos de vc. OBRIGADA e que DEUS ABENÇOE SEUS PASSOS,DECISÕES E ATOS, ASSIM SEJA!
Por Alda

Anônimo disse...

Beatriz, gostaria de colocar aqui o meu apoio a vc que tem se dedicado com ética e honradez ao seu trabalho, é isso. É assim que eu, como professora, vejo vc hoje, que além de ser a minha voz nessa luta, é justa e defende todos, todos os professores sem distinção. Estou na multidão, mas me sinto bem representada hoje. Por favor não desanime, precisamos de vc. OBRIGADA e que DEUS ABENÇOE SEUS PASSOS,DECISÕES E ATOS, ASSIM SEJA!
Por Alda

Anônimo disse...

Bom dia Beatriz, Não desanime! Nossa luta é pelo PISO, DECISÃO DO SUPREMO NÃO SE DISCUTE NEM SE NEGOCIA, CUMPRE-SE! Ao ler o blog http://forasindutemgja.blogspot.com, fiquei chocada, porém, ao consultar, verifiquei que O PERFIL NÃO EXISTE, OU SEJA, NINGUEM É RESPONSAVEL PELA PUBLICAÇÃO. Portanto, não dá para crer que seja de colegas, e sim, de um pau mandado do governo.Nunca imaginei que alguem pudesse se prestar a esse tipo de desserviço.A Constituição federal é a lei maior e tem que ser respeitada. Mais cedo ou mais tarde o efetivados ficarão sem nenhuma garantia.É lamentável ver a que ponto se chega,quando se esta acostumado a receber migalhas! APELO AOS EFETIVADOS: ESTUDEM, SEJAM APROVADOS NO CONCURSO, SÓ ASSIM PODERÃO SER EDUCADORES E CIDADÃOS LIVRES DAS AMARRAS DO governo. Graça

Anônimo disse...

Cara Beatriz. Sou efetivado em 2 cargos, participante ativo de nossa greve, inlusive estive em Mariana no local da solenidade onde protestei com muita energia contra o nosso fora da lei. Vejo que a maioria dos efetivados da minha região(Ouro Preto) e de outras, pois temos muitos contatos não estão soltando fogos de alegria com a bondade do governador. Pode ter certeza que essa pessoa anonima é comprada ou faz parte da equipe desse governo mentiroso. Marcelo de Ávila Melo
Por Marcelo

Anônimo disse...

Quem é o autor desse blog? Tem vergonha de aparecer por quê? Tenho certeza que não é professor. Nossa classe não tem gente tão hipócrita. Ninguém que passa o que passamos em sala de aula fala em nome do governo de Minas. Isso é obra de algum pau mandado do governador. Se fosse professor, se identificaria. Professor tem coragem, tem garra, é forte, é lutador, não serve a mesquinharias. A intenção é dividir a categoria simplesmente. Todo mundo sabe, inclusive, os professores da lei 100, que o SindiUte é o verdadeiro representante dos professores.
Por Beatriz

Anônimo disse...

pelo piso, se não vão pisar em nós...
Por César Pedroso

Anônimo disse...

Oi Bia e companheiros e amigos educadores, a hora é agora de não recuar, pode cortar meu pagamento, pode cortar o meu ponto, pode cortar os meus vencimentos, mas você: Secretária da Educação-"Gazzola(zze) não consegue cortar a minha dignidade... Isto Não... Sabe por quê? Tenho mais de vinte anos que estudei numa universidade pública e (no mínimo) trabalho na rede pública, é o mínimo que posso fazer, mas com dignidade, que pressupõem: salário dígno, condiçõens mínimas pra gente continuar sonhando com a transformação.... Bia, te amo...amiga...dulce te amo...carlão...te amo...toninho...te amo...paulo freire...te amo...Ro...te amo...Idalina te amo...Lourdes te amo...Hilário te amo...Neander te amo...Rogério pra mim é rogerinho obrigado pela força... e nunca vamos desistir jamais... Cesinha de Santa tereza.... Esqueci de falar que agreve vai continuar, pode cortar salário, proventos e o cacete...mas não corta a minha dignidade do orgulho de ser educador...vamos lá, se preciso anula o ano letivo, é o mínimo que podemos fazer...Né???EDUCADORES EM GREVE DO ESTADO DE MINAS GERAIS!!!!!!!!!!!!!PORRA!!!!!!!!
Por César Pedroso

Anônimo disse...

Não esperava ler o que li, mas foi surpreendente. Sem demagogia e curvas. Acordem efetivados! Essa é uma estratégia do governo. Não tem respaldo legal. Se os direitos foram igualados, porque a nomenclatura ainda é efetivado e não efetivo? O discurso é sutil. Pesquisem a lei já foi declarada inconstitucional principalmente no que se refere ao artigo 7. A ação cívil pelo ministério público já está andando, e não adianta cara feia, blog patético de desfiliação e postagens anônimas. Os designados na educação também são em grande número. O nosso lado também deve ser olhado. Anulação do edital já, e piso para os recém concursados.
Por Gilson Vieira Soares

Anônimo disse...

É hora de nós mostrar-mos nossas caras e assinar e, se possível, por o masp, não é,????? sem ficar com medinhos de sermos identificados pelo patrão. às vêzes fico preocupado com as regras da linguística atual, mas, me desculpem nessa hora eu penso como trabalhador lesado e explorado, que dedicou sua vida por mais de VINTE ANOS, mesmo sendo professor formado pela UFMG, eu mando tudo a P.Q.P., meu objetivo queridos professores, é nossa valorização profissional. Analisar a conjuctura política atual, temos que perpassar, na análise da luta de classes que tá rolando no momento, e pergunto???Qual É???? ??????????????????????????????? ??????????????????????????????? Temos um governo que continua agindo da mesma forma, que a outra gestão do "Aécinho"(cujo objetivo é o próximo cargo de Presidente....Caráio, heim...". Então, precisamos conquistar o piso nacional, e, tbém, muito importante, como educadores mineiros, denunciar essa farsa, #O LEITE AZÊDO e o CAFÈ foi importado... Queridos não cabe mais a política do café-com-leite.... Queremos Bia, (Querida amiga: que lembra todo momento a PAGU), vamos todos continuar firmes, somos firmes....pois "Bancamos a Décadas a Educação Pública de M.G."..... PORRRAAAAAAA!!!!!!!!!!! Geraldo César M. Pedroso- Masp. 536267-8
Por César Pedroso

Anônimo disse...

Além de enfrentarmos o governo ditatorial do Nanstazista, temos que enfrentar o "fogo amigo" dos iludidos efetivados que além de acreditarem em papai noel,guinomos e duendes,acreditam no anão de Jardim .È preciso cair na real e sair da ilha da fantasia do governo anastasia.Reajam, tenham coragem de vim para a luta e não ficar pelegando com o governo. E a dignidade?Que professores são esses que dão à mão para quem lhes prejudicam?Que ato vergonhoso, ficar encima do muro e agora cuspir no prato que comeu?O Sindute é muito grande e digno para ser manchado por uma minoria deFariseus hipócritas.VAmos Beatriz sigamos adiante:avançar sempre, retroceder jamais!Só os bravos resistem à opressão e perseguição.
Por Rejane Figueiredo

Anônimo disse...

