segunda-feira, 24 de outubro de 2011

4a. Reunião da Comissão Tripartite

A 4a. reunião da Comissão Tripartite aconteceu nesta segunda-feira, dia 24/10, de 16:30 as 18:15 h.Participaram da reunião:
- Representando o Governo do Estado: Danilo de Castro (Secretário de Estado de Governo),(Secretária de Estado Adjunta da Educação), representante da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão.
- Representando o Poder Legislativo: Adalclever, Rogério Correia, Pompilio, Antônio Júlio, João Leite, Cássio Soares, Sebastião Costa, Duarte Bechir.
- Representando a categoria: comissão de negociação - Beatriz Cerqueira, Marilda Abreu, Feliciana Saldanha, Lecioni Pereira.
SÍNTESE DA REUNIÃO
O Sind-UTE apresentou aos deputados e representantes do Governo do Estado toda a argumentação que embasa a posição da entidade de que o Piso Salarial deve atingir as 8 carreiras da educação da rede estadual: Constituição Federal, Acórdão da ADI 4.167, Legislação Federal, Legislação Estadual.
A Secretaria de Estado da Educação apresentou um Paracer da Advocacia Geral do Estado argumentando que a Lei Federal 11.738/08 é posterior à Lei Estadual 15.293/04 e, por isso, continua sustentando que o Piso Salarial é para professor e especialista.
Toda a reunião ficou neste debate e não se chegou a nenhum consenso porque o Governo, apesar de toda a legislação, continuou defendendo que o Piso salarial é apenas para professor e especialista. O sindicato, a luz da legislação, continuou defendendo o Piso para todas as carreiras da educação. Não é meramente uma questão reivindicatória, mas é a Lei que determina quem exerce a função de suporte pedagógico à docência.
Para a próxima reunião, o governo apresentará o impacto do Piso Salarial. O encaminhamento dos deputados estaduais é de o Governo apresente o impacto também para todas as carreiras.
Alguns deputados se manifestaram a favor da postura da Secretaria de Estado da Educação.
Sabemos que pareceres são formulados de acordo com a conveniência de quem os solicita.
Um dos elementos para suspensão da greve foi o reconhecimentos do Piso as carreiras da educação.
IPSEMG
Durante a reunião com a Secretaria de Estado da Educação, realizada no dia 19/10, o Sind-UTE apresentou a situação dos servidores que em função da greve estão com o atendimento do Ipsemg suspenso. A Secretária se comprometeu a discutir esta questão e apresentar uma solução na reunião desta segunda-feira. No entanto, após a reunião apuramos que o problema é bem maior e não se restringe aos servidores que fizeram a greve. A suspensão do atendimento atinge os servidores indiscriminadamente. O Hospital Regional de Uberlândia (Madrecor) não está fazendo nenhum procedimento médico. A alegação é de que não há repasse de recursos por parte do Ipsemg e diminuiu os valores da tabela. Quanto à questão do atendimento de quem fez a greve, o governo não teve resposta. Quanto ao problema de atendimento também não teve resposta. De acordo com o Secrtário de Governo Danilo de Castro, o Governo nos dará retorno até amanhã, dia 25/10/11
Prêmio por produtividade
Novamente questionamos o Governo a respeito da data para o pagamento do prêmio por produtividade, que permanece sem data.
Prazo de opção
Uma vez que até esta reunião a Comissão não avançou à apresentação da tabela final do Piso Salarial, não se justifica o prazo final de 31/10 para retornar ao subsídio. Nenhum prazo deve finalizar sem que a categoria tenha a correta tabela do Piso Salarial. Por isso solicitamos ao Governo a prorrogação deste prazo. O Governo dará retorno ainda esta semana.
Próxima reunião: 31/10

129 comentários:

Anônimo disse...

Beatriz é louvável seu esforço para a aplicação da Lei Federal do Piso Salarial do Magistério. O que não se deve é fazer pressão do "ou tudo, ou nada", pois esse governo sem caratér pode nos obrigar ao nada.

Anônimo disse...

Já era esperado mais um dia de enrolação.Enquanto não der dia 31 ele não vai negociar nada, esperando que as pessoas retornem ao subsídio.Eta povo ruim de serviço este PSDB.Não são eles que estão sem dinheiro.Força Bia, tá chegando o final. Um abraço

Anônimo disse...

Que ele pague integralmente o piso para os professores agora em janeiro de 2012 e escalone para os demais cargos da educação, já que são os professores que sustentam a greve!

Anônimo disse...

Beatriz,
O último comentário diz tudo.
O governo para por fim a greve assinou que iria pagar o piso para as carreiras.
A gente já sabia que essas 2 iam tentar isso ate terminar o prazo para o subsídio.
VERGONHA!!!!
Ashley bh

Elizete disse...

Boa noite Bia.

Estou torcendo para que tudo se resolva. Desculpe eu não entendi a respeito da prorrogação do prazo da opção. Abraços e Muita luz. Elizete.

Anônimo disse...

Ah, queremos saber quais os deputados que defenderam essa barbaridade pra dividir ainda mais a nossa classe.
Vocês não podem aceitar de jeito nenhum.
Ashley

leia disse...

Beatriz;
Converse com o governo para efetivar o restante dos professores.pois foi cometido muita injustiça com os servidores que não estava trabalhando exatamente naquele dia.A justiça foi feita para todos.Porque uma minuria tem que prestar concurso e outros não?aguardo sua resposta.

Fátima disse...

E agora como ficam nós os ATB e ASB, não vamos ter o piso. O que vamos fazer???

Anônimo disse...

Beatriz,
o impasse nas negociações já era de se prever. Por favor use o bom senso mais do que nunca. Não podemos perder o que já conquistamos: o reconhecimento do Piso para a docência. Desculpe-me o pessoal de secretaria e de serviços gerais, com raríssimas exceções entram em greve ou nos apoiam. Se tiverem de esperar mais um pouco, salvemos a nossa parte agora, pois o empobrecimento está amargo.

Anônimo disse...

RI DEMAIS QUANDO LI QUE O IPSEMG NÃO ATENDE PROFESSORES CONFORME SEUS DIREITOS. VOU DIRETO AO ABSURDO DOS ABSURDOS: UMA DIRETORA NA REGIÃO USOU MEU NOME IDEVIDAMENTE, ELA CONFESSOU DIANTE DAS AUTORIDADES....MAS A SRE MONTOU SINDICANCIA... E NO VEREDIDO COLOCOU ELA COMO AUTORA... MAS MONTOU UM PROCESSO ADMINISTRATIVO PRA MIM "VITIMA DA DIRETORA" COMO CONSTA NOS AUTOS.QUESTIONEI PRA TUDO USEI ATÉ A OUSADIA DE DAVI E QUESTIONEI PARA DEUS, E PARA DAR UMA SATISFAÇÃO SOCIAL DIANTE DO ESCANDALO A SRE, PUBLICOU UM PROCESSO ADMINISTRATIVO CONTRA QUEM? PARA MIM (VITIMA) E CONTRA A DIRETORA NÃO, NÃO VOU AOS DETALHES DAS INFLUENCIAS DA DIRETORA PARA SER DISCRETO NO RELATO, ALEGANDO QUE A MESMA ERA DESIGNADA E EU ERA EFETIVO. DEPOIS DE EU GASTAR COM DEFENSOR, A SRE ANULOU, ALEGANDO PARA TERCEIROS MAS PARA MIM NUNCA ME RELATOU NADA, DIZENDO SIMPLESMENTE PORQUE ESTAVA ERRADO OS PROCEDIMENTOS. ABRIU NOVO PROCESSO JA SE PASSA MAIS DE ANOS E NADA DE RESPOSTA E TUDO ISTO OCORREU A MAIS DE CINCO ANOS.SOU PROFESSOR PAI DE FAMILIA E TENHO NA SRE BIENIOS, QUINQUENIOS E POS GRADUAÇÃO NOS DOIS CARGOS EFETIVOS HA MAIS DE ANOS E NA DE ME PAGAR
ALGUNS DEVEM PERGUNTAR E O QUE TEM HAVER COM IPSEMG? TEM TAMBÉM PORQUE FIQUEI LOUCO, A BASE ATÉ HOJE USO CONSTANTE DE FENITOINA, FRISIUM E OUTROS CALMANTES. A MINHA HONRA VALE MAIS QUE UM CARGO, E NA CIDADE DE MONTES NÃO TEM NEUROLOGISTA PARA PROFESSOR. REPITO NÃO TEM.REPITO NÃO TEM O MEU TRATAMENTO CUSTOU O 13º O 14º E ETC E O QUE UM LOUCO PODE FAZER? CARA BEATRIZ....VOU FAZER UMA LOUCURA DIANTE DA INJUSTIÇA. UM SUBSIDIO OU UM SUICÍDIO. O JORNAL SERÁ POUCO, ESCUTEM...justiça onde tem? Amparo para o servidor onde tem? A JUSTIÇA DEVERIA SER O LENITIVO DOS INJUSTIÇADOS .....MAS PELO QUE TENHO LIDO E VIVI...

