sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Publicada Resolução SEE 1.949 que revoga proibição de servidor designado de concorrer à nova designação

RESOLUÇÃO SEE Nº 1949, DE 19 DE OUTUBRO DE 2011

Revoga dispositivos das Resoluções SEE nº 1.905, de 2011 e nº 1.924,
de 2011

A SECRETÁRIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO, no uso de suas atribuições, RESOLVE:
Art. 1º - Ficam revogados o artigo 3º da Resolução SEE nº 1.905, de 9 de agosto de 2011 e o artigo 3º da Resolução SEE nº 1.924, de 15 de setembro de 2011.

Parágrafo único – O servidor novamente designado não terá direito a reposição das faltas greve ocorridas na vigência do contrato anterior.

Art. 2º - Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação.
SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO, em Belo Horizonte, aos 19 de outubro de 2011.
ANA LÚCIA ALMEIDA GAZZOLA
Secretária de Estado de Educação

Observação: Publicada no Minas Gerais de 21/10/11

24 comentários:

Anônimo disse...

Entendo que não devemos chamar os designados ( e eles nem vão querer participar depois dessa) para as nossas próximas paralisações... de qualquer forma eles ficaram no prejuízo financeiro, já que não terão direito à fazer reposição.É uma injustiça. Governo Maldito!

* em tempo: dizem que estão de olho para processar quem está ofendendo e difamando os políticos ou qualquer pessoa pela internet
Dizem que é crime passível de indenização. Agora só não é crime, o governo não cumprir uma Lei federal e nem é ofensa deixar vários arrimos de família sem a verba alimentar...

Beatriz Cerqueira disse...

Prezado colega,
discordo da sua avaliação. Os designados precisam continuar na luta conosco. Tudo o que conquistarmos no Piso Salarial também será para o designado. A situação financeira trouxe problemas para todos. Há várias situações em que efetivo também não realizará reposição.
Mas diferente de outras greves, foi um ponto importante a anistia da falta greve para o designado. No sindicato temos inúmeras situação sem solução em movimentos passados exatamente pela ausência desta anistia.
Atenciosamente,
Beatriz

Professora disse...

Já escrevi N vezes sobre a reposição, pois tenho uma pergunta. Nenhuma vez foi publicado meu texto e, claro, não obtive resposta.
Eu não quero e NÃO POSSO REPOR as aulas, pois tenho outro trabalho que me sustentou quando o desgoverno cortou todo o meu salário.
Como fica a situação de quem não quer ou não pode repor? Não temos direito de escolha, ma vez que já fomos descontados???
Aguardo publicação e resposta.

Beatriz Cerqueira disse...

Prezada professora,
o artifício usado pela SEE nesta greve foi uma Resolução de recomposição de calendário e não de reposição dos dias da greve. Isso para implicar toda a categoria ao seu cumprimento, mesmo para quem não fez a greve. Portanto, não é uma faculdade repor ou não. O que o sindicato fará é analisar, de acordo com toda a legislação vigente as implicações funcionais caso o servidor não realize a reposição. Para isso aguardamos a publicação da Instrução da SEE com o conteúdo da reunião de quarta-feira. Aí analisaremos e divulgaremos rapidamente todas as possibilidades e implicações.
Espero ter esclarecido.
Atenciosamente,
Beatriz

Professor disse...

Aguardarei a publicação de todas as implicações, como vc diz, Beatriz.
Agradeço a atenção. Lembro, porém, que sempre fui informada, inclusive na minha escola, de que uma vez tendo o dia descontado, o servidor não é obrigado a repor, pois não pode levar duas faltas pelo mesmo dia. Isso já aconteceu na escola, professores não repuseram por escolha e nada aconteceu. Não entendo de leis e não sei se algo mudou. Peço, entretanto, que, se possível, o sindicato discuta este aspecto e tente preservar o direito da não reposição. Reorganizar calendário poderia ser a resposta se não tivessem cortado todo nosso salário, aí sim teríamos obrigação de repor, mas do modo que foi feito, inclusive com professores passando necessidade e outros arrumando trabalho fora da escola, o mínimo que devemos ter para preservar a dignidade é o direito de escolha!

Professora disse...