Cara Beatriz bom dia!
A questão aqui avaliada pelo meu visto e sobre a questão efetivo x efetivado. A grande pergunta na minha opinião que não quer calar é: Qual a postura do sindicato em relação a isto? Vcs do sindicato são contra ou a favor da efetivação feita pela pec l100/2007? Agora colocando aqui minha opinião SE A EFETIVAÇÃO FOI LEGAL OU ILEGAL ao meu ver não cabe a vcs do sindicato julgarem e sim fazer valer está efetivação pois somos nos professores que mantemos o sindicato entao na minha opiniao vcs deveriam LUTAR POR NOS PROFESSORES. Alguem aqui disse uma vez NÃO FOMOS NA PORTA DE NINGUÉM BATER E PEDIR PARA SERMOS EFETIVADOS..... AGORA JÁ QUE O GOVERNO FEZ CABE AO SINDICATO LUTAR PARA VALER ISTO.

Anônimo disse...

A realidade é que se é ou não é a estratégia do governo, a separação já é fato QUASE que consumado,pois o EDITAL está ai sem a vaga dos efetivados. Penso que esse comentário que você recebeu é mais uma motivo para o SINDICATO e todos os professores lúcidos lutarem pelo concurso público com a vaga dos efetivados e o fim dessa Lei 100. Infelizmente, o nível de alguns efetivados é baixo mesmo, não são todos, pois muitos são sérios e tambem esperavam pelo concurso e realizam um bom trabalho.Mas alguns EFETIVADOS defendem seus " direitos" como o governo defende suas arbitrariedades, ou seja, através da violência e da pressão psicológica. Penso que é o momento de lutar pelo fim da lei 100 e para mostrar quem é quem na educação. Esse comentário não é de professor é de um terrorista que teme a força do SINDUTE e dos VERDADEIROS profissionais da educação mineira que lutam , além de tudo, pela justiça.
Por Tales

Anônimo disse...

Querida Beatriz bom dia!
Venho mais uma vez te parabenizar pelo seu blog. Primeira pergunta que eu gostaria de fazer ao sindicato: O governo efetivou professores pela Lc 100/2007 qual a posição do sindicato em relação a isto? A meu ver o sindicato deveria lutar pelo DIREITO ( já que este direito foi feito pelo governador ) DOS PROFESSORES........

Prof. André disse...

A verdade seja dita, não é essa. Não é o governo que está dividindo a classe e sim a categoria que já é desunida desde sempre. A GREVE não é para valer a lei do piso? Por que muitos veem aqui destilar seu ódio contra os efetivados? Agora mesmo li aqui, um anônimo que sequer tem carácter para se identificar, dizendo que os "bons" professores estão em greve. Uai e por acaso ele tem um aparelho que mede os "bons" e os "maus"? Todos são bons, porque são colegas e perpassam pelos mesmos desafios todos os dias. Outro questionando a pessoa estar fora do conteúdo, esse é melhor ainda, porque tem que se superar todo dia para entrar em sala de aula. Agora eu pergunto, só a professores do ensino básico efetivados? Na Unimontes estão em dezenas e não tem ninguém se pegando por lá não e TODOS já conseguiram aumento digno e reposicionamento! Vamos fazer uma análise, o governo todo dia cria leis que prejudicam a todos e ninguém se mobiliza, agora que beneficiou uma boa parcela, vão ficar contra? Aqui na SRE de Montes Claros aproveitaram ao máximo a efetivação para tirar todos "efetivos" da zona rural e trazer para a areá urbana. E os efetivados que prestaram concurso para a área urbana, tiveram pontuação melhor que os da rural e não foram chamados, é justo também? Então deixo aqui meu comentário, enquanto os "efetivos" não pararem de "mesquinhez" e aceitarem de vez os efetivados que já existiram em outros tempos e em outros estados, jamais a classe conseguirá coesão! Deixem de mediocridade e assumam a bandeira da luta que é o PISO SALARIAL NACIONAL!

Cleyde disse...

BIA, VEJO QUE A MAIORIA DOS EFETIVADOS ENCONTRAM-SE EM SITUAÇÃO DE *Anestesia* IMPLEMENTADO PELO *Anastasia*. BASTA UMA PEQUENA TROCA DE VOGAIS E NÃO SE SENTE A DOR, MAS AS CICATRIZES COM CERTEZA FICARÃO NA VIDA FUNCIONAL DE CADA UM.PARECE PIADA...
ACREDITO NA FORÇA DO SINDICATO E PARABENIZO-A PELO TRABALHO QUE VEM REALIZANDO.

LEIA: o Jornal do José Elias Issa disse...

"A covardia coloca a questão: 'É seguro?'
O comodismo coloca a questão: 'É popular?'
A etiqueta coloca a questão: 'é elegante?'
Mas a consciência coloca a questão, 'É correto?'
E chega uma altura em que temos de tomar uma posição que não é segura, não é elegante, não é popular, mas o temos de fazer porque a nossa consciência nos diz que é essa a atitude correta."
(Martin Luther King)

É triste pensar em pessoas que deixam ser manipuladas, é triste saber que existe um "GOVERNO" que anda na contra-mão com os princípios morais do cidadão brasileiro. Que país é esse que irá receber atletas do mundo inteiro nas OLIMPÍADAS e ainda, irá sediar um dos mais importantes acontecimentos do futebol mundial: A COPA DO MUNDO? O nosso nome é uma das mais lindas canções e saber que existem pessoas que estão no anonimato, pessoas que não identificam tem duas razões simples:
1) vergonha;
2) covardia.

Reflexão:
"A verdadeira medida de um homem não se vê na forma como se comporta em momentos de conforto e conveniência, mas em como se mantém em tempos de controvérsia e desafio." (Martin Luther King)
abraços
Profº Gleiferson Crow

André Augusto /BH disse...

Sou efetivado e estou a favor do sin-UTE, pela união dos trabalhadores da educação, vamos defender esta bandeira.Força e muita garra, a vitória será de todos nós... Parabéns Bia e a todos do Sind-UTE DE MINAS.

Anônimo disse...

Olá Bia!
Que bom saber que estamos atingindo esse Governo fora da lei. Então que ele continue visitando os nossos blogs e nos aguarde em agosto que o incômodo será bem maior.
A greve continua, pois o efetivado que é verdadeiro educador conhece esse o governo e continua em greve.
Anastásia em agosto o incômodo será maior!

Anônimo disse...