Anônimo disse...

Bia... Difícil sair de mais uma reunião sem decisão, não é? O governo enrola-enrola-enrola... Incansável!!! Onde está o dinheiro de Minas? Por que não pagar o piso, direito dos educadores? A sala de aula está triste porque estamos tristes. Educação precisa avançar para que a sala de aula volte a sorrir. Que Deus nos abençoe e nos dê muita sabedoria, porque, se ele der forças, você já sabe, iremos bater em muita gente, não é? Abraços, amiga. Confiamos em você.

Anônimo disse...

Bia só suspendemos a greve porque o governo falou que pagaria o piso nas carreiras ,isso inclui dos os profissionais,caso isso não ocorra a greve continua.

Anônimo disse...

Enrolation... aff! Haja paciência!!!

Anônimo disse...

BIA NÃO QUEREMOS SUBSIDIO POR QUE PRORROGAR O PRAZO DA TABELA? ESSE GOVERNO TEM QUE PAGAR O PISO NAS 08 CARREIRAS.

Descrente disse...

Mais uma reunião e governo enrolando... até quando?
Nada falado sobre o confisco salarial dos que optaram por VB.
Nada falado sobre o DIREITO de não repor a greve já que houve salário completamente descontado. Quem não repuser vai receber duas faltas pelo mesmo dia?
Servidor só tem deveres? E os direitos?
Desculpe, Bia, vc é maravilhosa, respeito seu trabalho e empenho, mas não posso confiar no governo e nem no cumprimento das leis..

Anônimo disse...

PUXA VIDA, SERÁ PRECISO OUTRA GREVE PRA QUE SE ACORDE ALGO REAL ENTRE SINDICATO E GOVERNO? QUE COISA! ATÉ ONDE O GOVERNO ACHA QUE PODE NOS ENGANAR E FICAR TD POR ISSO MESMO? DANILO DE CASTRO AINDA SE PROPÕE A SER MEDIADOR! TRISTE ISSO! PONTE NOVA ESTÁ DECEPCIONADA COM VC DA DANILO! A CLASSE ESTÁ DE OLHO EM VCS! JUÍZO É BOM E FAZ BEM A TODOS!

Márcia Gomides disse...

PUXA VIDA, SERÁ PRECISO OUTRA GREVE PRA QUE SE ACORDE ALGO REAL ENTRE SINDICATO E GOVERNO? QUE COISA! ATÉ ONDE O GOVERNO ACHA QUE PODE NOS ENGANAR E FICAR TD POR ISSO MESMO? DANILO DE CASTRO AINDA SE PROPÕE A SER MEDIADOR! TRISTE ISSO! PONTE NOVA ESTÁ DECEPCIONADA COM VC DA DANILO! A CLASSE ESTÁ DE OLHO EM VCS! JUÍZO É BOM E FAZ BEM A TODOS!

Anônimo disse...

Beatriz,

não seria prudente aceitar o piso para professores e especialistas? Já seria um avanço. Até porque sabemos que quem realmente faz e sustenta a greve são os professores e os especialistas. As outras áreas praticamente não aderem a greve. Como exemplo cito a fala de uma funcionária da secretária da minha escola se dirigindo a uma professora em desvio de função " Por que vc está fazendo greve se não é professora?"

Será que compensa lutar por uma categoria que não se sente parte dela? Após a conquista do piso para professores e especialistas, se as outras áreas sentirem vontade que lutem por isso. Não dá para comprar uma briga por aqueles que nem apoiaram a nossa greve.

Anônimo disse...

É minha querida companheira...o governo esta tentando nos cozinhar em banho Maria e minar todas as nossas forças...tive vendo as comissões que debateram o projeto de Lei e infelizmente quase todos foram favoravéis ao governo...e acho que ele vai empurrar tudo para a assembleia discutir..onde na verdade pra ele já é luta ganha...no twitter vários deputados desceram o cacete no Rogério Correa... criticando e pondo em cheque sua moral. Mas a luta continua e confiamos em vocês que nos representam...abraços...e força...que Deus abençoe a todos...

Anônimo disse...

Prezada Beatriz,

será que vale a pena comprar uma briga com o governo cobrando o piso salarial para todos os funcionários da escola? Eles não participam da greve, não nos apoiam, até nos atrapalham relutando para que a escola não adira à greve. Acho que você fez o certo, reivindicou,mas daí a protelar a negociação do piso em prol de uma parcela que nem acreditou em nossa luta???
Aceite o Piso para os professores e especialistas. Isso já será um avanço enorme!!!

Anônimo disse...

" Acho que o sindicato deveria analisar o que o governo pretende com relação ao piso imediato para nós professores e especialistas e depois analisar a situação das outras carreiras. Outra, como retornamos para a carreira antiga estamos em uma situação financeira complicada, portanto quanto antes resolver o problema será importante para nós professores."

Anônimo disse...

Se por um acaso o SINDUTE aceitar o Piso só pra professor e especialista, eu vou na minha subsede me desfiliar e daqui pra frente farei campanha contra o sindicato e a greve.
Sou ATB e fui a porta voz do sindicato na minha escola durante a greve e fui muito criticada, abusavam de mim, riam da minha cara e diziam: "Você é muito boba, na Lei do Piso não tem nada pra você, é só pra professor" e eu, bati o pé e defendi com unhas e dentes o que o SINDICATO me falava, que era pra todo mundo. Agora, levo uma rasteira dessa?

Anônimo disse...

Existe a possibilidade do prêmio de produtividade não ser pago este ano? Outra coisa, você acha que as gratificações oferecidas para os vice-diretores, diretores e coordenadores no projeto que foi paralisado vão ser retiradas ou ainda vão permanecer?

Luciano F.

Anônimo disse...

Gostaria de entender como é que o governo vai manter duas formas de pagamento para o funcionalismo da educação: uma parcela vai receber as migalhas do subsídio e a outra, os valores do Piso. É possível que pessoas exerçam a mesma função, tendo atribuições semelhantes e recebam pagamento tão discrepante, sem um dado concreto que justifique isso? Se possível, explique-me como isso pode ocorrer. Grata. Cida Ribeiro - São Domingos do Prata

Anônimo disse...

Cássia


... e a novela continua!

Anônimo disse...

Beatriz,
Nunca vi uma negociação,fundamentada em direito legal, tão difícil. Cada vez mais me enoja a política no Brasil e principalmente em Minas. Dinheiro tem para corrupção, obras faraônicas, processo de eleição, mas para o que é prioridade para a sociedade está sempre em falta.
Só Deus mesmo para nos dar forças e paciência.
Um grande abraço
Cris

Anônimo disse...

Beatriz,
Não fraqueje. Este cretino está usando a mesma estratégia do início das negociações.Está amarrando para nos vencer pelo cansaço.
Graças a Deus o comando de greve não foi ingênuo e tem reunião marcada para 29/10, anterior à próxima reunião com o governo.
Quanto a estes deputados que posicionaram-se a favor da SEE, deveria dar nome a eles.
Beatriz, continuo tendo certeza na vitória. Deve haver alguém superior a este governo, para faze-lo cumprir o piso para as 08 categorias.
Estou rezando dia e noite para que Nossa Senhora Aparecida, continue te protegendo contra todo o mal. Peço também com todas as forças para que o Divino Espírito Santo continue sendo luz em sua vida, de todos do comando de greve e também para dar força a suas famílias.
Quem tem fome , sede de justiça e perseverança, com a graça de Deus, vencerá o mal.

