domingo, 7 de agosto de 2011

A estratégia de convencimento do governo

"Beatriz ao receber este mês constatamos que a perda de 200,400 e de até mais em nosso pagamento. Todos estão falando em retornar ao subsídio. O que vc me diz sobre isso?"

"Parece que estra greve vai ter uma conquista histórica: redução de salário. E agora, o que o sindicato vai fazer com isso tudo??? Vamos ter o salário diminuído???"

Para tentar convencer a categoria a optar pelo subsídio, a estratégia do governo é apresentar um valor de remuneração superior ao recebido na remuneração de vencimento básico. Precisa haver algum atrativo e é com o empobrecimento da categoria que o governo trabalha. O problema é que este valor maior de remuneração é apenas um efeito imediato. Se analisarmos as possiblidades de manutenção do poder econômico do susbsídio, constataremos uma rápida defasagem salarial e congelamento das tabelas.
Mas o governo agiu chantageando a categoria. Acompanhe:

1o passo: a não publicação dos retornos
Desde fevereiro a categoria começou a apresentar o requerimento de retorno à remuneração de vencimento básico. Mas o governo não publicou nem fez o retorno. Durante os meses de fevereiro, março, abril, maio e junho todos receberam o subsídio, mesmo optando pelo retorno.

2o passo: a ocorrência no contracheque
Em junho, quando iniciamos a nossa greve, o governo resolveu fazer as publicações e o retorno de mais de 70 mil profissionais da educação e avisou isso através da ocorrência no contracheque. Qual o objetivo disso? Fazer uma chantagem: "olha o que a sua opção resultou: numa diminuição do salário. Então pensa bem, ainda dá tempo de voltar para o subsídio". Contando com o desespero e a desinformação, o governo pode ter sucesso em sua estratégia. Por isso precisamos ter muita clareza do que é a nossa reivindicação e porque saímos do subsídio.

No subsídio não há Piso Salarial. Por isso iniciamos a orientação de saída dele. O Piso Salarial, conforme determinação do Supremo Tribunal Federal é vencimento básico. O vencimento básico está na remuneração anterior ao subsídio. O governo terá que apresentar as tabelas de adequação ao Piso Salarial, se o vencimento básico continuar a existir em Minas Gerais. Esta redução de salário é momentânea. Ao orientarmos o retorno à remuneração anteorior ao subsídio, temos clareza de que os valores terão que ser alterados, não continuaremos a receber o valor que está no contracheque de agosto. Além disso, discutimos o passado através de uma ação de cobrança individual uma vez que a Lei 11738/08 estabelece que a vigência do Piso Salarial é a partir de janeiro de 2008 e a decisão do STF é de abril deste ano. Quando o acórdão desta decisão for publicado teremos mais um instrumento para cobrar a aplicação do Piso a partir da data que ele determinar.
3o. passo: a não publicação das tabelas de Piso Salarial até o dia 10/08
O governo do Estado está protelando ao máximo a apresentação das tabelas de Piso Salarial. Para que o servidor não tenha clareza do seu direito de escolha e na dúvida fique com o subsídio. Não podemos cair nesta armadilha. Em qualquer situação de interpretação do Piso: valor do Mec, valor da CNTE, integral, proporcional, em qualquer situação o Piso Salarial é a melhor opção, seja para aqueles que têm tempo de serviço, seja para os que não tem. Como o governo sabe disso e já fez as suas contas, é mais barato pra ele que a categoria permaneça no subsídio.

69 comentários:

Anônimo disse...

Olá Beatriz!!
Desde o ano passado quando soubemos que você assumiu a coordenação do sindicato notamos que sangue novo e comprometido com os interesses da categoria estava agora a frente, nos guiando. Isso é motivador.
Tenho postado no jornal O Tempo e no blog do Benny A seguinte mensagem:
"Gostaria de agradecer ao jornal O TEMPO por ter disponibilizado mais espaço para a discução com a sociedade sobre a situação caótica da educação em Minas. E o tem feito de maneira muito séria e comprometida com a categoria e com a população em favor da verdade. O João Filocre foi secretário adjunto da educação e postou em seu blog vários exemplo de vencimentos comparando as tabelas salariais com o piso salarial estabelecido pelo STF e as do subsídio. Ele afirma, e nós podemos conferir nas tabelas, que na maioria das situações a decisão do Supremo é melhor e oferece ganhos mais significativos para professores com vantagens pessoais. Existe professores com Formação superior e pós graduação ganhando como se fossem professores primérios em início de carreira. Podem conferir no endereço http://www.joaofilocre.com.br/ O próprio governo em 2008 assumiu que pagaria o piso acrescido de vantagens em 2010 e não cumpriu https://www.educacao.mg.gov.br/imprensa/noticias/1172-secretaria-divulga-comunicado-a-servidores Não dá pra acreditar mais nesse governo. É descaso demais. Quanto ao Mário de Assis deveria lutar pela qualidade nas escolas. Professores bem remunerados tem condições de exercer melhor suas funções."
Tentei postar na Itatiaia e no blog do Eduardo Costa mas não obtive retorno.
Agradeçemos desde já a sua liderança e muita força na luta!
David

Luciano disse...

Não devemos nos deixar enganar pelo governo. O subsídio é teto e não piso. Quando sair a tabela do piso todos os professores irão ganhar mais por essa opção. Não quero o subsído.

Luciano disse...

Não devemos nos enganar o subsídio é a pior opção para todos nós.

Luiz - Chalé - MG disse...

Lendo este artigo fiquei muito triste ao constatar que, aquilo que há muito tempo eu suspeitava, é a mais pura verdade: "O maior inimigo do professorado, é o próprio professorado". A falta de consciência crítica de alguém que só vê o imediato, é simplesmente vergonhoso para um(a) professor(a) que deveria ser formador de opinião. Esse é o grande aliado da "ANASTÁSIA".

Anônimo disse...

cade o acordão? acordem gente!!!

Rui disse...

Beatriz,
Parabéns pela condução da luta!
Seu texto aponta claramente a intenção do governo. Precisamos saber que esta é a hora de nos mantermos firmes e conquistarmos todo o apoio possível. O governo utilizará todas as suas armas. Devemos nos preparar e não nos intimidarmos. Precisamos ter o site do sind-Ute e o seu Blog como referências das informações, uma vez que o governo utilizará a desinformação através dos seus "parceiros", aquela Federação, aquela outra Associação, como já é de costume .Os companheiros também precisam pensar que apenas fazer o protocolo de retorno à carreira antiga e não lutar não é o caminho correto. As ASSEMBLEIAS da categoria são importantes na tomada de decisões e constitui o espaço para a atualização das informações verdadeiras.
Força na Luta!!!
Rui - Professor da Rede Estadual de Santa Luzia

Anônimo disse...