Beatriz,
Não deve dar atenção a estes arranjos de pessoas desocupadas, que não tem o que fazer. É claro que o Governador vai usar de todos os recursos necessários para ficar com um número grande de professors no subsídio, cuja data limite é 10 de agosto (se não prorrogá-la). O Governador sabe que tem que cumprir a Lei Federal, então ele vai fazer jogo duro até terminar o prazo da opção de volta para carreira antiga. Acredito que até esta data, não vai ter negociação do Piso. Diz que ele é muito inteligente, então será melhor para ele negociar democráticamente, do que ter que cumprir ordem Judicial.
Sebastião de Oliveira - Carangola

Reginaldo disse...

É de envergonhar atitudes assim. Não acredito que pessoas pensantes e cientes de nossa situação possam vergonhosamente tomar tais decisões. Verdadeiramente lastimável. Estamos num momento em que não existe lei 100, efetivos e designados, é um momento histórico de luta pelos nossos direitos que estão sendo a cada dia, sonegados. Somos uma classe que deve se unir exemplarmente e mostrar para todos que a prática da verdadeira cidadania se faz nas lutas diárias, não estamos pedindo nada a esse governo, estamos exigindo o cumprimento de uma lei, lei esta que não traz grandes vitórias à nossa categoria e ameniza minimamente a nossa situação de abandono e emprobrecimento. Neste momento não pode haver divergências, o nosso foco é o PSPN, e com ele em mente devemos encarar a nossa luta de cabeça erguida. Beatriz não é o movimento, Lei 100 não é movimento, designado não é o movimento, o movimento é a união de todos os profissionais da educação, a greve é hoje um meio de nós alcançarmos nossos objetivos, precisamos minar esse governo e não permitir que ele mine o nosso movimento. Temos que conquistar as pessoas que estão em sala de aula, precisamos quebrar a barreira da imprensa mineira vendida, precisamos mostrar a nossa cara. Vamos nos movimentar, vamos até as portas das principais emissoras do estado, vamos nos manifestar lá, vamos panfletar, vamos até onde for necessário, mas sem jamais nos dividir, pois em momentos de guerra, a minha dor é só minha, devo esquecer de mim em busca do objetivo maior. Após conquistar o meu direito, podemos discutir nossas feridas, dores, angústia e decepções. Mas AGORA NÃO É A HORA. Acordem professores.

Anônimo disse...

Vcs já viram aquela "Senhora de Propaganda" do Governo...aquela do "tutu mineiro"? Nessa propaganda o governo afirma que Minas Gerais tem arrecadado mais que o Brasil. Ora, já que é assim, tem dinheiro sobrando nos cofres mineiros para pagar o nosso piso e até complementar o piso dos demais Estados.

JANICE disse...

Não sou professor, mas admiro todos aqueles que optaram por esta profissão tão importante na construção do nosso país. A todos (efetivos, estabilizados, efetivados e designados) a minha admiração e respeito.

Anônimo disse...

Caros colegas,quero denunciar que muitas superintendências não estão acatando a decisão dos profissionais de voltarem ao antigo sistema.Sou de Coronel Fabriciano fiz o pedido em maio e até agora nada.Perguntei a vários colegas e nenhum ainda foi posicionado no antigo sistema.Nem aquele informe que vários tiveram no contra cheque, que mes que vem estará no antigo sistema ocorreu.Será que não etão fazendo o jogo do governo, queremos resposta e ação do sindicato.Que esse blog nos ajude a divulgar,se você se encontra nessa situação faça também o seu reclame.

Silvio - Geografia disse...

Cara Beatriz, tenho acompanhado os desdobramentos e articulações do governo na intenção de dividir ou confundir os educadores. Uma das últimas, foi da tentativa explícita de descredibilizar o Sind-UTE/MG e sua direção. Não tenho nenhuma "queda" pelo blog "a", "b" ou qualquer outra fonte de informação. O importante é que venham somar na nossa luta quanto da implantação imediata da da Lei do Piso e posteriormente, sobre nossos outros direitos que estão querendo surrupiar. Ao visitar o blog do professor Euler, li um bem redigido texto, intitulado de "O Sind-UTE/MG somos todos nós!" Gostaria que todos o lessem. Nesse texto houve uma abertura para que os educadores apoiassem o sindicato na luta que ora travamos. O resultado foi que O Sind-UTE/MG está CREDIBILIZADO pela categoria e que confiamos nas atitudes que serão tomadas em prol dos objetivos propostos. Um momento ímpar para que as relaçôes de credibilidade/confiabilidade sejam maximizadas, e de uma vez por todas, se fortifiquem. Estou convicto de sua imparcialidade de entendimento e da sensibilidade quanto da mensagem ora deixada. Postarei esse em outros blogs. Muito discernimento e articulação até nossa vitória.
Silvio - Geografia.

Educadora de São Miguel do Anta-MG disse...

Beatriz,
Pelos comentários aqui deixados, dá para perceber o quanto a nossa categoria está UNIDA e FORTE, todos juntos, EFETIVOS, EFETIVADOS e DESIGNADOS, pois não importa como ingressamos no sistema de Educaçao do Estado de Minas Gerais, o que vale é que estamos todos no mesmo barco. Ninguém irá destruir a nossa categoria com joguinho baixo, com chantagens baratas... Educador de verdade luta pelos seus direitos e não aceita ser manipulado. Fazemos parte da grande massa da população, o governo que vá jogar com os seus "cúmplices", "com os grandes empresários", "com os milionários" esses é que são os seus companheiros. O Sind-UTE merece todo o nosso reconhecimento e respeito, pois é uma entidade fiel à luta dos EDUCADORES! Esse governo que me dá "Azia" pensa que têm o Poder de nos destruir, de acabar com o nosso movimento. Não vamos permitir que a entidade que mais luta, apoia, representa, denuncia e reivindica por melhorias na educação seja eliminada da sociedade. Somos Sind-UTE, ninguém nos detém. Estivemos, estamos e sempre estaremos de olho naqueles que nos prejudicam, para podermos, juntos, mudar o rumo da nação! Não pactuamos com governador FORA DA LEI! Somos EDUCADORES! Lutamos em benefício de TODOS da categoria... O governador Anastasia, é fã dos números, pena que só aprendeu a subtrair e dividir. Mas nós dominamos muito bem as quatro operações e jamais aceitaremos subtrair no nosso salário e dividir a nossa categoria! O Sind-UTE é nosso! Categoria UNIDA jamais será VENCIDA! Governador, chega de joguinho, de ladainha, de mentiras, de bobagens, pague o nosso PISO, é LEI! Abraços companheiros(as) de luta!

Eloisa disse...

A categoria nao pode rachar neste momento o nosso piso é unico rachado é o piso da cidade administrativa companheiros. Força Bia e vamos até o fim, afinal lei é para ser cumprida.

Isabel Assumpção - Manhuaçu disse...

Nobre companheira Beatriz,
Quem não tem argumentos sempre parte para a apelação, pois quem não tem competência não se estabelece. Como educadores competentes que somos, seguimos em frente com muita unidade e entendimento de que todos nós formamos o sindicato e acreditamos que dentro dele ainda há democracia. Vamos firmes rumo a vitória e que Deus continue abençoando a todos que estão na luta. Um carinhoso abraço e muita energia positiva para você.
Isabel.

chris disse...

