terça-feira, 14 de junho de 2011

LEMBRETE IMPORTANTE

Nesta quarta-feira faremos uma manifestação conjunta com os trabalhadores da saúde, trabalhadores da Cidade Administrativa e auditores fiscais na Cidade Administrativa. Já fizemos contato com todas as subsedes de BH e Grande BH. Haverá transporte saindo da porta do Sind-UTE MG - Rua Ipiranga, 80, Floresta - 8 h.
Qualquer dúvida, o telefone do Sind-UTE é 34812020.

13 comentários:

delduque disse...

Meu nome é delduque, sou professor em pedro leopoldo. Gostaria de auxiliar na reflexão para esse comando de greve de 5ª feira com as avaliações:
1- O governador nos aprisionou com o subsídio. Ao voltar para a carreira antiga, a lei diz que no próximo mês o contracheque já é da antiga. O governo não vai cumprir essa lei durante a greve. Vamos continuar no subsídio até o final da greve, quando, se não tivermos força estaremos rendidos ao subsídio. Temos que ter um quadro de quantos profissionais no estado optaram por voltar a carreira antiga.
2- A greve será longa. Não adianta nos iludirmos com "divulgação do acordão" e "ação no ministério público". São válidas, dão força a greve. Mas, pensando na greve 2010, época de eleição, 47 dias. Neste ano, 2011, vai durar mais.
3 - Temos que nos preparar para essa greve longa. O governo e a sociedade precisa saber que estamos preparados para essa greve longa, com corte de salário e o que vier. Para isso,num primeiro momento economizar no próximo salário que ainda vamos receber não paganco copasa nem cemig. Nada de "fundo de greve". Vamos criar um banco solidário (quem tem dinheiro sobrando empresta para quem não vai ter). Vamos usar o crédito salário do banco do brasil. Temos que nos arregimentar com relação ao corte de salário.As propostas devem ser divulgadas num boletim organizador. O governo deve ter notícia da nossa disposição.
4- Temos que criar atividades que mantenham a greve acessa. Enviar um grupo de grevistas a Brasília para lá ficar. Todos os dias esse grupo ir ao STF exigir a divulgação do acordão. Ir às lideranças do PSDB na camara para exigir sua intervenção junto ao anastacia. Visitar outros deputados e senadores. Esse grupo deve criar um canal de comunicação com a categoria via esse blog ou sindute.
5- Estar na praça 7. Criar grupos com trabalhadores da região metropolitana para que possamos revesar nessa atividade.
6- É preciso criar um vínculo do nosso movimento com a sociedade. Talvez o lema possa ser: "governador, acabe logo com a greve dos profesores: cumpra a Lei e pague o piso." Pensei em um projeto de impeachment. Existe um número mínimo de assinaturas, tipo projeto popular? Ou talvez um abaixo assinado com manifestação na entrega.
Pois bem, percebo que as nossas greves sempre tiveram esse gargalo: o corte de salário. Essa vai ser a greve que deveremos superar esse gargalo. Um abraço. Meu email: delduques@yahoo.com.br

Thiago Coelho disse...

Beatriz, boa tarde!

Acredito que um investimento nos meios de comunicação seja importante para manter toda a sociedade informada a respeito dessa greve que estamos executando. Panfletagem, colunas em jornais, carros de som seria algumas opções que são capazes de atingir várias pessoas.

Abraço!!!

Anônimo disse...

Boa tarde, Beatriz!!!

Preciso de informações sobre quem procurar em Ouro Preto para saber se a adesão é grande ou pequena aqui. Na escola em que trabalho parece que ninguém está insatisfeito com o salário, pois a adesão é zero. Talvez seria interessante um comando de greve na região para visitar todas as escolas que não participam da greve. Isso é lastimável!!!! Quero aderir sozinha, mas há uma pressão dos superiores que afirmam que poderei ser exonerada porque a escola funciona como um todo. Enfim, estou com receio de parar e fico inconformada de continuar trabalhando enquanto um grande grupo de professores estão lutando por uma causa justa que beneficiará a todos da categoria. Alguém por favor venha sacudir o povo de ouro preto... com urgência!!!