Anônimo disse...

BIA NÃO IMPORTA SE A LEI 11.738/08 é posterior à Lei Estadual 15.293/04 , PORQUE TODAS AS DUAS ESTÃO VIGORANDO, CONCLUSÃO UMA NÃO EXTINGUI A OUTRA.O PISO TEM QUE SER PAGO DE ACORDO COM A LEI DO PLANO DE CARREIRA , OU SEJA PARA AS 08 CARREIRAS.essa secretaria ta querendo nos enganar, não podemos aceitar. A tabela do piso tem que ser igual a que o sindicato apresentou 22 porcento nos níveis.

Anônimo disse...

GRAÇA
Boa noite Bea,

O governo aguarda a volta dos incautos para o subsidio e so depois de 31/10 ira definir a tabela do piso. Nenhuma surpresa, concorda?
O que não cansa de surpreender é a a postura do judiciário mineiro!
Voce apresentou o Parecer da Procuradoria da Republica publicado em 19/10/11, sobre a aplicação do piso?
Deus a abençoe e guarde! A luta ainda será longa!

Anônimo disse...

Beatriz, nada resolvido na reunião! Governo enrola.
Pq prazo para subsídio se queremos o piso???
E as orientações para os professores que não querem repor? A meu ver, não repor é um direito, pois os salários foram cortados.
Cruz Credo, parece poada tudo isso.

vania disse...

Olá Bia tudo bem?
A dúvida minha com certeza é de muitos.Como assim prorrogar o prazo para o retorno ao subsídio? Você tem dúvidas que o piso na carreira poderá ser melhor?Ou você não acredita que o governo possa reconhecer o piso nas oito carreiras?
Te admiro pela sua coragem e fé.
Gilvãnia, História.

Anônimo disse...

Boa noite guerreira Beatriz.

Reconheço o mérito de seu trabalho, entretanto, questiono a prorrogação do prazo para opção do famigerado subsídio. Será que "estupidifiquei"?

Abraços a todos.

Izabel/Geografia

Anônimo disse...

Art. 1° - Ficam instituídas, na forma desta lei, as seguintes carreiras dos Profissionais de Educação Básica, que integram o Grupo de Atividades de Educação Básica do Poder Executivo:
I - Professor de Educação Básica - PEB;
II - Especialista em Educação Básica - EEB;
III - Analista de Educação Básica - AEB;
IV - Assistente Técnico de Educação Básica - ATB;
V - Assistente Técnico Educacional - ATE;
VI - Analista Educacional - ANE;
VII - Assistente de Educação - ASE;
VIII - Auxiliar de Serviços de Educação Básica - ASB. LEI 15293/4Art. LEI 11738/08 1o Esta Lei regulamenta o piso salarial profissional nacional para os profissionais do magistério público da educação básica .

Monalisa - Contagem disse...

QUER SABER QUAL É A DO GOVERNO?
No mínimo o governo deve ter dito ao Sindicato, deixa eu roubar mais algumas almas com o subsídio depois lhes damos o piso. Nessa de falar que é só para professor e especialista o governo ganha tempo e os demais cargos temerosos preferirão um subsídio na mão que um piso voando.
Será?

Biobira - Biologia disse...

Me tire uma dúvida? Não foi professor e especialistas que fizeram a greve não?
As outras categorias são:
- Analista Educacional e Analista Educacional/Inspetor Escolar - essa turma ficou na secretaria, sem fazer greve e ainda infernizando a maioria do professorado, através dos diretores.
- Assistente Técnico Educacional - Essa turma também não vi de greve, os vi foi na escola se revezando em turnos e obedecendo cegamente as ordens da direção.
- Direção - esses sim são cargos de confiança e os poucos que tentaram não apoiar o governo (mais raros que adamantium se deram mal.
- Auxiliar de Serviços gerais - Poucos fizeram greve, não optaram por vencimento antigo (pelo menos todos que conheço) e nem sabiam que a greve tinha haver com eles.

ENFIM, O GOVERNO FALA QUE VAI PAGAR O PISO PARA AS CATEGORIAS QUE LUTARAM PELO PISO E O SINDICATO AINDA RECLAMA, ESTAMOS LUTANDO POR GRUPOS QUE NÃO MANIFESTARAM O DESEJO, NÃO APOIARAM A GREVE E SERVEM DE MOTIVO PARA NOS ENROLAR.
O que o governo quer de fato é angariar mais pessoas para o subsídio, que pelo visto não vai deixar de existir tão cedo e vai ser a remuneração do futuro, daqueles que ingressarãoo no estado(pauta para futuras greve).
A principio devemos nos contentar com a vitoria da conquista daqueles que merecem e lutaram para tal.

luisinho34 disse...

Com todo respeito, prorrogar o prazo é tudo que o governo quer...sempre apoiei as decisões da comissão, mas este pedido é dar o famoso "tiro no pé"...Via ser mais prazo para nos enrolar..Pense a respeito um abrço ,
Luisinho

Anônimo disse...

Entendo que devemos aceitar o piso só pra professores e especialistas e depois corremos atrás para o demais integrantes da educação.

não entendi "prorrogar o ´prazo para o subsídio... o pessoal vai acabar voltando para o subsídio... em dezembro serão 06 meses de prejuízo para quem optou pelo VB. ainda mais agora que ficamos praticamente 04 meses com as latas vazias...sei não!

o que eles informaram sobre o premio produtividade... que não tem data para pagamento? só isso?

Beatriz Cerqueira disse...

Prezado Luizinho,
de fato a questão do prazo final do dia 31/10 é uma situação ambígua. Como nesta segunda fiz o relato da reunião, vou expressar a minha opinião e em que circunstâncias abordamos a questão da prorrogação com uma avaliação.
Atenciosamente,
Beatriz

Professora disse...

Oi, Beatriz.
Estou aguardando as orientações que vc prometeu sobre os professores que, por motivos particulares, não querem ou não podem repor .
Achei estranho esse pedido de prorrogação da volta ao subsídio. Fizemos greve pelo piso!
Obrigada

Professora Maria Alice- Buritizeiro disse...

É, cara Bia,e o governo continua "empurrando a Educação com a barriga". A desconfiança dos mais resistentes à suspensão da greve está se fundamentando: é a forma de pagamento dos dias parados, a não publicação das férias-prêmio do 2º semestre de 2011 e para 2012,a impossibilidade de reposição dos dias trabalhados pelos e outros casos, a escala de gozo das férias regulamentares dos(as)ATB's para 2012, a não garantia de direitos já adquiridos, como o prêmio por produtividade, e até o envio dos contracheques por meio físico será inibido a partir de novembro, conforme comunicado da Secretária de Planejamento à Secretária de Educação por meio do Ofício Circular Gab.Sec.nº048/11, de 30 de setembro de 2011, segundo a remetente, "a fim de aperfeiçoar a disponibilização das informações constantes no contracheque dos servidores, bem como alinhar suas ações às boas práticas socioambientais." "Essa mudança de comportamento visa, também, a internalização de atitudes ecologicamente corretas no cotidiano dos servidores públicos ativos e inativos, blá, blá, blá, blá..." Não seria uma estranhíssima coincidência essa consciência ecológica se inflamar tão vigorosa e inadiavelmente justamente quando as AÇÕES JURÍDICAS contra o governo chegam aos montes no TRIBUNAL DE INJUSTIÇA? Um governador que se destacou no Brasil e no mundo pela astúcia com que descumpre as leis e coopta todos os poderes do Estado para avalisá-lo e motivou os educadores da sua jurisdição a lecionarem CIDADANIA por ininterruptos 112 dias,agora se reveste de Espírito Ecológico e se esconde atrás das leis ambientais para se proteger? Alguém pode me explicar que maracutaia é essa? Onde vamos parar com esse desgoverno? Cadê a Comissão da Câmara Federal para a implantação do piso em Minas, pelo amor de Deus? O que mais se pode esperar? E os substitutos continuam na escola. A SRE Pirapora informou na última sexta-feira à escola em que trabalho que a ordem que se mantém é para que eles permaneçam. Inclusive tem um que foi contratado para me substituir e com a minha volta foi "aproveitado" para repor em turmas que estão sem professor e lá não aparece aos sábados. Disse que avisou na escola quando pegou o contrato que não tinha essa disponibilidade. E aí? Onde está a seriedade desse sistema opressor que fiscaliza, cobra, pune quem entrou legitimamente para o serviço público e dá o sangue pela educação?