Boa tarde Beatriz.
Mais uma vez parabenizo voce pelo excelente trabalho que está realizando a frente do sindicato. Queria saber de voce a respeito da reunião com o ministério da educação. Houve? O que foi colocado?
Ah, outra coisa, o blog facker do governo retirou todas as mensagens. Deve estar com medo.
Abraços,
Chris.

É QUE NARCISO ACHA FEIO O QUE NÃO É ESPELHO... disse...

Realmente um comentário com esse teor não pode ser atribuída a um PROFESSOR. O problema todo é que alguns, acredito que poucos,bem poucos, foram efetivados sem ter habilitação na area para a qual está lecionando e o concurso público exige como pré- requisito para pleitear uma vaga como professor Licenciatura Plena. Nesse sentido, muitos que estão efetivados não tem nem o pré- requisito pra pleitear uma vaga,pois não tem lienciatura plena. Daí, temos que conviver com algumas dessas pessoas nas escolas e nos depararmos com essas pressões psicológicas mesquinhas de um anonimo efetivado na educação.Não devemos ficar preocupados com isso,pois somos PROFESSORES efetivos, efetivados ou designados.Aqueles que se beneficiam temporariamente de algo que não é dele como profissionais de outras areas que por "sorte" foram " agraciados' por essa lei que devem se preocupar e ficarem nesses atos de desespero. Agradeço a esse anonimo desesperado que está na educação,pois ele mostrou através do seu desespero que a classe está unida e que não cairá em discursos evasivos e em terrorismo barato de extremistas fora da lei como o governo.

Anônimo disse...

http://www.youtube.com/watch?v=3iUDPXytVAo&feature=related


No video acima o governador anastasia confirma que nao paga o piso. E diz que pagar custa 5 milhões a mais na folha salarial de Mg que total é de 11 milhoes.

Anônimo disse...

É lastimável que tenhamos que estar em greve para exigir o cumprimento de uma lei. É igualmente lastimável que estejamos à mercê dos caprichos políticos de um governador que se diz pertencente à categoria, como disse em entrevista à INTERTV, e FOGE de professores e de alunos( os do Colégio Tiradentes, em Montes Claros, tiveram que sair da escola para o "professor" entrar) porque não quer dialogar, discutir, negociar, ouvir e ser ouvido; não tolera críticas, embora as mereça. Estamos vivendo uma ditadura velada,segundo a interpretação de um sábio, pai de uma educadora de Buritizeiro,antes de nos deixar no fim do ano passado. Mal sabia ele que aqui mesmo, nas Minas Gerais, essa mancha na história, chamada ditadura, já não é mais tão disfarçada assim. Em Montes Claros,em 15/07,a ordem era não deixar professor entrar no aeroporto,na AMANS,no Batalhão, no Colégio Tiradentes e, muito menos, na INTERTV, onde o governador esteve. E, numa verdadeira perseguição à presa, nós chegamos a todos os lugares da agenda, em grande ou pequeno número, dependendo do deslocamento, e, mesmo distantes do visitante, abrimos as faixas, cartazes, bandeirinhas, cantamos hinos,gritamos palavras de ordem, panfletamos os carros que chegavam ao aeroporto com os convidados. A revista para garantir a segurança do Estado(o governador)não era criteriosa; só não podia entrar professor, que pela cara e a vestimenta já dá pra identificar. O "ilustre" visitante ficou acuado, engessado, passando camuflado em ônibus ou outro veículo, escondido no meio dos outros. Motivo? Medo do professor. Na entrevista à TV, não disse coisa com coisa; não respondeu às perguntas, saiu pela tangente. Para a Educação, ele já tinha feito a boa ação, dando o subsídio; sobre a saude , passou a bola para o Governo Federal; sobre a segurança, desconversou; queria mesmo era falar da fábrica de alpargatas, um presente de aniversário, segundo a administração daquela cidade. Sobre a educação, não tinha muito a dizer, além do velho discurso da melhor educação do país, do ônus que foi o subsídio(segundo ele, fruto de um acordo) para o Estado e do bom senso dos professores em não prejudicarem os alunos. Mais uma vez, transferiu para nós a responsabilidade, como se ELE não tivesse nada com isso. O governador, Professor Anastasia, é o maior paradoxo da história da educação no país;o mestre que não ensina , ou ensina a cometer erros, como descumprir a lei; uma desonra para a classe!
Por Maria Alice Pereira Rocha, Buritizeiro

Anônimo disse...

O desgovernador está utilizando a técnica de "dividir e conquistar"...e nós seremos tolos se permitirmos que ele, o ignóbil, nos manipule desta forma. Neste momento, a categoria deve lhe mostrar que "a união faz a força" e, por isso a vitória será nossa! Educadora em luta

Anônimo disse...

Bia, essa gente deveria fazer o favor de criarem vergonha na cara e não envergonharem mais MG. Vai lá babar ovo do governo e verás o chute no traseiro que vão levar. Bando de bobos, não pensam... Nunca imaginei que houvesse gente tão burra dentro da categoria de professores

Anônimo disse...

Bia Infelizmente as pessoas procuram o que é mais fácil, e o mais fácil para elas é acreditar que o governo está sendo bonzinho garantindo o seu emprego baseando-se em um projeto de lei complementar estadual esquecendo-se que existe uma legislação superior, portanto aquelas pessoas que estão contra o sindicato que é coordenado por vc hoje, daqui a algum tempo irão perceber que vc só queria defender os seus direitos. O movimento está bonito e forte, espero que consigamos atingir o nosso objetivo que é o PSPN. Mas caso isso não aconteça eu fico muito feliz por termos lutado. Percebo que vc tem dado tudo de si para alcançar o nosso objetivo, mas sabemos que o governo é muito astuto e sempre tenta de alguma forma amedrontar a categoria, porém somos fortes e com a cabeça erguida certamente chegaremos a vitória.
Por Carlos Roberti

Anônimo disse...

Força Bia, estamos do seu lado. Só doido para ir parabenizar o governador. Isso não vai sair do papel. Podem ser chantagistas, mas burros efetivados não são

Anônimo disse...

Bia, não esquenta não. Entrei no tal blog, ninguem aderiu, e os comentários são de crítica. Quem criou esse blog achando que terá adesão em massa vai se frustrar. Isso é apenas chantagem. Será que eles pensam que somos bobos? Os efetivos são quem mantém a greve, pois não devem favores ao governo e os designados também, pois esses já não têm é mais nada a perder. Deixe esse(a) bobo (a) ir pra a Cidade Administrativa, devem ir meia dúzia, o governo deve ficar lá dentro rindo da cara deles. Quanta ignorância. Não perca seu tempo com esse tipo de chantagem. Tem milhares de servidores do teu lado em toda essa Minas Gerais, e quero ver efetivado se desfiliar e ficar sem amparo do governo e do sindicato. Me desculpe, mas só se forem BURROS demais, e ainda assim a minoria, pois a maioria dos efetivados sabem e reconhecem sua real situação. Beijos.