Anônimo disse...

Beatriz,

Estive no comandado de greve do dia 08/06 e na audiência pública do dia 10, ambos os espaços se caracterizaram como momentos muito importantes de liderança sindical, pela clareza e determinação em sua fala. Acredito que muitos colegas não tiveram a sorte e a oportunidade de presenciar suas explanações. Sugiro que você poste esses vídeos no site do Sindute ou no seu blog, pois assim várias outras pessoas poderão ter acesso à sua fala. Você tem um belo discurso, sua exposição é clara e objetiva, sem curva. Acredito que com a difusão desses vídeos entre a categoria será mais fácil fazer o convencimento daquele que anda desacreditado com a luta.

Abraços.
Clayton Coelho.

Robervaldo disse...

Sou de Cristália, norte de minas,na nossa cidade estamos dispostos a entrar em greve, mas queríamos dar uma contribuição maior do que só parar as nossas atividades, para que a nossa participação seja mais efetiva, peço então que nos faça uma sugestão de quais atitudes devemos tomar. contato robermedeiros@bol.com.br

Anônimo disse...

Cara Beatriz,
A Secretária falou na radio Itatiaia, que você, é cumplice do subsídio, e agora?

Prof. Marco Aurélio

Beatriz Cerqueira disse...

Prezado Marco Aurélio,
a resposta do Sind-UTE foi lida pelo jornalista Eduardo Costa no Programa Chamada Geral hoje. Estará disponível no site do Sind-UTE e no Informa 35 que será entregue na Assembleia nesta quinta-feira. Se você participou das atividades de 2010 lembrará de toda o nosso movimento e do comportamento da Direção Estadual. Também está diponível em nosso site o Termo de Acordo assinado em 2010. Quanto a estratégia de desqualificar a entidade feita pelo Governador do Estado me mostra que o nosso movimento está incomodando muito.
Um abraço,
Beatriz

Anônimo disse...

Oi, Beatriz.

Nossa luta é digna e correta,mas sinto que muitos colegas não estão acreditando nela e pensam que nosa greve de 2010 não deu em nada, pois a reposição foi muito cansativa e penso que isto está atrapalhando o movimento está enfraquecido.Outro fator importante é muitos professores novos e Lei 100 estão satisfeitíssimos com o subsídio. Que fazer?

Anônimo disse...

Caros colegas de uma olhada nesse site,ele mostra como anda as negociações da greve dos profs em outros estados.

http://g1.globo.com/vestibular-e-educacao/noticia/2011/06/professores-de-seis-estados-estao-em-greve-no-pais.html

Anônimo disse...

BIA, AS SUBSEDES PRECISAM DESLOCAR COM EQUIPES ORGANIZADAS PARA FORTALECEREM OS MOVIMENTOS JUNTOS COM NÓS, GREVISTAS DE CIDADES BEM MENORES ONDE POSSSUEM MENOR NÚMERO DE ESCOLAS.

Anônimo disse...

BIA, AS SUBSEDES PRECISAM DESLOCAR COM EQUIPES ORGANIZADAS PARA FORTALECEREM OS MOVIMENTOS JUNTOS COM NÓS, GREVISTAS DE CIDADES BEM MENORES ONDE POSSSUEM MENOR NÚMERO DE ESCOLAS.

Anônimo disse...

PELA A PRIMEIRA VEZ ESTOU SENTINDO O PESO DE UMA GREVE, MAS DESCOBRIR QUE NÃO É FACIL, SÃO TANTOS COMENTÁRIOS MENTIROSOS, O BOM É QUE EM MINHA CIDADE ESTAMOS ENFRENTANDO TUDO E TODOS, A EQUIPE TEM MUITA GARRA. PARABÉNS BIA ESTAMOS COM VC NESSA. QUE VENHA ASIA.

Anônimo disse...

Bia, estou de greve ha varios dias, em minha escola so eu que participo , confesso que estou tentando ficar forte p/ não desistir, mas está dificil. Beijosss.