Aguardarei a publicação de todas as implicações, como vc diz, Beatriz.
Agradeço a atenção. Lembro, porém, que sempre fui informada, inclusive na minha escola, de que uma vez tendo o dia descontado, o servidor não é obrigado a repor, pois não pode levar duas faltas pelo mesmo dia. Isso já aconteceu na escola, professores não repuseram por escolha e nada aconteceu. Não entendo de leis e não sei se algo mudou. Peço, entretanto, que, se possível, o sindicato discuta este aspecto e tente preservar o direito da não reposição. Reorganizar calendário poderia ser a resposta se não tivessem cortado todo nosso salário, aí sim teríamos obrigação de repor, mas do modo que foi feito, inclusive com professores passando necessidade e outros arrumando trabalho fora da escola, o mínimo que devemos ter para preservar a dignidade é o direito de escolha!

Anônimo disse...

Por que os tampõessinhos estão chorando tanto?
Vocês consultaram o Sindicato antes de "usurpar" as aulas dos Professores em greve, para melhorar as condições de trabalho que vcs mesmos poderiam usufruir no futuro?
Vocês não sabiam que seriam remunerados por "subsídio" e que assim, o governo pode dar e tirar a hora que ele bem entender?
Vocês não podem dizer por aí que são "Até melhores que muitos professores efetivos", porque vocês não têm concurso no currículo, e só aí, nós Professores somos melhores sim!
Ora bolas, tomar o lugar de colegas em greve e deixar que estes fiquem sem salário, alimentos e leite para nossos filhinhos, não é imoral? Não é também uma forma de "querer o desemprego de trabalhadores"?

Façam o concurso, vejam se conseguem ser aprovados, vejam se conseguem ser felizes com o subsídio!
Ainda assim, não poderão se dizer EDUCADORES!
No máximo, dadores de aula, em troca de uma merreca e do sofrimento alheio!

Nina disse...

Finalmente uma notícia boa para nós designados. Beatriz, muito obrigada por ter lutado por nós, você é muito guerreira mesmo. Mas concordo plenamente que greve para nós é suicídio mesmo, não entrarei nessa mais não.

Anônimo disse...

Beatriz tem designado tampão que deverá não ser dispensado por estar substituindo professores que vão continuar afastado pois estão de LS. Não seria o caso de serem dispensado e abrir edital também para esses casos? Pois essas aulas estão com eles porque muitos professores não concorreram a essa vaga em respeito aos colegas grevistas.

Anônimo disse...

Beatriz tem designado tampão que deverá não ser dispensado por estar substituindo professores que vão continuar afastado pois estão de LS. Não seria o caso de serem dispensado e abrir edital também para esses casos? Pois essas aulas estão com eles porque muitos professores não concorreram a essa vaga em respeito aos colegas grevistas.

Anônimo disse...

E quanto ao concurso público, o Sindicato ñ fará nda para barrá-lo e ele irá acontecer mesmo?

BARRETO disse...

Haja estômago para suportar tanta maldade - Onde está o déficit zero - Maldito choque de gestão

Anônimo disse...

Beatriz, um pouco de poesia que ninguém é de ferro! Publica aí, quem sabe o povo gosta!! Por enquanto será anônimo!

OPOSTO OCULTO

Dizer que odeia
é inaudível a um amante,
pois não ouve, não vê, não fala,

simplesmente sente...

Ama na surdez das palavras nuas
mesmo que lhe fira a pele, a alma,
a mente, e sangre em carne crua.

Morre a cada instante
que vive a carência
do ser carente...

Afoga-se na fonte láctea
que derrama a sede do desejo
insaciável do ser ausente.

É infacto, é faca, é corte,
é gume, é lâmina, é haste,
é aço, é fio, é frio, é morte.

Dizer que odeia,
é vesânia, em verdade;
é insânia, é verve que emana
do medo de dizer que deveras
ama.

SAM!

Professor Helvanio disse...

Não esquecer, na negociação do PISO, da nossa carga horária em sala de aula. Não podemos nos esquecer que a Lei do Piso tem que ser cumprida na íntegra, mesmo que seja de forma escalonada.

Anônimo disse...