Westerley disse...

Uma questão:

Não podemos perder de vista que esta luta não é só Econômica é também Política. O que quero dizer com isso? Como disse, este Governo é de orientação fascista, vingativo e não quer entregar o piso barato. Sabe que já perdeu (é uma questão de tempo) e para entregar quer dividir e enfraquecer o Sindicato. Por isso veio com este papo de pagar só duas carreiras. Atenção pessoal! Se aceitarmos estaremos dividindo o Sindicato e abrindo um precedente perigoso para os próximos movimentos. Aceitar pagamento de 2 carreiras é aceitar parte do nosso direito. Devemos lutar pelas 8 carreiras e ter uma ação transversal, ou seja, atuarmos em outras mesas ao mesmo tempo como, por exemplo, em Brasília. E sustentando isso tudo manter a categoria sobre “ALERTA DE NOVA GREVE”!
Já chegamos até aqui. Agora é fazer valer nossos direitos até o fim!

Anônimo disse...

FICO TRISTE COM OS COMENTÁRIOS DOS COLEGAS PROFESSORES AQUI! ESTÃO QUERENDO MESMO É DIVIDIR A CATEGORIA! SOU ATB, FIQUEI, COMO MUITOS EM GREVE 112 DIAS E SEM SALÁRIO COMO VOCES. SOU FILIADA A 23 ANOS NO SIND-UTE E PARTICIPO DE TODAS AS GREVES E PARALISAÇÕES! NÃO DEIXEM-ME TOMAR ÓDIO DE VOCES PROFESSORES, QUE POSTAM AQUI QUE SÃO ELES QUE CARREGARAM A GREVE. ALGUNS NÃO ENTRARAM EM GREVE MAS NÃO PODEM GENERALIZAR. SE FOR ASSIM QUANTOS PROFESSORES FURARAM A GREVE? BEATRIZ, POR FAVOR, NÃO DEIXEM QUE OS PROFESSORES DETONEM NOSSA CATEGORIA COMO ESTÃO FAZENDO! ESTOU INDIGNADA LENDO TANTOS COMENTÁRIOS NEGATIVOS SOBRE NÓS ATB'S E ASB'S POR PARTE DOS PROFESSORES, QUE QUEREM O PISO SÓ PARA ELES. NÃO ESPERAVA ISSO DE NOSSOS COLEGAS JAMAIS! LAMENTO MUITO POR TER "PROFESSOR" ASSIM. ESTÃO PENSANDO NO PRÓPRIO UMBIGO... E AOS QUE COMENTAM A NOSSO FAVOR, TENHAM TODO NOSSO RESPEITO E AGRADECIMENTO! A GREVE SÓ ACABOU PQ O GOVERNO PROMETEU O PISO PARA TODAS AS CATEGORIA DA EDUCAÇÃO! E AGORA TA VOLTANDO ATRÁS! ABRAÇO BEATRIZ! FICA COM DEUS!

MARIA DE LOURDES.

Anônimo disse...

BIA SÃO OS PROFESSORES QEUE SUSTENTAM A GREVE, PORTANTO PENSO QUE DEVE ACEITAR O PISO AGORA P PROFESSORES E ESPECIALISTAS........

Anônimo disse...

BIA SOMOS NOS PROFESSORES QUE SUSTENTAMOS A GREVE, SE AGARRAR P TODOS PODEMOS FICAR SEM NADA, PENSA NISSO, ESSE GOVERNO N TEM COMPROMISSO

Anônimo disse...

Estender prazo para o pessoal voltar para o subsidio e não aceitar de pronto o piso para educadores e especialistas????? PODERIA TER ACEITADO E DAR CONTINUIDADE A LUTA DO PISO PARA OS OUTROS CARGOS, CONCORDO QUE TAMBEM MERECEM. ESTENDER O PRAZO PARA QUEM QUER VOLTAR AO SUBSIDIO??????????????????????????????????????????????????????????????????? NÃO ENTENDI NADA.(CARLA/GV)

Anônimo disse...

Bom dia,
Beatriz,na região que trabalho quem fez e sempre adere a greve são os professores e poucos especialistas,sendo que alguns ainda tentam nos convencer.Os ATBs revezam ,ainda ficam atentos nos registros das faltas.Quem recebe punições e perdas são mesmo os professores.Aceita logo esta proposta para prof.e especialistas. Na próxima greve já teremos certamente mais adeptos; ou em função dos que não se sacrificam a maioria que luta perde,isto não é justo.Pense bem...

Anônimo disse...

Beatriz

fico muito decepcionado com a postura de certos "servidores da educação" que aceitam o piso somente para professores e especialistas.É isso que o governo quer, DIVISÃO.

Jorge Pinto - Barão de Cocais

ivan disse...

Colegas, estou vendo o que o governo adora ver: os companheiros de carreira brigando entre si. Quem não viu os ATE, ANE das SRE no movimento ?, que fez até greve de fome? Vocês não sabem que pela primeira vez ATE, ANE denunciaram em audiência, na ALMG as condições de trabalho da SRE Não vou alongar pois confio no trabalho da diretoria central que conhece nossa luta.

Anônimo disse...

Pelo visto, a próxima reunião vai continuar com a discussão, quem tem ou não direito ao piso. A lei é clara, quem tem direito ao piso são os proficionais do magistério público da educação básica. Por profissionais do magistério público da educação básica entendem-se aqueles que desempenham as atividades de docência ou as de suporte pedagógico à docência, isto é, direção ou administração, planejamento, inspeção, supervisão, orientação e coordenação educacionais, exercidas no âmbito das unidades escolares de educação básica. Os proficionais que não estão neste grupo não tem direito ao piso. O sindicato deveria esquecer que subsídio existe nestas negociações, pois o foco é o piso e jamais ter pedido para prorrogar a opção de volta para o subsídio, com isto está munindo o governo para continuar enrolando.

Anônimo disse...

Beatriz,
Quanto ao IPSEMG, não seria o caso de o Sindicato entrar com uma liminar?

Anônimo disse...

Beatriz a classe já é dividida, o governo só quer oficializar isto. Quem segura todo o movimento de greve são os Professores, apenas eles. As supervisoras vão pegar carona, são elas que tentam atrapalhar o movimento grevista nas escolas. Tenho 12 anos de profissão no Estado, sou professor, e só agora é que vejo o Governo nos favorecendo. Itamar Franco na nossa greve de 2002, dobrou os salarios do pessoal da Secretaria, Serviços Gerais e policiais e nos ficamos com apenas a PRC. Agora somos Nós Professores e se o Bolo é pequeno vamos dividir apenas com nossos verdadeiros Irmãos. (Montes Claros - MG)

Anônimo disse...

Muita força, Beatriz!!
se para nós nao esta sendo nada facil , imagino para voce... Que Deus a ilumine sempre...um abraço, claudia

Anônimo disse...

Norte de Minas diz: Sei que estou sendo mesquinha, mas pra que lutar por este pessoal, “A.T.E, A.T.B, A.N.E e A.N.E/ IE” eles na sua grande maioria não nos apoiaram nos movimentos grevistas. Deixe que eles se quiserem reivindique seus direitos quando precisarem de um salário digno. Ai sim, eles aprenderão o significado de ser solidário, unido..Deixe -me justificar, o que acontece é que em todos os movimentos este pessoal não aderem a greve, debocham de nossa luta falando que não precisaram entrar em greve, logo não precisam fazerem reposições em sábado e férias e ainda que serão beneficiado igualmente a quem aderiu e lutou pelas reivindicações do movimento grevista. Chega de ser saco de pancadas para outros.