Cara Beatriz,
Foi ótimo seu comentário, pois é desta forma que eu acho que vai acontecer, se ele abrir negociações antes do dia 10/08, o nº de professores que ficarão no subsídio será muito pequeno.
Sebastião de Oliveira

Gracieusa Brito disse...

Isso está cheirando a golpe pra nos dispersar... Temos que mostrar aos colegas as diferenças entre piso e subsidio, isso sim. Não fazer piquetes :" _ Mary Beth Pelosky conhecerá projetos da Secretaria de Estado de Educação e visitará quadro escolas da rede estadual de ensino"

https://www.educacao.mg.gov.br/imprensa/noticias/2220-escolas-mineiras-recebem-a-visita-de-diretora-norte-americana-na-proxima-semana
CUIDADOOOOOO

Anônimo disse...

Bia, gostaria de saber se no meu caso que não tenho nenhuma vantagem publica por não dar mais direito, se devo optar pela carreira antiga, uma vez que descontará quase 500 reais no meu pagamento.
Trabalho desde 2005 e não tenho biênio e nem quinquênio. O que vc me diz?

EDUCADORA disse...

Não ao subsídio e SIM AO PISO SALARIAL! Não aceitamos enganação, subsídio é a pior opção!

EDUCADORA disse...

Bia,
Vou postar aqui o mesmo comentário que fiz no blog do Euler.
Tendo a certeza de que o governador e sua corja leem tudo o que se referem à GREVE da educação nos blogs, resolvi fazer uma breve e simples análise para que eles possam compreender melhor o motivo da nossa greve, parar de tentar nos enganar e CUMPRIR LOGO A LEI.
AnastAZIA precisa respeitar as nossas escolhas, não queremos o subsídio, não queremos aumento no subsídio, a nossa greve é pelo PAGAMENTO DO PISO, seja ele o valor que for! Queremos o CUMPRIMENTO DA LEI, não adianta vir com esta história de que o governo mineiro já paga o subsídio no valor acima do piso, isto é MENTIRA e já provamos através da publicação de nossos CONTRACHEQUES. Mesmo que quiséssemos acreditar nesta mentira, o que queremos É O PISO SALARIAL e NÃO O SUBSÍDIO. Você AnastAZIA, pode aumentar o valor do subsídio 10 vezes mais que o valor, miserável, do PISO mas continuamos querendo o que é nosso por direito, ou seja, O PISO SALARIAL. Deu para entender? No momento não estamos "preocupados " com sifras e nem com aumentos de salários mas sim com o PAGAMENTO DO NOSSO PISO. SIM AO PISO, NÃO AO SUBSÍDIO! É muito simples, não queremos nenhuma proposta em cima do subsídio tentando convencer-nos a aceitá-lo, não queremos mais a palavra SUBSÍDIO nos nossos CONTRACHEQUES, queremos ver escrito no nosso CONTRACHEQUE a palavra PISO SALARIAL. E aí AnastAZIA, conseguiu compreender ou tá difícil!!!

Maria Helena disse...

Esses profissionais que não se informam e vêem somente os números de seu contra cheque são um dos motivos da nossa desvalorização.
Será que esses questionamentos são mesmo de professores? Brincadeira. Todos os professores deveriam saber que o governo não iria reajustar salário de quem saísse do subsídio, para forçar o desavisados a não mudar para o piso. Abra os olhos professores! Só do governo querer o subsídio, já mostra que essa não é a melhor opção para a categoria. ABRA OS OLHOS ,DEIXE O COMODISMO E VENHA LUTAR PELOS SEUS DIREITOS.

Anônimo disse...

É GREVE ATÉ O PISO. NÃO TEM ESSA DE SUBSÍDIO NÃO. SE É TÃO BOM ASSIM QUE ELE PAGUE PARA SUA CORJA OS SUBSÍDIO. A JUSTIÇA JÁ DETERMINOU: PROFESSORES VÃO RECEBER É O PISO SALARIAL E TODAS AS GRATIFICAÇÕES SOBRE ELE. NÃO QUEREMOS OUTRA PROPOSTA. É O PISO OU O PISO. GREVE ATÉ O PISO VIU GOVERNADOR?

Gracieusa Brito disse...

Bia,Eurekaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa ! No jornal do Elias José : " ENEM - Sugestão aos alunos, peçam ajuda ao PROFESSOR DA FAMÍLIA, esse grande projeto educacional implantado pelo Governo e as Secretárias de Educação de Minas Gerais.

Anônimo disse...

Caros professores,
Esta semana deve ser decisiva, portanto, os professores devem manter unidos e muita coragem, firmes na luta, não pensar sair da greve sem a vitória, podem acreditar, vocês vencerão esta batalha.

Na reunião do dia 02/08 feita pela Secretaria da Educação com os diretores, ela disse que o regime remuneratório será extinto, sendo que o Governo não trabalhará para a valorização da carreira. Veja quanta ignorância, não importa se o Governo vai ou não valorizar a carreira, o importante que ele cumpra a Lei, a valorização será feita pelo Governo Federal.

Beatriz Cerqueira disse...

Prezada Gracieusa,
ótima sugestão. Muito boa mesmo!!!
Um abraço,
Beatriz

Anônimo disse...

Companheiros,

... CASO PREVALEÇA O TOTALITARISMO DO DESMONTE DA EDUCAÇÃO PÚBLICA E GRATUITA DE QUALIDADE AOS CIDADÃOS DE BAIXA RENDA, CASO A MENTIRA E A ILEGALIDADE SEJA INSTITUÍDA NESTE ESTADO...

EM RESPEITO A TUDO QUE FOI DITO E SENTIDO...

A ÚLTIMA CARTA... UM CONSOLO:

NÃO REPONHAM OS DIAS PARADOS.
NÃO REPONHAM OS DIAS PARADOS.
NÃO REPONHAM OS DIAS PARADOS.
NÃO REPONHAM OS DIAS PARADOS.
NÃO REPONHAM OS DIAS PARADOS.
NÃO REPONHAM OS DIAS PARADOS...

DE PÉ, GUARDIÕES DA ÉTICA E DA ESPERANÇA... AINDA VIRÁ O DIA EM QUE TUDO SERÁ COBRADO...

MENOS OS DIAS PARADOS...
ESTES POR TUDO QUE FOI SENTIDO ESTÃO JUSTIFICADOS.

COMPANHEIROS, OBRIGADO POR TUDO E QUE NA PRÓXIMA SEMANA, DEUS ESTEJA DO NOSSO LADO...

CASO CONTRÁRIO, SEJA FEITA A VOSSA VONTADE!!!

MENOS... A... REPOSIÇÃO... DOS... DIAS... PARADOS!!!!!!!!! AMÉM."

Anônimo disse...