Anônimo disse...

BIA( PENSO QUE POSSO TRATÁ-LA ASSIM), AO LER SUA POSTAGEM, ME EMOCIONEI, E NAO CONSEGUI CONTER AS LAGRIMAS. QUE TRISTEZA, ANTES EU ERA DESIGNADA, E COMPARAVA A DESIGNAÇAO COM A DERRAMA, ERA TAO HUMILHANTE( E AINDA O É) TODO AQUELE PROCESSO... FIZ CONCURSO E POR DUAS VEZES PASSEI EM PRIMEIRO LUGAR.QUANDO SURGIU A LC 100, ALERTEI OS COLEGAS QUE ISSO ERA UM GOLPE, POREM FUI ACUSADA DE "URUBUZAR" OS COLEGAS( ALIAS, AQUELES QUE PARECEM TER MEDO DE CONCURSO)QUE ISSO ERA TUDO O QUE NECESSITAVAM NO MOMENTO. NAO PERCEBERAM QUE MUITOS NEM ERAM PROFESSORES,MAS ESTAVAM PROFESSORES, POR TEREM OUTRA FORMAÇAO ACADEMICA, ALGUNS FORAM EFETIVADOS COM 2, 4, AULAS, E OUTRAS ABERRAÇOES MAIS. POREM O QUE CONSEGUIAM ENXERGAR ERA O IMEDIATO, A ESTABILIDADE, NEM QUE FOSSE COM UM MINIMO DE AULAS. PARECE UMA HIPNOSE. AOS POUCOS OS DIRETOS SE IGUALAM AO DOS EFETIVOS( ISSO NA FALA DO GOVERNO), POR ISSO TENHO BATIDO NA TECLA DE QUE DEVEM FAZER O CONCURSO, APESAR DE SER MAL INTERPRETADA POR MUITOS, MAS ISSO SO O TEMPO VAI FAZE-LOS VER, POREM ESPERO QUE A DECEPÇAO DELES NAO SEJA TAO GRANDE COMO IMAGINO. PENSO QUE ESSES COLEGAS QUE ESTAO LUTANDO CONTRA OS EEFETIVADOS COMBINANDO UMA DESFILIAÇAO, ESTAO NA VERDADE FAZENDO O JOGO DO GOVERNO,ABRAM OS OLHOS, OREM, AJUDEM A CATEGORIA A LUTAR PELO PISO.... A EFETIVAÇAO O PROPRIO GOVERNO VAI METER OS PES PELAS MAOS E SO QUESTAO DE TEMPO. UM ABRAÇO
Por ANGELICA/SDPRATA

Anônimo disse...

Cara Beatriz, para este momento coloco as seguintes palavras: Sonha e serás livre de espírito...Luta e serás livre na vida.( Ernesto Che Guevara ) Força colega, pois estamos no caminho correto. Força na luta.

Anônimo disse...

Beatriz, entrei no dito blog e percebi realmente que nele há rastros de governista. Mas estou percebendo que os comentários são contrários à existência do mesmo e sem falar que o formato è bastante melancólico e tem a cara do Anastasia, Renatinha e ANa Lúcia, esta última, além de politiqueira é mentirosa e tá ficando cada dia mais feia por causa do mal uso que ela vem fazendo da política, que para mim deveria ser a ciência do bem comum e o que ela prega juntamente com sua trupe é o inverso.Tive uma ideia e já comecei a colocá-la em prática: descarregar naquele espaço espaço todas as verdades sobre esse governo, desquailificando-o diante os leitores.
Por é o bicho!

Anônimo disse...

Beatriz, entrei no dito blog e percebi realmente que nele há rastros de governista. Mas estou percebendo que os comentários são contrários à existência do mesmo e sem falar que o formato è bastante melancólico e tem a cara do Anastasia, Renatinha e ANa Lúcia, esta última, além de politiqueira é mentirosa e tá ficando cada dia mais feia por causa do mal uso que ela vem fazendo da política, que para mim deveria ser a ciência do bem comum e o que ela prega juntamente com sua trupe é o inverso.Tive uma ideia e já comecei a colocá-la em prática: descarregar naquele espaço espaço todas as verdades sobre esse governo, desquailificando-o diante os leitores.
Por é o bicho!

Educadora de São Miguel do Anta-MG disse...

Beatriz,
Acredito que depois desse DITADOR ter a insensibilidade de enviar tropas de choque para os EDUCADORES só faltava agora tentar colocar uns contra os outros. Mas pode ficar tranquila que isso ele não vai conseguir. Porque ninguém melhor do que nós, educadores, para conhecer a realidade da educação em Minas e as mentiras veiculadas por Anastasia em relação à valorização do profissional da educação. Esse governador de Minas é um descompromissado com os problemas educacionais. Será que nas próximas eleições ele irá pedir o voto dos EDUCADORES (FAMILIARES e AMIGOS) acompanhado da tropa de choque? Ou mudará o seu discurso acreditando que temos a memória curta? Ele está muito enganado com a nossa categoria. Ao contrário dos políticos que assumem o Poder por apenas quatro anos, e só reelegem se o povo quiser; o Sind-UTE não foi criado ontem mas há uma longa e bonita história de lutas e conquistas em toda sua trajetória. Portanto, não adianta governador! Falar de EDUCAÇÃO na época de eleição é fácil, queremos é ver todo aquele discurso ser sustentado e concretizado agora, no dia a dia de cada CIDADÃO. Afinal nas propagandas eleitorais, você assumiu perante milhões de mineiros o "falso compromisso" com a valorização do profissional e da melhoria da educação, mas parece que tudo isso foi só para a mídia ver. Como pode depois de tão pouco tempo de "governo" tratar os EDUCADORES e a EDUCAÇÃO tão mal, de forma tão desprezível, não acredito que ainda terás coragem de ir para a mídia dizer "as maravilhas" que disse. Daqui há pouco vão dizer que esse governador governa outro estado que não o de Minas Gerais, pois o seu discurso em relação a EDUCAÇÃO MINEIRA não condiz com a realidade. Beatriz, parabéns pelo seu trabalho de coordenadora do Sind-UTE. Vamos continuar firmes na luta pela conquista dos nossos direitos. Enquanto existir EDUCADOR existirá Sind-UTE! Abraços

Anônimo disse...

cara colega bia sou professor mais de 15 anos no estado trabalho com dois cargos e também efetivado nos dois.saiba que lutei e ainda luto ao lado do sindute pelas nossas vitória e derrotas ao longo desses 15 anos, nesse momento devemos estar todos unidos em um único objetivo que é um direito para todos nós "independente do nome"(efetivo,efetivado,designado,enganados,...) , o direito do piso, este sim recebe um "único nome" que valorisará a todos nós trabalhadores da educação. Ainda sim acredito na grande maioria dos educadores de MG. Não devemos nos fragmentar neste momento é o que o "desgoverno" mais espera.Más graças a Deus em nossos meios temos grandes pessoas como vc, o pessoal do sindute/mg, Euler conrado,Cris e outros pela esta minas a fora que nos leva a ser movidos pela união e força. SOU UM PROFESSOR DA EDUCAÇÃO EM MINAS GERAIS e não volto para a escola sem o nosso piso...
Por André Augusto /bh

Anônimo disse...