BEATRIZ POR FAVOR PUBLIQUE:
Sou professora DESIGNADA E PARTICIPEI DA GRVE,não foi facil é muita pressão muitas vezes pensei em voltar para a escola ,mas todas as vezez que ia em BH nas assembléias fortalecia minha alma e eu continuava ,fui substituída ,fui a única professora desiganda em greve da SRE da minha região .
Mas digo para toda categoria ,espero passar no concurso mas se continuar sendo desiganada participarei de quantas greves for preciso a demissão não me amendontrou .Pode me chamar para luta e outra eu preciso tmbém trabalhar e o governo iria me demitir se não voltassemos a trabalhar na ultima assembleia e a mimha TAMPAX ,o que ela fez na escola foi colocar uma turma inteira contra mim e saiu dizendo que tinha mais direito do que eu pq ela foi desiganda para repor aula .Dá licença quero esses substitutos fora da escola ,quem fez a greve fomos nós ,efetivos,efetivados e um numero pequeno de desigandos como eu ,o sindicato defenderá nós inclusive desiganados que hj podem pegar aula ,obgado Sindicato por isso !!!

Adriano José disse...

Sou DESIGNADO nessa greve e vou CONTINUAR na luta por que sei que não podemos ficar com essas divisões dentro da mesma categoria. De mais a mais, não serei designado a vida toda. Nessa greve todos passamos por dificuldades independente do vínculo funcional, o designado foi perseguido por ser o de situação mais vulnerável,o que se configura uma covardia sem tamanho. Exatamente por isso é que mesmo sendo designado, VOU CONTINUAR NA LUTA, não vou permitir que o governo me use como peça frágil. Nessa greve todos tivemos dificuldades, mas a VITÓRIA FOI DE TODOS TAMBÉM, inclusive minha, como DESIGNADO

Anônimo disse...

Gente, que poesia linda. Não diz tudo com palavras, mas diz nas entrelinhas. Amei!

Anônimo disse...

Bom dia,Postei vários comentários e não foram publicados.Nenhum deles tinha palavrões.O fato é q não dá mais p aguentar.Peguei contra cheque agora e veio menos q em dez de 2.010.Já reclamei mes passado, a situação funcional é a mesma e 250 reais a menos.Este homem está nos matando. Muitos prof.Afastados c depressão.N tem outra saída trabalhar metade e cumprir horário na escola,boicotar simave.Temos q agir pior q ele.Esse homem é louco.Fora ficha suja.

Anônimo disse...