Boa noite a todos!
É incrível esse nosso governo:
- Tem dinheiro (bilhões!) para investir em estádios de futebol;
- Tem dinheiro (bilhões!) para construir uma cidade administrativa;
- Tem dinheiro para cumprir a lei e pagar aos nossos digníssimos deputados estaduais os 75% do salário de um deputado federal;
- Tem dinheiro pra fazer propagandas a todo instante, em todas as mídias: tv, jornal, rádio e etc;
- Term dinheiro para pagar as polícias (civil e militar) e garantir um salário inicial de (vejam bem: SALÁRIO e não SUBSÍDIO!) R$ 4000,00 nos próximos anos, através de aumentos suceessivos;
- Tem dinheiro pra pagar pessoas sem formação necessária e nomeá-los "Professor da Família";
- E agora, a cereja do bolo, ameaça contratar e pagar professores para os alunos do 3° ano do ensino médio, substituindo os grevistas!
É revoltante! Existe dinheiro pra tudo, menos para cumprir uma simples lei; pagar O PISO aos professores...
É lamentável que se o governo realmente contratar professores, tem colegas não pensarão duas vezes e aceitarão o contrato...
Essa era pra ser uma briga de DAVI x GOLIAS, onde os professores seriam o lado mais forte dessa corda. O problema e que muitos se acovardam e não tem coragem de entrar em greve e exigir um direito que é o nosso por lei federal: O PISO SALARIAL!!!
Sugiro que o sindicato, através de suas subsedes, produza material e convoque um mutirão entre os grevistas! Já que não podemos pagar propagandas carìssimas como o governo, que façamos panfletagem próximo as escolas, mostrando o nosso verdadeiro salário, nossas condições de trabalho e gastança desse governo com tudo o que foi citado acima e ainda se diz "preocupado com a educação dos nossos jovens". Não vamos desistitr nunca!
Prof. Eduardo
B.H>

Anônimo disse...

Só uma mega manifestação de pais e alunos na Praça Sete, seguida pela coleta de assinaturas para o pedido da saída do Anasssss do poder é que vai assustar esses valentões!

Flávio disse...

Temos notícias de mais adesões aqui em Ipatinga, na minha escola, João XXIII mais Seis professores aderiram a greve. Em várias outras escolas muitos outros professores reforçaram o movimento nesta sexta. O trabalho vai continuar com as visitas as escolas na segunda. Vamos postar as novas adesões aqui, encorajando nossos colegas a aderirem à greve pelo piso.

Na terça vamos todos a bh.

Anônimo disse...

Beatriz,

Gostaria de saber se o (DES)governador, como uma de suas "medidas cabíveis", poderia demitir/exonerar aqueles funcionários que estão em greve. Estou bastante preocupada com isto, pois ele é realmente maquiavélico.
Por favor, esclareça esta minha dúvida para que eu fique mais tranquila.
Att,
Educadora em greve desde 08/06

Beatriz Cerqueira disse...

Prezada colega,
o direito de greve além de estar previsto na Constituição Federal, está previsto na Lei Federal 7.783/89. Não é possível que nenhum governo exonere ou encerre contrato em função do servidor estar em greve.
No site do sindicato há um Informa (34) que explica bem a lei do direito de greve. Fiz uma postagem sobre isso aqui no blog em junho.
Um abraço
Beatriz

Evaldo, Monte Carmelo disse...

Bia, força na luta. Aqui em Monte Carmelo a greve continua forte. A pressão para voltarmos é grande.Agora lidamos com um grupo de alunos que estão realizando um movimento chamado " volta às aulas". Eles dizem que não são contra os professores, mas não critica o governo ora nenhuma. Vão à SRE, que afirma para os mesmos que nós estamos mentindo. E muitos deles, por ingenuidade e inexperiência e falta de criticidade para lidar com o discurso falso e enrolados do governo Acredita. Mesmo assim, defendemos a livre manifestação e os parabenizamos pelo ato, porém temos a certeza que estão cobrando dos agentes errados.
Mas como tudo no mundo tem dois lados, vários alunos e ex-alunos manifestaram seu TOTAL apoio à nossa causa. Como estes estudantes: http://www.youtube.com/watch?v=9w_z4IzWPrg
Eles foram SEMPRE ALUNOS das escolas estaduais de Monte Carmelo. Passaram pela greve de 2008, a paralisação da " Gripe suína em 2009, e a greve de 2010. Mesmo assim foram aprovados na Universidade Federal de Uberlândia. Uma das melhores do país. Em cursos como Medicina, Eng. Civil, Eng. Elétrica, Eng. Química.( ah, sem fazer cursinhos). Os alunos estão nos procurando, e nós a eles, para gravarem outros depoimentos. Só na minha escola, 58 alunos foram aprovados no vestibular. (In)felizmente nenhum para licenciatura. O legal é que são alunos que não são filiados a partidos, ou associações. " São pessoas comuns." mas com apurado censo crítico e de responsabilidade Social. Se o governo não acha quem nos apoia, Nós encontramos. Ah, e por falar nisso, o sucesso destes estudantes se deve a apenas duas condições: o esforço dos estudantes e o papel ético de cada um de seus professores, que desconsideraram as orientações e o descaso da Secretaria de Estado da Educação que não quer que filho de pobre entre na universidade, que concorra com as vagas das elites. Nós professores de Monte Carmelo estamos de parabéns por transformar uma história tão ruim que é a educação de MG em possibilidade de melhoria de vida para estes alunos. Caso abra espaço, em breve postaremos outros depoimentos.
Evaldo José de Souza

Cidinha/Jaíba disse...

Gente, PISO é PISO! Aquilo que lutamos durante tanto tempo para que fosse transformado em lei, sancionado pelo presidente e que infelizmente tivemos que lutar para que fosse julgado pela justiça.
Não foi político nenhum que nos deu esse direito. Nós o conquistamos com muita luta, força e união!
Agora o governinho incompetente quer nos roubar esse direito e ainda tenta nos engambelar (a mim ninguém engambela) com esse tal de subsídio. Subsídio é ajuda, auxílio. Quem falou que educador precisa de ajuda?
Queremos o nosso PISO, que ainda é pouco , mas é o que nós conseguimos, nós conquistamos! Somente o piso digno nos garante dignidade e valorização da nossa carreira.
Força na luta, companheiros!

Anônimo disse...

Luiz - Chalé - MG disse...
Lendo este artigo fiquei muito triste ao constatar que, aquilo que há muito tempo eu suspeitava, é a mais pura verdade: "O maior inimigo do professorado, é o próprio professorado". A falta de consciência crítica de alguém que só vê o imediato, é simplesmente vergonhoso para um(a) professor(a) que deveria ser formador de opinião. Esse é o grande aliado da "ANASTÁSIA".
Concordo plenamente contigo Luis!!palavras sábias

Gracieusa Brito disse...