Anônimo disse...

Precisam divulgar os nomes dos deputados....para cobrarmos deles...todos temos o dever de ir atrás deles...já que foram eleitos como nossos representantes...Devemos manifestar o nosso repúdio...atraves de e-mail, cartas o que for preciso...Sou filha de uma professora e apoio a causa....

Anônimo disse...

Bom dia, Bia!

Para que pedir a prorrogação do retorno ao subsídio se a classe deve(tem) que fazer opção pelo Piso Salarail? Não entendi sua colocação. Eu já participei de várias greves em várias escolas, e para falar a verdade, praticamente ninguém de outros setores da escola participam ou participaram do movimento. Então, eu penso que o Sindicato deve primeiro negociar o Piso para as duas classes que o Governo propõe, e o resto fica postergado. É a minha opinião.
Um abraço!

Anônimo disse...

sei que o sindicato é um todo, sei que a educação também, pergunto, porque entao nao estavam todos em greve, acabaria em duas semanas.
Se o sindicato lutar somente por quem estava em greve seria mais justo, pois foram eles que ficaram sem pagamento e sofreram as retaliações, os demais só querem aproveitar da situação. Reitero o sindicato foi feito para defender o direito de quem luta e não para quem se cala e acomoda.

Anônimo disse...

ola Beatriz, concordo com alguns colegas quando dizem que e prudente aceitar o piso para professorese especialistas pois seria um avanço.E se necessario que as demais carreiras desencadeiem uma greve e briguem pelos seus direitos assim como nos ,pois eles nunca nos apoiam.um abraço.

Anônimo disse...

Beatriz,

Fiquei sem entender a respeito do prazo da prorrogação do subsídio pois afinal de contas não foi frisado que toda a categoria voltasse pra carreira antiga? Por que questionar a respeito dessa prorrogação então?

Gilson Vieira Soares disse...

"Leia" 24 de outubro de 2011 21:24

Quer que o governo efetive o resto? Virou zona mesmo! Se você ficou de fora sinta-se feliz.

Eu, ano após ano, vou lá na designação pego minhas aulas como designado Estou estudando para o concurso. Com as aulas na rede pública e privada vou levando.

Eu lutando nas escolas para abrir o debate, e por fim a essa bagunça, mesmo sabendo que é uma luta inglória, sem alianças, e você querendo bagunçar ainda mais! ME ajuda aí pô!

Faça o concurso! Se não passar vai pra outro estado como eu farei se não passar. Lei 100 cair?! É mais fácil um terrorista jogar um avião no Cristo Redentor. Mas vou tentando. Um dia quem sabe o sindicato abre o debate verdadeiramente!

Anônimo disse...

As demais carreiras nao merecem que brigue por elas , pois nao nos apoia nas greves... que dia ja entraram em greve conosco?

Anônimo disse...

Bia
Acho que devíamos ser informados dos nomes dos deputados que se mostraram a favor do governo, pois, poderíamos tentar preciona-los por e-mail. Não seria uma forma de ajudar?
Que Deus continue iluminando vc. Só Ele para te ajudar nessa luta contra tantas forças do mal. Fique calma, embora sei que deve ser difícil!

Um abraço...

Anônimo disse...

Pior que o anestesia só o azedo, digo, Azeredo é um inferno....

Sobre a educação publica e o sentimento de ser professor... o ultimo a sair apague a luz to caindo fora acabou o ideal sufocado pelo real....

Lúcia disse...

Cuidado com o Subsídio, fazendo o simulado proposto pela SEE eu com 31 anos de serviço, em relação a janeiro de 2001 no subsídio eu era PEB 1-O Pela simulação voltarei para PEB 1-L sendo assim, perda em valores.. Subsídio é PURA ARMAÇÃO!!
Colegas permaneçamos na carreira antiga!
Lúcia, Belo Oriente MG.

Jussara disse...

O impacto no orçamento das outras carreiras representam muito pouco em vista do impacto que é causado com o piso para os professores. Analistas já recebem mais que o piso, ATB's receberão proporcional e ATE, que são poucos, causará impacto mínimo....O GOVERNO ESTÁ ENROLANDO.....

Jussara disse...

do impacto no orçamento das outras carreiras representam muito pouco em vista do impacto que é causado com o piso para os professores....ANE' recebem mais que o piso, ATB's receberá proporcional, e os poucos ATE's, causará quase nada de impacto. Portanto o Piso tem que ser para todos....

Anônimo disse...

Oi Beatriz! O que ficou resolvido sobre as férias-prêmio? Preciso tirar, tenho 06 meses e me aposento em novenbro de 2012. Aguardo resposta

Anônimo disse...

Está declarada a extinção da carreira de professor. Quem em sã consciência entrará numa profissão onde o salário se resumirá à 1187,00 por uma carga horária de 40 horas e em Minas será usada uma proporção que iniciará o salário em 712 reais para um cargo? É inaceitável existir uma proporção dessas! Sem falar no subsídio que engessa o salário dos professores!! Mas infelizmente estamos ai como Mico leões dourados, os últimos da espécie e literalmente criados em cativeiro, por um tirano!! Infelizmente uma lei que seria a redenção pra profissão, está sendo interpretada conforme o querer dos governantes e acabando com a nossa profissão, tanto hoje como no futuro. Que tentemos sobreviver a este momento, pelo menos com a cabeça erguida de termos lutado a té o fim. Valeu!!!

Anônimo disse...

Não entendi essa de pedir prazo pra prorrogação de subsídio se queremos é o PISO. Não precisa nem perder tempo em ficar falando de subsídio.

Quanto ao PISO, eu trabalho em uma escola onde somente professor fez greve e ainda fomos criticados por secretários, especialistas e ajudantes de serviços gerais.
Agora o sindicato ainda luta por PISO para esses que nem nos apoiaram???

Beatriz Cerqueira disse...

Prezada Rosângela,
não recebi as informações de que preciso: nome completo, Masp, Escola, Município, data da publicação das férias prêmio e data da publicação do cancelamento. Me envie as informações para questionar diretamente com a SEE.
Aguardo.
Atenciosamente,
Beatriz

Bruna Ribeiro disse...

Boa noite,
Acho, um verdadeiro absurdo o que eles tentam fazer com a educaçao, concordo plenamente com os professorem no fato de lutarem pelo seus direito; aonde foi para o dinheiro da educaçao todos esses anos?...

Anônimo disse...

Cara Beatriz,
Primeiramente gostaria de lembrar aqui que essa greve foi terminada com o compromisso do governo de pagar o PISO a todas as carreiras da educacao, portanto às 8.Isso é ponto pacífico.
Aos egoístas de plantão, gostaria de lembra-los da história da ratoeira.
Em todas as 8 carreiras tiveram pessoas que aderiram a greve, que passaram por momentos difíceis e em todas elas tivemos aquelas que fizeram feio e traíram os outros colegas(quantos professores dobraram dentro da própria escola???), do mesmo jeito que teve ANE que lutaram nas SRE( e vão levar falta sem direito a reposicão), técnicos da SRE( abdon que fez greve de fome na ALMG é funcionário da SRE), Sidlúcio é presidente do Sindute de Leopoldina e ficou de greve e é ANE da SRE de Leopoldina, entre outros, portanto não generalize. Conheco vários ANE s e IE que nas SRE foram contra o que queriasm as superintendentes .
Vários ATBs entraram em greve e seráo penalizados pois não terão como repor todos os sábados até marco do ano que vem.Se muitos professores não tem consciência política e tiveram coragem de pegar aulas de seus colegas, como cobrar coerência de uma classe como os ASG, que na sua grande maioria são semi analfabetos e por todo um contexto social ficaram a margem. Muita injustica não é. E nunca os vi ironizando as pessoas que estram em greve , ao contrário de muitos esclarecidos professores...
Por tudo isso exposto, sou porque esse sindicato faca a coisa certa que é lutar pelo piso para todas as 8 carreiras da educacao, pois isto é justo, legal e bom.
Paz e bem a todos e não vamos nos dispersar.
Marta ATB

Anônimo disse...

