sábado, 25 de junho de 2011

Comando de greve de Pedro Leopoldo

Abaixo segue comunicado que o comando de greve de Pedro Leopoldo fará publicar no principal jornal da região, esclarecendo a população sobre os motivos da nossa greve:

GREVE DOS PROFESSORES.

COMUNICADO DO COMANDO DE GREVE

Em janeiro de 2011, o governo de Minas instituiu um novo sitema remuneratório para os servidores da educação, ativos e inativos, denominado de subsídio.
Entretanto, a própria lei que instituiu o subsídio permite, ao servidor, o retorno ao sistema remuneratório antigo ( SRA ), num prazo de até 90 dias.
Neste intervalo, o STF votou pela constitucionalidade da Lei do Piso para o magistério. Desta forma, os professores começaram a retornar para o SRA pois este, agora, se mostra mais vantajoso, abandonando, de vez, o sistema remuneratório por subsídio.
A Lei do Piso foi uma conquista histórica para os trabalhadores em educação. Ela define um vencimento básico, sobre o qual deve incidir vantagens adquiridas pelo professor ao longo da carreira. O subsídio, pelo seu formato, não admite o piso, descaracterizando a carreira. Por isto foi rejeitado por grande parte da categoria.
O governo de Minas se recusa a cumprir a Lei Federal 11738 que instituiu o Piso Nacional Salarial Profissional. Isto é muito grave. Mostra todo o desprezo do governo com a educação, só lembrada em época de eleição.
A Lei do Piso não vai trazer nenhum impacto na folha que o governo de Minas não tenha condições de assumir. E mais, se faltar recurso o governo federal vai complementar. Já tem verba destinada para isto. Ou seja, é pura má vontade do Governador Anastasia e sua cúpula.
No passado, congelaram nosso salário em nome da construção da “cidade administrativa”. Agora a desculpa são as obras da copa. Amanhã...
Portanto, esta GREVE é porque o governo de Minas não cumpre a lei. Onde está o judiciário neste momento que nada faz? Onde está a sociedade organizada ( ALMG, OAB, Promotoria, Tribunal de Justiça, Desembargadores, Associação de Pais e Alunos, MEC, Polícia Federal, etc. ) que se calam diante deste desatino?
Queremos o Piso, mas queremos respeito também.
COMANDO DE GREVE DE PEDRO LEOPOLDO

3 comentários:

Cristina Costa disse...

Assino abaixo deste comunicado!!!!

Anônimo disse...

Até quando teremos que gritar? Por que a sociedade mineira encara um fato real e concreto que demonstra toda a prepotência do poder executivo com naturalidade a ponto de nada dizer, nada responder, nada falar?
O capitalismo não pode ter corrompido e alienado tanto as pessoas a ponto de aceitarem tal fato. Continuemos na luta, companheiros! Aguardamos o cumprimento da lei do PISO, já!

BARRETO disse...

é duro companheiro - Qual a moral que o Brasil possue para sediar eventos esportivos -um país que não investe na educação - que futuro teremos por aqui