Bia, leia isso...
http://www.otempo.com.br/noticias/ultimas/?IdNoticia=178887,OTE&IdCanal=
"Com menos dois, STF deve deixar temas polêmicos para setembro
Barbosa está de licença médica desde o dia 1º para se recuperar de uma cirurgia no quadril.
Quanto a Ellen Gracie, apesar de não haver uma confirmação oficial, ela deverá se aposentar nos próximos dias. Com essas baixas, a composição temporária do STF será de nove ministros em vez de 11.

Em conversas reservadas, integrantes do tribunal reclamam que ficarão sobrecarregados nesse período em que a Corte estará com menos dois componentes. E advogados com processos no gabinete de Barbosa já começam a se movimentar para tentar garantir que seus processos "andem" neste mês."
Bia, mande os advogados do sindicato trabalhar, eles tão muito devagar.

César Pedroso disse...

É ISSO MESMO COMPANHEIRO, O PIOR INIMIGO É NÓS MESMO...somos uns babacas que não conseguimos votar direito, ainda votamos para o PSDB, achando que vai melhorar alguma coisa, achando que alguma coisa que não sei o que é...mas nunca votei pro PSDB aprendi desde pequeneninho nunca votar pro inimigo, me poupe,...eu aprendi a ler e escrever com a minha mãe, ela sempre me ensinou o melhor,

jodson disse...

vesquanlOi Beatriz,
Feliz com seu apoio aqui em Ipatinga, e mais feliz ainda em saber que estamos muito bem representados por pessoas como você, que não se deixam abalar por estratégias tiranas do governador. Fui um dos primeiros a perceber que estar no subsídio era prejuízo e alertei a Cida Lima aqui em Ipatinga. Acho que estamos num momento histórico e não poderemos retroceder agora. Infelizmente alguns de nossos colegas só enxergam o hoje e esquecem de pensar no amanhã. Espero que com sua lucidez e sua influência positiva consigamos que nosso s colegas entendam que essa perda momentânea seja entendida como investimento e não como uma derrota.

Anônimo disse...

Acho que todos precisam conhecer o autoritarismo da Met C de BeloHorizonte Vejam


Senhor(a) Inspetor(a),

Solicitamos a V.S.a que nos enviem a informação abaixo sob pena de advertência por não responder até as 16 horas,
OBS.: a informação deverá vir do Inspetor(a) Escolar.
Atenciosamente,

Maria Lúcia Martins da Silva
Diretora da SRE Metropolitana C

Cláudia A. Lara A. M. Afonso
Diretora Educacional

Anônimo disse...

Já que nem a “incompetência” é suficiente para explicar o que a dupla Anastasia-Aécio fazem em Minas Gerais, a ideia do IMPEACHMENT (como já se manifesta em várias partes do Estado) do governador Anastasia deve realmente ser considerada.

MARA disse...

Realmente Cidinha,quando você diz que subsídio é um auxílio, eu concordo plenamente com você, e ainda posso complementar dizendo que subsídio é uma DOAÇÃO QUE SE FAZ A ALGUÉM, na verdade nós não estamos precisando de DOAÇÃO, porque o nosso trabalho como educador é cumprido dia-a-dia e com as maiores exigências possíveis desse desgoverno e suas secretarias. Estamos precisando sim, que ele nos pague nosso PISO NACIONAL que é por lei e direito de todos.
Espero que os colegas não desistam de lutarem devido os pequenos descontos nos contra-cheques.
muita força para vencermos e conquistarmos o nosso objetivo.

Anônimo disse...

Amigos, bom dia!

Acordo sonhando com o pagamento de R$1.597,00. Faço minhas gináticas sonhando com o piso. Falo com os meus amigos sobre o piso. Converso com o meu Amor (Cleber) sobre o piso. Falo com minha amada filha (Larissa) sobre o piso. Tento explicar para minha mãe sobre a importância do piso (ela não quer que participo ativamente da greve, mas eu desobedeço). Penso em meu amado Pai (já falecido) e penso no piso. Ligo ou recebo ligações dos meus 4 irmãos e falo sobre o piso. Quando encontro com os meus amigos de infância falo sobre o piso. Quando teclo para amigo e colegas é sobre o piso.
Então lembrei de ter lido no livro "Comer, Rezar e Amar uma piada que segue abaixo:

um homem pobre que vai à igreja todos os dias e reza diante da estátua de um grande santo, dizendo: "Querido santo, por favor, por favor, por favor... conceda-me a graça de ganhar na loteria." Esse lamento dura meses. Por fim, irritada, a estátua ganha vida, baixa os olhos para o suplicante e diz, com uma repulsa cansada: "Meu filho, por favor, por favor, por favor... compre um bilhete."

Então pensei no Anastasia.

"INQuerido Anastasia, por favor, por favor, por favor...
por favor, por favor, por favor...
por favor, por favor, por favor...
por favor, por favor, por favor...
por favor, por favor, por favor...
por favor, por favor, por favor...
por favor, por favor, por favor...
por favor, por favor, por favor...
por favor, por favor, por favor...
por favor, por favor, por favor...
por favor, por favor, por favor...
por favor, por favor, por favor...
por favor, por favor, por favor...
por favor, por favor, por favor...
conceda-me o que é meu por direito." Pague o piso de R$1.597,0. E para os meus colegas professores que ainda não aderiram a greve ou que estão pensando em retornar de mãos vazias para a escola eu digo: por favor, por favor, por favor...
por favor, por favor, por favor...
por favor, por favor, por favor...
por favor, por favor, por favor...
por favor, por favor, por favor...
por favor, por favor, por favor...
por favor, por favor, por favor...
por favor, por favor, por favor...
por favor, por favor, por favor...
Participem ativamente da greve....
por favor, por favor, por favor...
por favor, por favor, por favor...
por favor, por favor, por favor...
por favor, por favor, por favor...
por favor, por favor, por favor...

Amplexos,
Elenice
Pedagoga Feliz

Gracieusa Brito disse...

Se algum governo se importasse com greve de fome não cortaria salário de pais de família. Seria mais produtivo um ACAMPAMENTO e de preferência se fosse NACIONAL em Brasília.E todos os advogados de todas as sedes estaduais do sindicato estivesse junto, no tribunal acompamhando as ações, pois de que adianta uma bancada de advogados inoperântes. Eles estão acabando com o piso. - "Proposta na Câmara dos Deputados reajusta piso salarial dos professores

Agência Câmara

Publicação: 27/07/2011 16:34 Atualização: 27/07/2011 17:05
A Câmara analisa o Projeto de Lei 698/11, que fixa em R$ 2.180,00 o valor do piso salarial dos profissionais do magistério público da educação básica. O piso atual é de R$ 1.187,97 e vale para os profissionais que cumprem jornada de trabalho máxima de 40 horas semanais. Segundo o projeto, de autoria do deputado Romero Rodrigues (PSDB-PB), o reajuste será aplicado de forma escalonada: 1/3 no primeiro ano, 2/3 no segundo ano e o valor integral a partir do terceiro ano. A Lei 11.738/08 estabelece que o valor do piso deve ser reajustado anualmente, de acordo com o crescimento do valor mínimo por aluno referente aos anos iniciais do ensino fundamental urbano.