Beatriz,
Muitos professores foram fiéis aos grevistas, não comparecendo àquelas designações "ilegais", professores que estavam bem classificados na listagem por município, por exemplo.
Só que agora em minha escola uma professora titular da turma abandonou o cargo de 6 aulas. Então, um "tampão" que nem era inscrita na listagem do estado, que estava em uma substituição de 18 aulas de outro cargo passou para este cargo de 6 aulas para até 31 de dezembro.(Não foi dispensada).
Isto não é justo com os professores que respeitaram nosso movimento de greve.
Será que não há nada a fazer?

Anônimo disse...

Sei que voce está fazendo o possível para que esse governador pague o piso, tem estado nessas reuniões enfadonhas, eu espero que tudo acabe bem e que o pessoal que optou pela antiga carreira tenha sucesso. Embora eu esteja no subsidio eu torço para que todos consigam o que almejam. Pesistir sempre...Desistir jamais.

Anônimo disse...

Sei que voce está fazendo o possível para que esse governador pague o piso, tem estado nessas reuniões enfadonhas, eu espero que tudo acabe bem e que o pessoal que optou pela antiga carreira tenha sucesso. Embora eu esteja no subsidio eu torço para que todos consigam o que almejam. Pesistir sempre...Desistir jamais.

Anônimo disse...

Sei que voce está fazendo o possível para que esse governador pague o piso, tem estado nessas reuniões enfadonhas, eu espero que tudo acabe bem e que o pessoal que optou pela antiga carreira tenha sucesso. Embora eu esteja no subsidio eu torço para que todos consigam o que almejam. Pesistir sempre...Desistir jamais.

Anônimo disse...

Sou professor como vcs! Aprendam a respeitar meus colegas ATB, ASB e do serviços gerais. Eles também mereçem usufruir do piso. Não sejam egoístas!

Anônimo disse...

O compromissado Professor Euler Conrado, de Vespasiano fez o seguinte comentário:Pessoal da luta, vamos tentar não confundir e divulgar coisas que não existem.

Por exemplo: dizer que o sindicato poderia ter aceito a proposta do piso para professores e especialistas.

O governo não fez proposta nenhuma de piso até agora, nem para professores, nem para especialista, nem para ninguém. A única proposta do governo até agora é o subsídio.

O piso, se depender do governo, não vai existir em Minas. Já expliquei mil vezes que do ponto de vista do impacto no orçamento as outras carreiras representam muito pouco em vista do impacto que é causado com o piso para os professores.

Tentar dividir e isolar é a jogada do governo. E muita gente aqui está caindo nessa jogada. Devemos contar para os colegas de escola que o governo está enrolando, que não quer pagar piso para as outras carreiras, e que todos precisamos nos unir para combater o governo.

Não importa se uma parte grande de todas as carreiras não fez greve. O que importa, pelo menos agora, é que a categoria dos educadores saiba dos direitos de classe que estão sendo ameaçados e prepare uma resposta contra o governo, caso ele continue nos enrolando e tentando nos dividir.

Vamos parar com essa história de que tudo está perdido, ou que mundo vai acabar amanhã, etc.

Precisamos nos fortalecer para os novos embates que virão.
25 de outubro de 2011 12:38
Euler disse tudo pessoal.

Anônimo disse...

os tampax já foram dispensados? A pessoa que foi contratada para me substituir ainda permanece na escola; questionei a direção e disseram que ainda não receberam comunicado oficial determinando a dispensa.

Rafael- GV disse...

A PALAVRA DO GOVERNO NÃO DURA UMA SEMANA?
Em 10/10/2011: "Além dessas questões, o piso salarial entrou em pauta pela primeira vez durante os encontros. O governo entende que todas as carreiras serão atendidas pelo piso nacional. O sindicato deverá levar no próximo encontro, marcado para segunda-feira que vem (17), no Palácio Tiradentes, às 15h, ponderações sobre o piso, já que ele tem que ser corrigido para o próximo ano. "
http://www.em.com.br/app/noticia/gerais/2011/10/10/interna_gerais,255199/governo-estuda-antecipar-13-salarios-para-professores-grevistas.shtml

Anônimo disse...

Li alguns comentários aqui de professores e fiquei perplexo. Não é por acaso que a educação é mal remunerada e os professores cada vez mais desvalorizados. Não há unidade, eles brigam entre eles. Não conseguem raciocinar que qualquer classe dividida não tem força. Isso historicamente sempre foi assim. Entretanto, os governantes possuem uma equipe altamente instruída que buscam justamente defender os interesses do Estado. Com os professores isso não ocorre. Tem gente que torce para que somente eles consigam o piso, outros criticam pessoas de outros cargos, etc. Só um detalhe: nem todos os professores entraram em greve e pior que isso: alguns participaram das designações para substituição dos grevistas. Tambem houve integrantes de outros cargos que lutaram pelo movimento grevista. Mas é aquela velha história da "lei do Gerson" (levar vantagem em tudo). Mas a classe: cada vez mais dividida e o salário "óóóóó"!!!!!!

Patricia disse...

Prezada Beatriz,
participando da luta e agora acompanhando as reuniões, chego a conclusão de que estamos em um grande saia justa. A categoria que esteve com raça e coragem a frente de uma greve de mais de 3 meses, retornou às escolas com baixa estima e, pelo visto, tb desmoralizado. Reunir para mendigar coisas que já eram de nosso direito, é uma afronta. Não temos que pedir o prêmio por produtividade, temos que exigir o pagamento imediato já que ele se deve aos resultados das provas externas e do assédio moral que sofremos dos gestores escolares e Inspetores. Caso não se tenha pagamento NÓS SERVIDORES DA EDUCAÇÃO NÃO DEVEMOS NOS SUBMETER A AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO. Avaliação essa que precisa - PRECISA! - ser revista imediatamente. Sobre o piso, sejamos francos: o governo não tem condições de nos pagar imediatamente. Então que dessa seja definido o prazo de 01 ano com aumentos semestrais. Além disso, vale transporte e ticket refeição para os que tem dupla jornada.

Anônimo disse...

Acho que os professores estão generalizando.Sou ATB e fiquei em greve os 112 dias.Na minha escola todos os ATB`S fizeram greve.Fomos criticados,pois diziam que o piso é só para professores mas mantemos firmes,vejo muito egoismo por parte dos colegas.Fique firme Bia pois sei da sua honestidade e certeza que o sindicato luta por todas as classes.Um grande abraço e que Deus te ilumine.

Anônimo disse...

Beatriz, parabenizo você e todos do SINDUTE. Envio-lhes uma mensagem: "Aquele que luta por seus ideais tem sempre DEUS ao seu lado. O PAI que está nos céus, exerce Sua Misericórdia com todo aquele que for corajoso.

Abraços, professora Elenita.

Anônimo disse...

BEATRIZ E COLEGAS O GRANDE GUERREIRO Ernesto Rafael Guevara de la Serna, conhecido como "Che" Guevara,QUANDO SAIU A PRIMEIRA A NOTICIA QUE ELE TINHA MORRIDO ELE MANDOU UM RECADO: O GUERREIRO FOI FERIDO MAS NÃO ESTÁ MORTO.FAÇO O MESMO RECADO AO PATRÃO.
FORÇA A TODOS.

julio mascarenhas disse...

já postei alguns comentarios e obtive uma resposta sua, mas volto a afirmar sobre o foco das negociaçoes, vamos analisar juntos:1º sabemos que 98% dos grevistas eram professores
2º que pelo menos uns 80% dos que optaram pelo piso tb sao professores
3º que a lei deixa muito claro a quetão dos professores e dos outros é pura interpretação da lei.
Assim sendo sou de opinião que devemos primeiro lutar pelo piso dos professores e depois extender aos demais funcionarios, isso se chama "justiça" pelos que efetivamente participaram e participam da luta.
os professores que optaram pelo piso tiveram os salarios reduzidos, um reajuste cancelado e estamos recebendo muito menos que os demais funcionarios, e o que esta me assustando é que nao estou vendo esse ponto ser negociado, um governo esta agindo ilegalmente, acho que a comissao lutar para que o governo reponha as perdas salariais. obrigado. julio mascarenhas

Rosane - OP disse...