O que o estado fez com os professores foi covardia deixando-os sem salários.Até agora não entendi porque o sindicato foi a favor em mandar os professores que estavam substituindo os grevistas embora ,Porque não acordar em deixá-los até o final de seu contrato. ouvi de um professor " foram eles que minaram a greve" balela quem minou a greve foi o governo os professores não são nada para o governo se o povo fica sem segurança ok o governo negocia porque a população não pode ficar a mercê de bandidos aí tem negociação gera ônus para a sociedade se o povo está sem saúde vamos melhorar os salários dos médicos porque o povo não pode adoecer porque os direitos humanos garantem o direito a vida se os correios entram em greve vamos negociar porque os boletos precisam chegar, se os bancários fazem greve vamos negociar porque o sistema financeiro não pode parar, se os funcionários da construção civil param gera-se um pânico no estado e viajando na velocidade da luz chega ao congresso e assim um acordo é feito quase que instantaneamente pelos estados mas é claro pelo amor de Deus a copa está ai Não é mesmo ? e não pode parar . E SE OS PROFESSORES PARAREM O QUE PODE ACONTECER? O resultado está aí "NADA" "NADA".......OS PROFESSORES PODERIAM FICAR DE BRAÇOS CRUSADOS 365 DIAS QUE NADA IRIA ACONTECER . QUEM FICA SEM SALÁRIO NÃO CONSEGUE SE QUER COMPRAR UM SACO DE FEIJÃO OU DE ARROZ PRA COMER CADE OS DIREITOS HUMANOS O GOVERNO DEIXOU MILHARES DE PROFESSORES PASSANDO ATÉ FOME COM ESTA ATITUDE DE NÃO NEGOCIAR E O SINDICATO QUERENDO QUE ESTES FICASSEM FIRME ,PELO AMOR DE DEUS COMO UM PROFESSOR GANHANDO O QUE GANHA TEM CONDIÇOES DE SUSTENTAR UMA GREVE TÃO LONGA O SINDICATO TEM QUE ABRIR OS OLHOS VAMOS USAR A CABEÇA BEATRIZ CERQUEIRA É CLARO QUE FOI UMA DISPUTA DESLEAL E MALDOSA .os PROFESSORES ESTÃO VOLTANDO PARA SUAS SALAS TRISTES E AO MESMO TEMPO REVOLTADOS COM ESTE GOVERNO DITATORIAL ,POLITICOS QUE NADA FAZEM PELA EDUCAÇÃO, ESTES ESQUECENDO QUE FORAM EDUCADOS POR UM MESTRE . NÃO ENTENDO COMO TANTO DINHEIRO É MAU EMPREGADO NESTE PAIS ,DESVIADO, SURRUPIADO ESCONDIDO EM CUECAS ,É VERGONHOSO A POLITICA NESTE PAIS .como DISSE ROBERTO JEFERSOM POLITICOS PROSTITUIDOS PELA CORRUPÇÃO , MARIONETES SEM VOZ DE UM GOVERNO SUJO E CORRUPTO "QUE SIRVA A MASCARA A QUEM COUBER".e voltando a quela questão dita por um professor foi "os substitutos que minaram a greve" . A decisão de término da greve foi do governo e não dos professores pelo amor de Deus vcs são cegos ??? Os professores são vitimas deste rolo compressor imposto pelo estado . E desta forma repudio qualquer um que venha dizer que este professor substituto foi mau intencionado , pelo contrario estes apenas estavam a procura de trabalho assim como tantos outros trabalhadores que precisam colocar o pão de cada dia na boca de seus filhos. Repudio totalmente a colocação do sindicato em compactuar com a demissão dos professores substitutos quando deveria proteger os seus direitos ao trabalho. Proteger não somente os professores substitutos mas também os professores grevistas.Não sei como seria possível uma negociação amigável mas pelo menos levantar a cabeça para o alto e ver de cima o problema e não enxergar com os olhos dentro do furacão.

Desde já agradeço .

Anônimo disse...

Seu blog tem boas informações, mais ta muito sem graça, não da gosto nem ficar lendo. Coloca umas imagens pra ficar mais bonitinho. fica a dica. bjs

José Aparecido disse...

A solução e disolver a assembléia legislativa e deixar que o Supremo Tribunal venha legislar.
Todas as leis impostas pela assembléia tem que passar pelo crivo da interpretação e avaliação do Supremo.
As leis são confusas, geram desgastes, morosidades e muita, muita burocracia.

Anônimo disse...

Parabenizo,pela sua atuação, a frente do sindicato.Seu empenho em lutar contra o governo é notória.Acredito que venceremos a luta contra o governo do Estado.
Sinto que o Governo reconhece a força do nosso sindicato, por isso tenta de toda as maneiras que fiquemos desacreditados junto a população.Como voçê disse e tenho lido muito o Governos não poderá fugir ao pagamento do piso nacional.A lei Federal tem que ser cumprida, ou ele acha que lei somente os outros é que devem cumprir

Anônimo disse...

Parabenizo,pela sua atuação, a frente do sindicato.Seu empenho em lutar contra o governo é notória.Acredito que venceremos a luta contra o governo do Estado.
Sinto que o Governo reconhece a força do nosso sindicato, por isso tenta de toda as maneiras que fiquemos desacreditados junto a população.Como voçê disse e tenho lido muito o Governos não poderá fugir ao pagamento do piso nacional.A lei Federal tem que ser cumprida, ou ele acha que lei somente os outros é que devem cumprir

Anônimo disse...

Governo maldito. ~Quanto desrespeito!!! Estamos nos sentindo enganados, trapaceados. Está nos fazendo de tolos. Como pode. Isso não é papel pra governador. É papel de moleque, e dos piores. Não cumprir o que diz (no caso de moleque) porque o caso aqui é pior, ele não cumpriu um termo de compromisso firmado entre professores e o governo (que tem uma grande equipe, ele apenas representa e faz isso muito mal). Nem palavra ele tem. O que pode restar??? Se ele pensa que é intocável verá.