Para o deputado, o reajuste do piso vai garantir o direito dos professores a uma remuneração justa. “A valorização do profissional do ensino é a primeira providência para evitar a perda de sua dignidade e identidade profissional”, afirma." No jornal de ontem, citou que todos os adnogados estão lá pra agilizar as ações, devido ao fato de 2 membros estarem afastados. O QUE O SINDICATO PRETENDE FAZER? Vai deixar acabar com o PISO antes de nem mesmo a gente ter recebido?

Fernando Oliveira - Teófilo Otoni disse...

Agora, resta a dúvida: será que depois de 10/08, o governo continuará a protelar o prazo para retorno ao vencimento básico, para não se ver obrigado a cumprir a lei 11738, e assim continuar a enrolar a categoria?

Ubirajara disse...

Beatriz,
Comecei esta greve preparado para suportá-la, já esperava inclusive o corte de salário. Minha dúvida é o seguinte: Sou obrigado a repor as aulas? Não faço questão que o governo reponha meu salário, posso dizer futuramente na escola que trabalho que não quero repor e que eles então designem um substituto?

Anônimo disse...

Olá Beatriz e companheiros de luta: Amanhã será o dia "d", pois praticamente é o último dia para a escolha salarial e teremos a Assembléia. Até agora o governo se mantém calado e quando "abre a boca" é para falar besteira do tipo "contratar professores para lecionarem nos 3º anos". É mais uma prova do descaso com a educação. Ele vai arrumar uns "tapa-buraco" para enganar os pais e alunos. Bom, acho que pai e aluno inteligente vão recusar essa proposta indecente, pois é bem capaz do governo pegar qualquer cidadão que queira "faze um bico" e colocar nas salas de aula, subestimando a capacidade da sociedade de perceber que isso nada mais é que um tremendo descaso com os alunos. Enfim, diante disso tudo, nossa greve deve permanecer ainda mais forte, sem o PISO não vamos voltar, e pelo visto, esse governo não vai fazer a proposta que nos interessa até amanhã. Então, peço à todos vocês que permaneçam fortes, vamos lotar o pátio da ALMG e levantar nossas mãos à favor da continuidade da greve. Não aceitaremos outro acordo. É O PISO OU O PISO e não tem mais conversa. Sei que a coisa está feia para nosso lado, mas ao contrário do que possa parecer, nós somos o lado mais forte da corda. Uma hora a corda o do governo vai ceder. Vamos ter a vitória. Ele já está encurralado. Vamos ter paciência e GREVE ATÉ O PISO. QUE DEUS NOS ABENÇÕE!

Waender disse...

Prazo para sair do Subsídio termina dia 10 de agosto de 2011

http://sind-utegovernadorvaladares.blogspot.com/2011/08/prazo-para-sair-do-subsidio-termina-dia.html

Para quem ainda está com dúvida em retornar a carreira de vencimento básico.

É muito comum dúvidas pairarem mentes de muitos professores sobre a saída do subsídio, principalmente quem entrou no Estado no último concurso público alegando que não tem direito nenhuma vantagem por tempo de serviço. Com o choque de gestão do governo Aécio Neves, os quinquênios foram tirados para os novatos na carreira, mas os biênios ainda continuam valendo, é só a secretaria de sua escola fazer o pedido de publicação. Veja o contracheque e a primeira designação de uma professora que ingressou no Estado em 2006 que depois foi efetivada com a Lei 100/2007.


Dia 10 de agosto é o último prazo para voltar a carreira de vencimento básico que é do
Piso Salarial, subsídio não é piso e sim total de remuneração ou seja teto salarial (bye-bye biênios, quinquênios, pó-de-giz, trintenário).


PISO SALARIAL É SÓ COM VENCIMENTO BÁSICO!!



A GREVE CONTINUA, NÃO ADIANTA RETORNAR E
FICAR EM SALA DE AULA ESPERANDO A GENTE

LUTAR PARA VOCÊ, VAMOS AUMENTAR ADESÃO À

GREVE. VÁRIAS CIDADES ADERIRAM ESSA

SEMANA.

JUNTOS SOMOS FORTES!


Veja no blog de Valadares a postagem que fiz sobre o direito de biênios para quem entrou no estado depois do último concurso, postei o contracheque e a data da primeira designação no Estado de minha prima que foi em 2006 e recebe biênios, lembrei de seu discurso em Teófilo Otoni. Se quiser dar uma melhorada na postagem e publicar no seu blog, seu discurso é melhor que o meu.
Prof. Waender Soares.

Postado por Waender às 23:51

Anônimo disse...

"Primeiro eles te ignoram, depois riem de você, depois brigam, e então você vence."
Mahatma Gandhi


GENTE É GREVE ATÉ O PISO. SE ATÉ AMANHÃ NÃO TIVER NENHUMA NEGOCIAÇÃO REFERENTE AO PAGAMENTO DO PISO, NÃO VOLTAREMOS DE MANEIRA ALGUMA! É NOSSO SALÁRIO, NOSSA CARREIRA, DIGNIDADE, MORAL, RESPEITO QUE ESTÁ EM JOGO. NÃO VAMOS FAZER PAPEL DE PALHAÇOS. GREVE ATÉ O PISO. ABRAÇOS

Anônimo disse...

Gente como esse povo do PSDB é versátil e faz de tudo um pouco... O Serra também poderia substituir os professores de português!
Confira no you tube o vídeo "A Estranha Gramática do Professor Serra": http://www.youtube.com/watch?v=GWf90bEcfXI"

Anônimo disse...

Há dois links, um no Jornal o Tempo:

http://www.otempo.com.br/noticias/ultimas/?IdNoticia=178857,OTE&busca=federa%E7%E3o%20de%20pais&pagina=1 e outro no Super Notícia:http://www.otempo.com.br/supernoticia/noticias/?IdNoticia=60448,SUP&busca=federa%E7%E3o%20de%20pais&pagina=1.