Beatriz,
Nenhum efetivado inteligente irá cair nesta armadilha criada por pessoas incompetentes, pois quando precisar de lutar por algum direito vão recorrer a quem? Ao governo é que não é! Não adianta ficar "amiguinho" do governo hoje, achando que ele é bonzinho, "devendo" favores ao AnastAZIA e passar raiva o resto da vida... É melhor lutar agora! Sind-UTE juntamente com toda categoria (EFETIVOS, EFETIVADOS E DESIGNADOS)rumo ao PISO SALARIAL!
Abraços a TODOS...

MARIA APARECIDA disse...

QUERIDA CLASSE PROFESSORES...SE EM 2007 FORAM EFETIVADOS 96 MIL SERVIDORES,SENDO QUE MILHARES JÁ SE APOSENTARAM,OUTROS EXONERARAM E OUTROS FORAM DISPENSADOS PELOS CRITÉRIOS PRÉ-ESTABELECIDOS ENTÃO NÃO HÁ DIVISÃO,LEMBRANDO QUE DESTES 96 MIL A MAIORIA NÃO ERA SOMENTE DA AREA DE EDUCAÇÃO HAVIA TBM CARCEREIROS...ACORDEM SÃO 73 MIL PROFESSORES DESIGNADOS E APENAS 21 MIL VAGAS FORAM DIVULGADAS...E AINDA MAIS QUE POS POUCOS COLEGAS EFETIVADOS ESTÃO DISPOSTOS A CONCORREREM SUAS PRÓPRIAS VAGAS....POR UM PISO JUSTO!!!! UNIDOS POR UMA CLASSE "PROFESSORES" EFETIVOS.EFFETIVADOS .DESIGNADOS....A GREVE CONTINUA...FORÇA BEATRIZ CONTRA AS MANOBRAS DO GOVERNO....

joelson disse...

Vi um video do Sr. Anastacia dialogando com uma professora, em que deixa claro que sabe que não cumpre a lei, mas se justifica, falando que oneraria muito a folha de pagamento. Poxa, não existe uma outra lei que respalda o governo dos estados a buscar verbas para esse fim, caso necessite? E pelo que me consta não é o caso, pois Minas está crescendo acima dos demais estados, ou tou ficando louco, que vejo isso sendo divulgado todo dia nos canais de tv aberta.

joelson disse...

O tal sitio saiu do ar e tem 2 membros apenas, devem ser: quem o criou e o "sr. anastacia". Está em minúsculo, pois o respeito deve ser recíproco.

joelson disse...

Tenho acompanhado fielmente e diariamente as notícias sobre nossa manifestação atraves da greve (apesar de não poder ser um militante atuante nessa luta, pois tenho outro emprego, não consigo viver só com o sálario de professor, o que não é novidade pra ninguem), estou vendo umas safadezas do governo que me deixa cada vez mais indignado em relação ao descaso a nossa reivindicação.
Reivindicação essa que só pede que se cumpra uma lei federal, e que se tem respaldo até de caixa do governo federal caso o estado não tenha recurso para tal, o que não é o caso de Minas, pois segundo o sr. anastacia, Minas cresce acima do "resto" do país.
O mesmo já admitiu que não pode pagar o piso pois oneraria a folha, ou seja, ele sabe que não paga o que é determinado pela lei.
O governo está tentando dividir a categoria (e está conseguindo?) , eu mesmo já presenciei e vi alguns colegas (outroras militantes atuantes e fieis a causa) olhando para o proprio umbigo e se achando favorecido pelo tal subsídio.
Agora inventou um tal sitio que tenta desmerecer o SIND-UTE, nosso sindicato junto a categoria (diga-se de passagem, só tem dois integrantes), quem será?
Vamos fortalecer essa luta e parar as escolas que ainda funcionam. Eu já chutei o "balde", tinha conciliado minhas ferias escolar e da outra atividade, agora que se lasque, vamos ver o que essa força pode conseguir , as ferias são apenas um mes , a luta é da vida e do respeito que se pede pela profissão.

Anônimo disse...

Carlos Moraes(Montes Claros)
Olá Beatriz:
Amiga e compaheira de luta, aqui em Montes Claros oS COLEGAS EFETIVADOS não entraram nessa conversa DO desgoverno e entenderam que SOMOS UMA CATEGORIA ÚNICA E QUE O SIND-UTE É NOSSO DIGNO REPRESENTANTE. O TIRO DO DESGOVERNO SAIU PELA CULATRA.
EFETIVOS, EFETIVADOS E DESIGNADOS SOMOS UMA SÓ CATEGORIA EM LUTA PELA DIGNIDADE E PELO PISO.

COM FORÇA E GARRA, O PISO SAI NA MARRA!!!
BEATRIZ, VOÇE JAMAIS ESTARÁ SÓ NESSA LUTA!!!!
SAUDAÇÕES FRATERNAS!!!!

Sebastião de Aguiar disse...

Oi, Beatriz!
FÉ e CORAGEM!
Agradeço aos professores que ensinaram que:
- Além do EU existe o NÓS (embora este NÓS seja inexpressível para o governador Anastasia).
-Além do direito individual existe o direito coletivo (embora o governador desrespeite vergonhosamente a CONSTITUIÇÃO FEDERAL e os Poderes que a representam).
-E que além de sermos parte integrante da sociedade desejamos compreender o todo desta, somando, fortalecendo as decisões democráticas da Pólis mineira (mesmo que o governador teime em nos dividir ou nos ignorar).
Companheiros: Não adestrem nossos alunos e nossos filhos para ser massa de manobra de uma política neoliberal. Educamos cidadãos para a construção de uma sociedade mais justa e digna para TODOS e não para alguns!
E não se iludam!
Podemos até nos justificar pelas palavras, mas... educamos com nossas AÇÕES!
Não é hora de acovardar, mas é o tempo de ENSINAR a LUTAR!
Não é hora de recuar, mas é o tempo de AVANÇAR!
Não é hora de dividir, mas é o tempo de SOMAR!
Não é hora de Anestesia, mas é o tempo de ACORDAR e AGIR!
Minha admiração e respeito aos companheiros que:
JUNTOS DIALOGAM E SE INDIGNAM CONTRA A INJUSTIÇA E A TIRANIA!
JUNTOS ACREDITAM SER POSSÍVEL UMA SOCIEDADE MAIS HUMANA E DEMOCRÁTICA!
JUNTOS LUTAM E EDUCAM SEUS FILHOS PARA SEREM CIDADÃOS LIVRES!
Um abraço cordial!
Sebastião de Aguiar (Bocaiúva)

BARRETO disse...