Fico triste quando vejo professores falando que as auxiliares não nos ajudam na greve.Não generalizem.Em Diamantina existe um grupo de auxiliares que dá show de cidadania.Mais do que muitos professores que ficam furando greve e fazendo o joguinho sujo do Governo.
Enquanto muitos professores ficaram na escola tomando lugar de colegas vi nas passeatas muitas auxiliares lutando conosco pelo piso.Escola é um conjunto.Todos devem estar unidos.A Lei é clara: O piso é para todos e fim de papo. Rosane-OP

Anônimo disse...

Algumas considerações:

“Um homem não está acabado quando enfrenta a derrota.
Ele está acabado quando desiste”!
Richard Nixon

Tenho visto nos comentários um misto de desespero (o que é compreensível), com falta de consciência de classe (o que não é compreensível), com pressa, (o que é compreensível) com falta de visão política (o que não é compreensível).
Por outro lado ficamos muitos anos desmobilizados e perdemos um pouco o “jeito”, mas esta greve está nos ajudando a retomarmos a mão da coisa (isso é importante).
O espaço virtual é um bom aquecimento para as discussões e debates (insisto que o sindicato deve elaborar um site para este fim).
Com tudo, precisamos ficar atentos, não sejamos ingênuos! Nossa luta não é contra as carreiras de nossa categoria (por assim dizer). Se os do governo estão lendo estes comentários, devem estar dando risadas por terem conseguido provocar a idéia de divisão entre nós.
Más, podemos reverter isso, é só focarmos no governo, é ele e sobre ele que devemos discutir, é sobre sua prática que devemos refletir, escrever, publicar em todos os lugares, enviar comunicados aos políticos Estaduais e Federais e propor ações aqui neste blog.
Insisto: não vamos cair no individualismo pelo imediatismo, se dividirmos o sindicato perderá força para lutas futuras, aí sim. Estaremos derrotados!

Esta luta do piso é apenas o começo e não o fim! O piso é o Primeiro passo! Os desafios que vem por aí são bem maiores! Podem ter certeza!

Vamos centrar nossos comentários no governo!

Anônimo disse...

Postagem de aluno:
Fiquei sabendo que o Estado alegou que pouco mais de 1% das escolas estavam sem aulas, o Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais diz que mais de 30% das instituições de ensino são afetadas pela greve. è um absurdo isso, como pode cada um passar uma informação ? Confesso que fiquei sem aulas por uns meses e foi muito prejudicial para minha carreira estudantil, afinal ficamos em casa mexendo em Facebook e orkut ao invés de estarmos na escola, mas por outro lado apoio os professores, afinal estudaram e merecem um salário digno, estudam anos e anos para ganhar uma mixaria ? Enquanto os políticos,(vou colocar assim para evitar sitar nomes) recebem milhões de R$.um país igualitário ? kk estamos longe disso acontecer .



Postado por Juscilene 3 ano no blog WESTERLEY SANTOS - FILOSOFIA - PENSAMENTO CRÍTICO - FILOSOFIA - PENSAMENTO CRÍTICO - FILOSOFIA -PEN em 25 de outubro de 2011 22:39

Anônimo disse...

Postagem de Aluna:

Professor ,sem duvidas , acho que a mais importante profissão . Para qualquer outro tipo de profissão que escolhemos exercer no futuro , no inicio sempre teremos um professor para nos orientar nos primeiros passos . Porem e necessário , como em qualquer outra profissão , terem boas condições para exercerem tal responsabilidade . Um professor carrega consigo a responsabilidade de ensinar e avaliar cada um dos alunos . Eu como aluna do 3 Ano tenho muito a agradecer cada um dos pofessores que já passaram pela minha tragetoria escolar , e de nesse momento apóia-los nessa luta onde o que querem não e nada alem do que e de direito deles . Como o Estado quer garantir um ensino publico de qualidade sendo que os nossos professores não tem as minimas condiçoes para exercer o melhor que podem ? Estou com os professores nessa luta , mesmo ciente de que fomos bastante prejudicados nesse ultimo ano escolar !



Postado por ALUNA DO 3 ANO ! no blog WESTERLEY SANTOS - FILOSOFIA - PENSAMENTO CRÍTICO - FILOSOFIA - PENSAMENTO CRÍTICO - FILOSOFIA -PEN em 25 de outubro de 2011 22:15

Anônimo disse...

Postagem de Aluna:

Professor ,sem duvidas , acho que a mais importante profissão . Para qualquer outro tipo de profissão que escolhemos exercer no futuro , no inicio sempre teremos um professor para nos orientar nos primeiros passos . Porem e necessário , como em qualquer outra profissão , terem boas condições para exercerem tal responsabilidade . Um professor carrega consigo a responsabilidade de ensinar e avaliar cada um dos alunos . Eu como aluna do 3 Ano tenho muito a agradecer cada um dos pofessores que já passaram pela minha tragetoria escolar , e de nesse momento apóia-los nessa luta onde o que querem não e nada alem do que e de direito deles . Como o Estado quer garantir um ensino publico de qualidade sendo que os nossos professores não tem as minimas condiçoes para exercer o melhor que podem ? Estou com os professores nessa luta , mesmo ciente de que fomos bastante prejudicados nesse ultimo ano escolar !



Postado por ALUNA DO 3 ANO ! no blog WESTERLEY SANTOS - FILOSOFIA - PENSAMENTO CRÍTICO - FILOSOFIA - PENSAMENTO CRÍTICO - FILOSOFIA -PEN em 25 de outubro de 2011 22:15

Anônimo disse...

Postagem de Aluna:

Professor ,sem duvidas , acho que a mais importante profissão . Para qualquer outro tipo de profissão que escolhemos exercer no futuro , no inicio sempre teremos um professor para nos orientar nos primeiros passos . Porem e necessário , como em qualquer outra profissão , terem boas condições para exercerem tal responsabilidade . Um professor carrega consigo a responsabilidade de ensinar e avaliar cada um dos alunos . Eu como aluna do 3 Ano tenho muito a agradecer cada um dos pofessores que já passaram pela minha tragetoria escolar , e de nesse momento apóia-los nessa luta onde o que querem não e nada alem do que e de direito deles . Como o Estado quer garantir um ensino publico de qualidade sendo que os nossos professores não tem as minimas condiçoes para exercer o melhor que podem ? Estou com os professores nessa luta , mesmo ciente de que fomos bastante prejudicados nesse ultimo ano escolar !



Postado por ALUNA DO 3 ANO ! no blog WESTERLEY SANTOS - FILOSOFIA - PENSAMENTO CRÍTICO - FILOSOFIA - PENSAMENTO CRÍTICO - FILOSOFIA -PEN em 25 de outubro de 2011 22:15

Anônimo disse...

Postagem de Aluna:

Professor ,sem duvidas , acho que a mais importante profissão . Para qualquer outro tipo de profissão que escolhemos exercer no futuro , no inicio sempre teremos um professor para nos orientar nos primeiros passos . Porem e necessário , como em qualquer outra profissão , terem boas condições para exercerem tal responsabilidade . Um professor carrega consigo a responsabilidade de ensinar e avaliar cada um dos alunos . Eu como aluna do 3 Ano tenho muito a agradecer cada um dos pofessores que já passaram pela minha tragetoria escolar , e de nesse momento apóia-los nessa luta onde o que querem não e nada alem do que e de direito deles . Como o Estado quer garantir um ensino publico de qualidade sendo que os nossos professores não tem as minimas condiçoes para exercer o melhor que podem ? Estou com os professores nessa luta , mesmo ciente de que fomos bastante prejudicados nesse ultimo ano escolar !



Postado por ALUNA DO 3 ANO ! no blog WESTERLEY SANTOS - FILOSOFIA - PENSAMENTO CRÍTICO - FILOSOFIA - PENSAMENTO CRÍTICO - FILOSOFIA -PEN em 25 de outubro de 2011 22:15

Anônimo disse...