Acredito que seja um bom espaço para divulgarmos mais uma vez a defesa do cumprimento da lei do PISO e o desrespeito com a Sociedade cometido pelo (des)governo de Minas, que mente desafortunadamente tentando burlar a lei, usurpar os direitos dos servidores públicos e mostrando total desapreço pela garantia da Educação Pública. Mais uma peça foi produzida para exibição na "TV", indicando as "providências" prometidas pela see na Band. O pior de tudo é que tiveram a sandice de dizer que os canais de diálogo estão abertos. Foi uma piada cretina! Esta bestialidade não pode ser permitida. Acredito que agora pretendem rasgar as Constituições. Se os meus "colegas" que ainda vão à Escola e os alunos que a frequentam, a Direção ou qualquer outro ente permitir tal asneira se propague, será a declaração final de que ainda vivemos num mundo de coronéis, onde capachos e vassalos sujeitam-se a todo tipo de humilhação e impertinência, sem ao menos olhar para os algozes e indicar revolta. Seria a prova final de convivência com masoquistas. Ainda bem que pelo menos temos os muitos milhares de lutadores (sonhadores) que querem preservar sua função com amor, dando lição de CIDADANIA. Todos os dias encontro novos absurdos para a omissão.Já vi até "educador" dizer que o que requeremos é muito pouco (e olha que o sujeito não briga nem por essa migalha) e por isso não vai se manifestar... Mas hoje é dia de novas adesões e vamos á luta!"

Anônimo disse...

Ola, postado comentarios no site da uol, sobre a greve de MINAS, aproveitando o espaço da greve do RIO que ja dura periodo igual o nosso.

http://noticias.uol.com.br/educacao/2011/08/07/greve-de-professores-do-rio-de-janeiro-completa-dois-meses.jhtm#comentarios

Aproveitem os espaços, vamos fazer nossa parte, pois a vitoria esta próxima. O governo vem se enrolando a cada fala precipitada, uma delas e a da secretaria que fala que o sistema remuneratório antigo esta em extinção em MINAS, vamos mostrar para este governo que as atitudes dele de nos tentar tapear já era, subsidio=suicídio da nossa carreira, dos nossos direitos adquiridos ao longo de décadas. Queremos o piso, nao abrimos mão dele. Cumpra a lei. VIVA O PROFESSOR, O VERDADEIRO TRANSMISSOR DE CONHECIMENTOS"

Anônimo disse...

Beatriz, obrigada por ser a nossa líder sindical. Tenho uma tia que leciona em outro estado (mas ela é mineira e já lecionou em BH também) e vendo nossa garra, ela sempre comenta que nossa categoria aqui em MG si, tem sindicato. Eu até comentei com ela que não era assim, mas com sua gestão estamos muito mais confiantes e não nos acovardamos à um chamado à greve, pois temos uma líder corajosa à nossa frente. Sei o quanto deve ser desgastante para você, mas por favor, não desista, não se intimide, vamos até o fim. O GOVERNO VAI TER QUE NOS PAGAR O PISO. A GREVE SÓ DEVE ACABAR COM O ACORDO DO PISO. Eu e milhares de educadores estamos confiantes, confiamos em você e você pode contar conosco. Somos milhares e venceremos.
Beijos, Amanda

Anônimo disse...

COMPANHEIROS , DEPOIS DESTA A GREVE TEM QUE CONTINUAR SEM DÓ NEM PIEDADE.

http://www.hojeemdia.com.br/noticias/politica/estado-tem-r-10-para-cada-servidor-publico-mineiro-1.322489"

Anônimo disse...

Vamos postar as novas adesões para fortalecer a greve. Aqui na minha Escola joão XXIII em Ipatinga tivemos a adesão de mais 6 professores na sexta-feira. Temos expectativa de que a greve está se fortalecendo.

QUEREMOS O PISOOOOOOOO

Anônimo disse...

Olá colegas,

FOI RECONHECIDO O PISO NACIONAL PARA OS PROFESSORES.

OPORTUNIDADE/CONVITE

Aos professores de Minas Gerais,que ainda estão nesta tal de subsídio, venham rápido e façam sua opção pelo regime remuneratório.

NÓS JÁ GANHAMOS NO STF E O GOVERNADOR VAI TER QUE NOS ENGOLIR E PAGAR O QUE É JUSTO.

OBS; Queremos a DIFERENÇA sobre o pagamento dos meses anteriores.

Abraços a todas(os)."

Anônimo disse...

Boas notícias
O piso nacional dos professores foi finalmente RECONHECIDO pelo STF.

Ao governador A NAZISTA cabe:
- cumpra-se a lei.
- Pague aos professores de Minas Gerais que fizeram opção pelo regime remuneratório:
- O salário;
- As vantagens adquiridas;
- A diferença que nos foi roubada a anos.

OBS: VENHAM TODOS PROFESSORES DA REDE ESTADUAL PARA O REGIME DE REMUNERAÇÃO.

A OPORTUNIDADE É AGORA, NÃO PERCAM TEMPO.

Um grande abraço a todas(os) professores de Minas Gerais.

Parabéns pela LUTA JUSTA."



OLHA SÓ ESTA .

http://www.em.com.br/app/noticia/especiais/educacao/2011/08/08/internas_educacao,243849/mg-pode-contratar-professor-substituto-para-reduzir-prejuizos-causados-por-greve.shtml"

Anônimo disse...

Já que nem a “incompetência” é suficiente para explicar o que a dupla Anastasia-Aécio fazem em Minas Gerais, a ideia do IMPEACHMENT (como já se manifesta em várias partes do Estado) do governador Anastasia deve realmente ser considerada."

chris disse...

Boa tarde Beatriz. Li esse artigo no uai e postei meu comentário explicando o outro lado da historia. Sugiro que outros professores também enviem seus comentários porque assim a sociedade saberá de quem cobrar.

http://www.em.com.br/app/noticia/especiais/educacao/2011/08/08/internas_educacao,243849/mg-pode-contratar-professor-substituto-para-reduzir-prejuizos-causados-por-greve.shtml

marister Lopes disse...

Caras (os) Colegas,
está nítido que estão querendo nos enganar, e não podemos nos deixar enganar e cair na "cova do leão", vamos aderir ao VENCIMENTO BÁSICO, e pagar pra ver.
Claro que é compreensível que alguns fiquem com os pés atrás devido o compromisso que têm com o salário no sustento do lar, mas devemos lutar pelos nossos direitos e darmos o nosso "jeitinho" brasileiro para não faltar o pão em nossa mesa.
VAMOS À LUTA!!!!
CORAGEM!!!

Cidinha/Jaíba disse...

Querida Bia, não sei se é o caso de você postar, mas é preciso ver uma forma de denunciarmos isso. Vou fazê-lo amanhã na reunião do Conselho.
O Estado de Minas divulgou hoje pela manhã uma matéria falando sobre a estratégia do governo de resolver o problema dos alunos do Ensino Médio que estão sem aula. Diante da matéria um professor da nossa subsede teceu um comentário interessante mostrando a realidade do descaso do governo com a educação e a questão dos desvios de verbas.
!0 minutos depois a matéria foi retirada de circulação.
Outra matéria que falava sobre o repasse de recursos do FUNDEB para as Câmaras Municipais também foi retirada do jornal.
O que é isso? Está tudo dominado pelo governo?
A quem recorreremos? Cadê o compromisso da mídia com o povo?