BEATRIZ - CONTINUE FIRME

É ISSO QUE PODEMOS ESPERAR DE PESSOAS QUE SE SENTEM FELIZ ENTRANDO PELA PORTA DOS FUNDOS DO SERVIÇO PÚBLICO. UM GOVERNO QUE PROMOVE ISTO É CAPAZ DE QUALQUER COISA PARA SILENCIAR, AMORDAÇAR A CIDADANIA. OS POBRES CONTINUARÃO A PAGAR O UÍSQUE, O PÓ DOS DONOS DAS FACULDADES PARTICULARES. PORQUE O ENSINO PÚBLICO DO NÍVEL FUNDAMENTAL E MÉDIO É PARA SOCIALIZAR. E NÃO PARA PREPARÁ-LOS PARA AS BOAS FACULDADES PÚBLICAS. TENHA CORAGEM GOVERNOS DO PSDB - FECHEM AS UNIVERSIDADES PÚBLICAS TAMBÉM.

Anônimo disse...

Gente esse governo fora da lei está fazendo de tudo para acabar com o nosso sindicato. Veja só o que eles estão falando agora, na SRE de Araçuai não foi feita nenhuma remoção(efetivados e efetivos) a SRE alega que os diretores não divulgaram nenhuma vaga depois do mês de março, mas a turma do outro sindicato está falando que foi o Sindute que entrou na justiça para não ter remoção por causa do concurso.Nas outras Superintendências estão publicando remoções, só na de Araçuai que não, mas vai colocar na cabeça desses alienados do governo que o erro é da SRE e que se Sindicato estivesse entrado na justiça seria para o estado todo e não só para SRE de Araçuai. Inclusive estão até querendo fazer um movimento para desfiliarem do Sindute.Jesus eu não aguento mais esse povo que pensa pequeno, se não abrirmos os olhos esse governo vai consegui o que quer.

João Paulo Ferreira de Assis disse...

Professor Joelson

O Governador sabe que não cumpre a lei e dá essa desculpa, sem querer recorrer ao auxílio federal, porque ele teria de demonstrar que aplicou os 25% de lei na Educação. E se ele não os aplicou, ele por seu turno não vai querer produzir provas contra si mesmo.

Anônimo disse...

Bom dia Beatriz! Gostaria de dizer que apoio a greve e vou nessa luta até o fim! Só que penso que chegou a hora de fazermos mais propaganda em televisão e em jornais sobre a realidade do professor. O nosso salario de miséria e as dificuldades enfrentadas por todos os profissionais da área. Que tal um quadro comparativo dizendo;" Minas paga aos Policiais com ensino médio R$ 4000,00 e aos professores com curso superior e pós-graduação R$ 500,00! Ou seja, Minas, está pouco se lixando para a educação de seu povo!" Nada contra os policiais que devem ser valorizados, pois enfrentam muitos riscos, mas e nós, educadores? Enfrentamos diversos riscos também! Enfrentamos alunos muitas vezes armados, vamos a escolas que muitos policiais só vão aos montes e com viaturas, enfrentamos todo tipo de ameaças de alunos e pais e etc.. Será que o professor, aqule que educa e que pode transformar a realidade das crianças, mostrar um novo mundo e colocar esse país nos primeiros lugares nos níveis sociais e econômicos (haja viso que isso só acontece com investimento em educação!)merece ganhar 75% MENOS que um profissional da segurança?! O que quero dizer é que nessa greve não estamos PEDINDO AUMENTO E SIM QUE A LEI SEJA CUMPRIDA!PAGUE JÁ O PISO SALARIAL DOS PROFESSORES!!!
Prof. Eduardo
B.H.

Nathi disse...

Boa noite
Acredito que os efetivados da Lei 100, só pensam em si próprios, conheço professores que mudaram de área por conta da Lei 100...
Acredito que o governo Aécio/Anastasia estão se colocando acima de tudo...(Constituição Federal)é como se nada e nem ninguém podesse dete-los...
Ser educador é acima de tudo ser exemplo...
Vamos pessoal a luta é nossa...
PISO JÀ e todas as vagas "vagas" não assumidas por concursados no edital do concurso...

Janete disse...

NÃO É O GOVERNO QUE ESTA DIVIDINDO A CATEGORIA E SIM O SINDICATO, QUE ESTA JUNTO COM O MINISTÉRIO PÚBLICO ADOTANDO MEDIDAS PARA PREJUDICAR OS SERVIDORES EFETIVADOS E ASSIM MUITAS FAMÍLIAS. DOU UM NÃO A ESTA POLITICA SUJA. JANETE

Janete disse...

provavelmente você não vai publicar meu comentário anterior pois é contra a sindicato.

Beatriz Cerqueira disse...

Prezada Janete,
respeito a sua opinião mas não concordo com o que diz. Leia novamente as postagens sobre o assunto. Há uma deformação na leitura da informação sobre a questão dos efetivados e o Ministério Público.
Apenas informei que há no Ministério Público estadual uma Ação Civil Pública sobre a Lei 100/07. Isto é uma informação.
Agora acho lamentável as pessoas negarem a informação como se isso a tranformação em informação falsa. Leia também toda a legislação sobre o assunto. Verá que há uma distância entre o discurso do Governo e a realidade determinada pela legislação. Sempre defendi várias questões relacionadas aos efetivados mas não concordo com manipulação e deturpação de informações porque é assim que o governo ganha o discurso no interior do estado. Somos educadores, temos que procurar as informações sem que ninguem nos manipule, seja quem for.
É a mimha opinião.

João Paulo Ferreira de Assis disse...

Para os que acreditam na lei 100:

Ela é flagrantemente INCONSTITUCIONAL pois viola o art.41 da Constituição Federal:

Art.41 - São estáveis após três anos de efetivo exercício os servidores nomeados para cargo de provimento EFETIVO em virtude de CONCURSO PÚBLICO.

Logo a única forma de ingressar no serviço público é PRESTANDO CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E TÍTULOS, e não por essa lei fajuta.

Senhorita Janete, quer segurança? Preste o concurso público e seja aprovada.

Anônimo disse...

Que me desculpem os efetivados que não querem perder a efetivação, mas isso é tentar burlar a lei, a Constituição, agir somente em interesse próprio. Ainda que o Sindicato se mostrasse claramente contra a Lei 100 ninguém deveria achar ruim, porque o Sindicato estaria apenas do lado legal. Fico indignada quando vejo efetivados brigando com unhas e dentes pela permanência de inconstitucionalidades em MG, enquanto a categoria se encontra em greve exigindo o cumprimento de lei. Não vamos ser incoerentes e nem cair nos golpes baixos do governo.
Força ao Sindiute, à Beatriz, que diante do desgaste de uma greve ainda tem que deparar com pessoas querendo a defesa de coisas ilegais. Brasileiro é f...

laercio da silva disse...