Estou mandando as matérias para o email da coordenação.

Um abraço
Cidinha

Maria Inês disse...

Beatriz,boa tarde!
Parabéns pelo trabalho e pela força. Sou ATB e quero meu PISO conforme manda a Lei Federal.
Desejo entrar na justiça contra o governo estadual por difamação e calúnia (e tudo mais que couber) pois paguei todos os minutos da greve de 2010. Se tem alguém que não pagou o problema é dele, já que quem tem que garantir os 200 dias é ele. Não aguento mais ouvir que não pagamos os dias parados.
Essa corja de mentirosos está lançando calúnia contra nós e precisa saber que cada um é responsável pelo que fala.
Amanhã estaremos aí, se você puder orientar sobre isto será bom.
Abraços,
Maria Inês.

Blog do Valter disse...

Bia, sou professor em Montes Claros. Os professores do norte de Minas têm reclamado da falta de informações. Criei um blog e, dentre outras coisas, quero escrever artigos sobre educação e dar noticias sobre o movimento. Visite meu Blog e se puder divulgue-o para0s colegas mineiros. Um abraço, http://blogdovalterdacruz.blogspot.com . Um abraço. Aqui seguimos firmes na luta.

Anônimo disse...

Beatriz,
Estou perplexa diante da atitude do governo, ele não negocia, se recusa a cumprir A LEI e nos humilha. Que valor nós temos para ele?! Nenhum? Mesmo com o respaudo da lei, temos que enfrentar tudo isso.Que humilhação!!! Continuaremos em greve e todos precisam parar. Sejamos solidários, afinal não é justo que alguns lutem por uma causa coletiva. Vamos nos unir, vamos mostrar para esse governo que embora desprovidos materialmente, somos fortes.Sim, somos capazes de lutar, mesmo contra um adversário tão cruel. Realizamos o nosso trabalho com amor... Quando olho no rostinho dos meus alunos, penso que minhas filhas também estão nas mãos de outro professor, que também realiza o seu trabalho com amor. Sou professora há apenas 6 anos e ainda me resta um pouco de esperança. Não que eu acredite no governo, acredito em NÓS, acredito na nossa capacidade de lutar pelos nossos direitos e por uma educação de qualidade.E... como diz a canção "quem sabe faz a hora, não espera acontecer...". SEJAMOS FIRMES,COLEGAS. A HORA É AGORA!

AMÉLIA/MONTES CLAROS disse...

OI BEATRIZ,

FORÇA, RAÇA E CONTE COM TODOS NÓS QUE ENTRAMOS NESSA LUTA E RESISTIREMOS ATÉ O FINAL. GUERRA É GUERRA! PELOS NOSSOS DIREITOS, PELA NOSSA HONRA NÃO IREMOS RECUAR!
E QUE DEUS NOS PROTEJA! AMÉM!

Anônimo disse...

Cara Beatriz,

Sou ATB e quero saber o real ganho que nós ATBs teremos com a aprovação do piso salarial. Por causa dessa dúvida, muitas de nós ATBs não entrou na greve(o que não é meu caso)e muitos tb não voltaram pra carreira antiga, pq pensam que o piso é só pro professor.
As diretoras, inspetoras, SREs e até as colegas professoras nos dizem que não é pra nós.
Um abraço e aguardo resposta.

Angela

Anônimo disse...

OLÁ
COM O OBJETIVO ÚNICO DE AJUDAR NOSSOS COLEGAS QUE AINDA NÃO OPTARAM PELO SISTEMA DE VENCIMENTO BÁSICO,VAMOS ELENCAR AS BESTEIRAS,OS DESMANDO, AS SANDICES QUE O DOUTO GOVERNANTE ANDA FAZENDO.
1-DESCUMPRIU UMA DECISÃO DO STF, O GUARDIÃO DA CONSTITUIÇÃO, MORADA MÁXIMA DA JUSTIÇA BRASILEIRA;
2-PRESENTEOU SERVIDORES COM CARGO EFETIVO SEM CONCURSO E SEM ESTÁGIO PROBATÓRIO;
3-CRIOU UM TAL DE SUBSÍDIO QUE NIVELA OS SERVIDORES SEM OBSERVAR AS ESPECIFICIDADES;
4-ADIOU A POSSE DAS CHAPAS ELEITAS EM 05/06;
5-IMPEDIU O EXERCÍCIO DO DIREITO ÀS FÉRIAS PRÊMIO
6-REBAIXOU O SALÁRIO DOS QUE OPTARAM PELO SISTEMA ANTIGO DE REMUNERAÇÃO;
7-PUBLICOU INVERDADES NA MÍDIA CAPACHO COM O DINHEIRO DOS IMPOSTOS PAGOS PELO CIDADÃO;
8-FEZ AMEAÇAS COM CONTRATAÇÃO DE SERVIDORES TAPA BURACOS;
9-RELEGOU OS ALUNOS QUE NÃO ESTÃO NO TERCEIRO ANO A UMA QUESTÃO DE SOMENOS IMPORTÂNCIA;
UFA !
CAROS COLEGAS QUEM PUDER PODE IR COMPLETANDO A LISTA."

Anônimo disse...

Caros companheiros, a respeito da possível contratação de professores substitutos é mais uma estratégia suja desse desgoverno para tentar minar a nossa greve. Se o Estado não pode nos pagar o piso, cortou nossas férias-prêmio a partir de setembro, não pagou 1/3 de férias para vários colegas, como vai pagar professores substitutos? É muita incoerência para um estado que vai pra mídia dizer que está crescendo mais que o Brasil, gasta um absurdo com propaganda enganosa com a D.Lucinha dizendo que agora o mineiro tem tutu na mesa e no bolso( só se for na casa dela), dá um aumento de 100% à polícia e para nós da EDUCAÇÃO, NADA! Agora é que não podemos voltar, mesmo."

Anônimo disse...

Beatriz,

Aquele outro sindicato lá que é do lado do governo teve a cara de pau de mandar um e-mail para as escolas hoje, sendo esse enderaçado ao governo pedindo para abrir novamente para os servidores da educação optarem pelo subsídio pois, muitos estão desesperados porque o salário reduziu demais. Gente será que esse povinho lá não tem vergonha de mentir descaradamente, tentando ludibriar os servidores, será que essa cambada não tem filhos, não acreditam em DEUS, ficar mentindo desse jeito, eu fico com vergonha as vezes de fazer parte de uma categoria onde muitos acreditam em papai noel,no saci-pererê e etc. O que me faz reanimar e ganhar fôlego para continuar a luta é vê você Beatriz com tanta garra e não desanimar nunca diante de tanto absurdo.
Força e vamos continuar a nossa luta!!!!!!!!!!!!!!

Anônimo disse...

PESSOAL,
esses comentários podem ser mais uma das estratégias do sr. SATANAZIAS para tentar manipular as mentes incrédulas de alguns companheiros pouco esclarecidos, mas... se ISSO for comentário de algum professor é muito desrespeito com os que estão lutando para a conquista de nossos direitos. Quem fez isso deveria entrar na luta, ou então ficar calado, pois quem não ajuda também não deve atrapalhar. Venham! Vamos todos entrar na GREVE, você é importante e fará a diferença. Pense bem! Se você retornar ao subsídio,( pessoa imediatista) se arrependerá pelo resto da vida, pois o SUBSIDIO é o SUICÍDIO da nossa carreira. Se não fosse assim, por que seria então que o sr. SATANAZIAS estaria tão empenhado em impô-lo? Vocês pensam que ele (o SATANAZIAS) é bonzinho? Fiquem ESPERTOS senão terão a cabeça decepada!

Anônimo disse...

Beatriz,
você é a luz que nossa classe precisava.
Sua sensatez e equilíbrio, sua capacidade de argumentação e sabedoria para escolher as estratégias coerentes só posdem ser obra do DIVINO ESPÍRITO SANTO. Sou católica e acredito que o CRIADOR quer neste momento colocar fim a tantas injustiças impostas à nossa classe. FORÇA companheira e que DEUS a ilumine sempre! Que ele conceda a nossa VITÓRIA!

EDUCADORA disse...

Olá Bia,
Caso amanhã o governador não negocie com a CATEGORIA ou apresente alguma proposta que não seja o PAGAMENTO DO NOSSO PISO, por favor, não vamos ceder e aceitar. A negociação tem que ser o PAGAMENTO DO PISO, qualquer coisa contrária a isto, temos que permanecer em GREVE. A luta continuará até alcançarmos o nosso objetivo. É O PISO OU O PISO!!!

EDUCADORA disse...

Bia,
Todos sabem que esta história de abrir novamente oportunidade para os servidores optarem para o subsídio porque reduziu muito no salário é conversa pra boi dormir. Ao fazer a escolha pelo ANTIGO SISTEMA REMUNERATÓRIO, todos os servidores já sabiam que iam receber o salário pago em dezembro de 2010. Portanto, não foi nenhuma surpresa a redução de salário. Esta história contada pela APPMG que é aliada ao governo, é MENTIROSA, é uma NOVA ESTRATÉGIA DO GOVERNO tentando a todo custo impor o subsídio. É uma atitude clara de quem está desesperado porque sabe que a maioria dos servidores estão optando pela CARREIRA ANTIGA.

Joaquim/Sete Lagoas disse...

Caríssima Bia!
A GREVE DEVE CONTINUAR. Ela começou agora pra mim. Eu estava em férias-prêmio. Fui à Escola no dia 1º somente para avisar aos alunos e à Diretora. O mesmo aconteceu com outros colegas aqui de Sete Lagoas. Vamos fortalecer a luta. Amanhã o governo verá que "trabalhadores da Educação não fogem à luta" Só voltaremos com o Piso Salarial.
Um abraço

Anônimo disse...

Bia, gostaria de saber se no meu caso que não tenho nenhuma vantagem publicada por não dar mais direito, se devo optar pela carreira antiga, uma vez que descontará quase 500 reais no meu pagamento.
Trabalho desde 2005 e não tenho biênio e nem quinquênio. O que vc me diz?

Beatriz Cerqueira disse...

Gracieusa,
gostaria de prestar um esclarecimento importante. Já vi várias postagens afirmando que os advogados do sindicato precisam trabalhar, que são muito devagar.
Acho que podemos ter falhas, mas o nosso departamento não está sem trabalhar. Nesta greve apresentamos inúmeras estratégias no campo jurídico que foram elaboradas pela nossa assessoria jurídica. Atuamos ofensivamente no campo jurídico e o governo já percebeu isso. No entanto, nem sempre colhemos os frutos que precisamos. Precisaríamos fazer uma avaliação da composição do Tribunal de Justiça de Minas Gerais e até mesmo a composição do STF e da assessoria dos ministros. Para eu não correr o risco de ser processada, acho que podemos conversar pessoalmente sobre isso. Mas todas as possibilidades são analisadas e se não fazemos é porque há uma avaliação de que o resultado pode ser mais danoso do que positivo. Basta analisar como a justiça se comportou na greve da Rede Municipal de Ipatinga, Rede Municipal de Ribeirão das Neves, o posicionamento do Ministério Público em Matozinhos. Sem contar as investidas de sindicatos "amigos do governo" em nossa base de atuação, interferindo inclusive na consignação em folha das filiações.
É muita coisa para avaliarmos. Mas estamos atuando, é muito importante a crítica, mas não dá pra dizer que o jurídico tá domindo, tá devagar, não trabalha, etc. Mudamos o enfrentamento com o governo do estado,o que inclui uma atuação ofensiva no campo jurídico.
Um abraço,
Beatriz

Anônimo disse...

Beatriz Eu tenho uma sugestão:
Não sei o que fazem da vida essas senhoras da famigerada APPMG mas gostaria de propor que a presidente dessa pseudo associação e suas asseclas façam a opção PÚBLICA, mostrando-a em jornais e outros meios de comunicação, pelo subsídio. Que elas tornem pública a opção de ficar sem o piso salarial e as vantagens. Só elas. Nós não.
Como profissionais merecemos o piso salarial, que contempla e valoriza a nossa carreira.
Abraço
David

Anônimo disse...

COMPANHEIROS, não acreditem nessa tal de APPMG. Ela é mais uma das materializações do mal em nosso estado, instrumento maligno do sr. SATANAZIAS.São as servas de LUCÍFER. Rezemos o CREDO contra elas. Ei PESSOAL da APPMG, não tem vergonha de trabalhar contra o bem e a favor desse TIRANO que quer escravizar a todos? DEUS está de olhos abertos. ELE tarda, mas não falta. Com certeza, serão jogados no caldeirão junto com o LUCÍFER( o SATANAZIAS). CREDO!
PESSOALdo BEM, não volte para o SUICÍDIO! Quem ainda não saiu saia enquanto ainda há tempo! DEUS nos ajudará a vencer! AMÉM!

ppfeliz disse...

Cara Beatriz, um dos direitos adquiridos e reconquistado na última greve (férias prêmio afastamento)foi suspenso pelo Governo Anastasia, pois segundo informação da nossa SRE nenhum profissional da educação poderá afastar-se no 2º semestre de 2011.Pedimos que coloque mais este assunto em pauta das reivindicações da nossa greve. Agradecemos desde já e muita força na luta.

Anônimo disse...

Beatriz, não deixe essa greve acabar sem o piso. Será a nossa derrocada final. Cuidado com quem vai lá votar para o fim da grave. Pode ter gente infiltrada no movimento.