cara Beatriz, essa discurssão dobre situação funcional é simplesmente massante. Você deu uma informação sobre o processo que se encontra na justiça sobre a lei 100 e o que pode acarretar, mas você está se esquecendo que ela foi feita para resolver problemas do governo e não para os funcionários.Outra questão é que em nenhum momento os direitos do efetivados estão igualados aos dos efetivos,uma mudança de lotação, as vagas dos mesmos não constando no edital não significa paridade,o art.9 do decreto 44.674/07, fala que os efetivados NÃO POSSUEM ESTABIDADE, volto a dizer que a lei 100 foi criada com intuito de resolver pendências com o INSS e não dos ajudantes de serviços gerais como disse o colega.Colocando as vagas não faria sentido aprovação da lei em dois turnos na Assembleia e a sanção do governo.A falta de informação por parte da categoria é impressionante, o bullyng Efetivados, é desumano e incompreensivo. Temos que lutar, mas primeiro buscar a equidade e não a fragmentação efetivo X efetivado.A fala do sindicato fica vazia a partir do momento, em que toda essa situação é colocada como responsabilidade nossa e não do governo.Vermos colegas se degladiando pela internet, educadores, formadores de opiniões, e no entanto, totalmente desinformados. Eu peço a você com todo respeito, diga somente o que está escrito e não disse que me disse, e mais um pedido, não publique anonimos em seu blog que praticam bullyng que é crime e não os efetivados da lei 100.

Anônimo disse...

TRIBUNAL DE JUSTIÇA MINAS GERAIS

Número do processo:
1.0024.08.942689-4/002(1)
Númeração Única:
9426894-02.2008.8.13.0024

Processos associados:
clique para pesquisar




Relator:
Des.(a) ALEXANDRE VICTOR DE CARVALHO

Relator do Acórdão:
Des.(a) ALEXANDRE VICTOR DE CARVALHO

Data do Julgamento:
23/03/2011

Data da Publicação:
29/04/2011

Inteiro Teor:


EMENTA: INCIDENTE DE INCONSTITUCIONALIDADE - ARGUIÇÃO IRRELEVANTE - ART. 7º, INCISO V, DA LEI ESTADUAL Nº. 100/2007 –


Eis o teor da ementa do referido acórdão:
INCIDENTE DE INCONSTITUCIONALIDADE. ARTIGO 7º, INCISO V DA LEI COMPLEMENTAR 100/07 DO ESTADO DE MINAS GERAIS. PROFESSOR. FUNÇÃO PÚBLICA. TITULARIZAÇÃO EM CARGO EFETIVO. INCLUSÃO NO REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA DO ESTADO. AFRONTA AOS ARTIGOS 37, II E 40, §§ 13 E 14 DA CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA. INCONSTITUCIONALIDADE DA NORMA DECLARADA INCIDENTALMENTE. - Ao transformar em titular de cargo efetivo, sem submissão a concurso, servidor ocupante da denominada "“ função pública “", o artigo 7º, inciso V, da Lei Complementar nº 100/07 viola frontalmente o artigo 37, II, da Constituição Federal, que estabelece depender a investidura em cargo ou emprego público de aprovação prévia em concurso público de provas ou de provas e títulos, de acordo com a natureza e a complexidade do cargo ou emprego, na forma prevista em lei, ressalvadas, apenas, as nomeações para cargo em comissão declarado em lei de livre nomeação e exoneração. - Noutro vértice, se o dispositivo pretende incluir no regime próprio de previdência do Estado servidor não titular de cargo efetivo, afronta o artigo 40, §§ 13 e 14 da Constituição da República, que vincula os servidores ocupantes, exclusivamente, de cargo em comissão declarado em lei de livre nomeação e exoneração bem como de outro cargo temporário ou de emprego público, ao Regime Geral de Previdência Social - Rel. Des. Herculano Rodrigues, publicação em 12 de fevereiro de 2010).

Ao analisar o que descreve acima nota-se que o governo omite a verdade sobre os efetivados enganando-os com a carta enviada aos mesmos.

SINDUTEMG

SUB-SEDE

POUSO ALEGRE

Anônimo disse...

Beatriz, você já viu o que está no blog?
"O blog foi removido
Desculpe, o blog em forasindutemgja.blogspot.com foi removido. Esse endereço não está disponível para novos blogs."
Com certeza a estrategia do governo não está dando certo.
Beatriz Parabéns pelo seu brilhante trabalho, e força na luta, vamos lutar para que esse edital não continue no site da educação enquanto nele não colocar todas as vagas existentes.

laercio da silva disse...

Cara Beatriz,mais uma vez vamos degaldiar por um assunto que não nos traz nenhuma elucidação
como diz o anônimo da sub sede de Pouso Alegre com relação a Lei 100, essa discussão o que é legal e o que não é legal não compete a nós profissionais da educação, pois os politicos fazem o que bem querem e ninguém tem argumentos palpáveis para combater. A hora é de união entre a categoria. A questão de ser efetivados ou não, cada cidadão age da maneira que lhe convir, dizer que o governo está enganando os profissionais da educação é achar que não temos conhecimentos, que somos ignorantes e desinformados, que os EFETIVOS são os detentores do conhecimento pois são CONCURSADOS, muitas das vezes vemos de perto a INCOMPETÊNCIA de muitos colegas, concurso público é uma forma democrática de se ingressar no emprego público, mas tudo bem, e o dinheiro que o governo mineiro arrecadou com LC-64/02 e não repassou para o INSS,como fica a situação do profissional na hora de se aposentar?Fazer o concurso ou não é opcão de cada um, não nos cabe julgar ou condenar, pois não cometemos nenhum crime, pelo contrário, o governo é o maior culpado. É obrigação do TJMG analisar as leis mineiras, mas quem bate o martelo final é STF. Saiu uma reportagem em 29/03/2009 no Jornal Estado de Minas, com a seguinte manchete:"na corda bamba"
falando a respeito dos efetivados.A reporter Isabelle Souto faz o seguinte comentário "A ADIN questiona a lei de 1990 que concedeu a cerca de 11 mil pessoas direitos e vantagens semelhantes ao concursados e está parada desde maio de 2008 no STF...mesmo que os ministros confirmem a inconstitucionalidade da lei, ela não seria aplicada para os atuais função pública e tudo continue como está.Caso seja essa opção do STF, não faria sentido a Procuradoria questionar a efetivação dos designados da Educação..." Esse trecho relata justamnente a minha opinião, cabe ao STF o julgamnento da mesma, pois, o mesmo julgou a legalidade do pagamento do nosso piso e o governo não paga, ou seja é briga entre caciques, com a categoria dividida , com toda certeza os nossos interesses(PISO) estão infelizmente em 3º plano. "Mais vale uma minoria mobilizada que uma maioria desmoblizada" Celso Brant.

Anônimo disse...

Bia, temos que lutar AGORA, QUE ESTAMOS EM GREVE, para que a vaga dos efetivados vão para concurso. É questão de justiça, de dar direitos à todos, democracia. Não vamos perder a chance das nossas mobilizações e colocar esse assunto em pauta até o governo mudar esse edital. Eu já até ouvi falar que o concurso foi embargado por causa dessas vagas não constarem. Você tem alguma informação sobre isso? Bjs e fique com Deus, greve até o piso!