Postagem de Aluna:

Professor ,sem duvidas , acho que a mais importante profissão . Para qualquer outro tipo de profissão que escolhemos exercer no futuro , no inicio sempre teremos um professor para nos orientar nos primeiros passos . Porem e necessário , como em qualquer outra profissão , terem boas condições para exercerem tal responsabilidade . Um professor carrega consigo a responsabilidade de ensinar e avaliar cada um dos alunos . Eu como aluna do 3 Ano tenho muito a agradecer cada um dos pofessores que já passaram pela minha tragetoria escolar , e de nesse momento apóia-los nessa luta onde o que querem não e nada alem do que e de direito deles . Como o Estado quer garantir um ensino publico de qualidade sendo que os nossos professores não tem as minimas condiçoes para exercer o melhor que podem ? Estou com os professores nessa luta , mesmo ciente de que fomos bastante prejudicados nesse ultimo ano escolar !



Postado por ALUNA DO 3 ANO ! -PEN em 25 de outubro de 2011 22:15

Anônimo disse...

Professor ,sem duvidas , acho que a mais importante profissão . Para qualquer outro tipo de profissão que escolhemos exercer no futuro , no inicio sempre teremos um professor para nos orientar nos primeiros passos . Porem e necessário , como em qualquer outra profissão , terem boas condições para exercerem tal responsabilidade . Um professor carrega consigo a responsabilidade de ensinar e avaliar cada um dos alunos . Eu como aluna do 3 Ano tenho muito a agradecer cada um dos pofessores que já passaram pela minha tragetoria escolar , e de nesse momento apóia-los nessa luta onde o que querem não e nada alem do que e de direito deles . Como o Estado quer garantir um ensino publico de qualidade sendo que os nossos professores não tem as minimas condiçoes para exercer o melhor que podem ? Estou com os professores nessa luta , mesmo ciente de que fomos bastante prejudicados nesse ultimo ano escolar !

Postado por ALUNA DO 3 ANO ! -PEN em 25 de outubro de 2011 22:15

Gleiferson Crow disse...

Olá Beatriz

Muito obrigado por estar nessa linha de frente, sei que toda e qualquer decisão que esteja ao nosso alcance você está defendendo e argumentando como pode. Que DEUS ilumine a cada dia todos os seus passos a todo instante e todos que aproximarem de você !!!

abraço forte e JUNTOS até a vitória.

Juntos até a vitória.

Gleiferson Crow
LEIA: Liberta Minas NDG
http://leialibertaminasndg.blogspot.com/

Westerley disse...

Professor ,sem duvidas , acho que a mais importante profissão . Para qualquer outro tipo de profissão que escolhemos exercer no futuro , no inicio sempre teremos um professor para nos orientar nos primeiros passos . Porem e necessário , como em qualquer outra profissão , terem boas condições para exercerem tal responsabilidade . Um professor carrega consigo a responsabilidade de ensinar e avaliar cada um dos alunos . Eu como aluna do 3 Ano tenho muito a agradecer cada um dos pofessores que já passaram pela minha tragetoria escolar , e de nesse momento apóia-los nessa luta onde o que querem não e nada alem do que e de direito deles . Como o Estado quer garantir um ensino publico de qualidade sendo que os nossos professores não tem as minimas condiçoes para exercer o melhor que podem ? Estou com os professores nessa luta , mesmo ciente de que fomos bastante prejudicados nesse ultimo ano escolar !

Postado por ALUNA DO 3 ANO ! -PEN em 25 de outubro de 2011 22:15

Westerley disse...

Aluna 3ºano deixou um novo comentário sobre a sua postagem "UMA REFLEXÃO NECESSÁRIA SOBRE A PROFISSÃO DOCENTE....":

Ser professor é uma das mais belas e complicadas profissões.Bela,porque o professor tem o conhecimento em suas mãos,e o poder de disseminar o saber,novas idéias e ajudar a construir um ser humano.O professor participa efetivamente da construção de um ser humano,desde a ensinar funções elementares como ler e escrever até a ensinar ao mesmo sobre princípios como,respeito e dignidade.No entanto,é uma das mais complicadas profissões,pois todos sabem da importância do professor e por isso cobram que o mesmo seja o melhor.Mas como cobrar de um profissional o seu melhor desempenho se ele não tem condições mínimas para exercer suas funções?É isso que o governo tem feito,tem cobrado dos professores um avanço na educação sem ao menos lhes dar condições para que isso aconteça.É digna a luta dos profissionais da área da educação e torço para que alcancem seus objetivos,afinal todos nós sairemos ganhando dessa luta.



Postado por Aluna 3ºano no blog

Anônimo disse...

Sinceramente, acho que teremos que discutir o piso para os professores, pois as outras categorias nunca lutaram por nada, nunca fizeram greves e até foram contra em todas elas, então que se discuta o piso dos PROFESSORES. Na minha escola os serviçais e secretaria sempre lutaram contra o movimento de greve. Então vamos resolver o nosso problema primeiro, e depois eles que fazem greve para resolver o deles.

Anônimo disse...

Acho um absurdo educadores postarem comentários que defendem a desunião maior de uma classe já tão desunida!O piso tem que ser para todos !Desde o início o sindicato defendeu isso.Sou ATB e por isso não sou educadora?Voltei para o VB,mas antes me informei no Sindicato,e a orientação que recebi é que o piso seria para todos!Agora os professores só olhando pro seu umbigo!É revoltante!E ainda dizem que são EDUCADORES!Beatriz não abandone os ATBs assim á própria sorte...O sindicato é para todos!

Anônimo disse...

Colegas, tudo que o governo não quer é aparecer com uma tabela onde as pessoas possam comparar os salários. Inclusive quando uma tabela oficial aparecer, preparem-se para a chiadeira de quem ficou no subsídio! Piso já!

Anônimo disse...

É um absurdo não repassarem as verbas do IPSEMG! Pessoas precisando de atendimento médi e o estado não mostra nenhum comprometimento, e só fica enrrolando para resolver uma questão de saúde dos seus servidores e agregados! Pouco caso e pouca vergonha! Para onde vai o dinheiro que está sendo descontado e pra onde irá oque ainda será descontado em atraso?

Anônimo disse...

Beatriz, é lamentável a situação dos professores...minha querida, é incrível como o post do colega acima é verdadeiro, vejo nos rostinhos dos colegas mais velhos , a tristeza, o descaso dos nossos políticos e sociedade com o professor bem estampado...o que vejo são pessoas que lutaram uma vida inteira para ajudar a construir cidadãos pensantes,seres capazes de transformar este mundo capitalista tão injusto...e só vejo tristeza e discompensação psíquica e física de tanto lutar e sofrer em uma das mais belas e dígnas profissões que existe...vejo meus colegas mais velhos tristes e doentes no final de carrerira, se entupindo de remédios antidepressivos, calmantes...meu Deus, o que está havendo???? Onde iremos chegar??? Onde está a solução??? Eu pensava que estava na Educação..mas até quando iremos nos sacrificar a este ponto??? Nos privando do básico??? Você...como anda o seu emocional depois de toda essa luta? Fico imaginando e me vem uma revolta tão grande diante de tanto descaso de todos!! Eu digo todos sim!!!...os colegas que não foram fortes o suficientes para lutar junto...a sociedade que nos vira as costas, os programas de TV que pedi ajuda a todos...Onde nosso país vai parar assim? Que espécie de Educação teremos com tanta desvalorização??? Até quando teremos políticos engajados em lutar contra a Educação para continuar esta cegueira coletiva da sociedade???Porque ninguem faz nada??? Desculpe o desabafo e Deus a abençoe!!
Carla do Abílio - GV

Westerley disse...

Cláudio Vítor Oliveira__ Aluno do 3ºAno do Estadual Central BH MG.

Ficamos indignados ao depararmos com a situação dos profissionais da educação no Brasil, onde estes dedicam seus conhecimentos em prol da aprendizagem de jovens e adolecescentes, e em troca recebem salários vergonhosos, reconhecimento zero, tendo curso superior, se preparam para ensinar, mas ao se defrontarem com a realidade numa sala de aula e com o salário seus ideais se desmoronam.
Quanto ao tempo do professor, não lhe sobra nenhum. Precisa trabalhar em várias instituições para garantir um salário justo.
Com isso podemos prever um futuro catastrófico para nosso país, onde a educação está em últimos planos, ou se estiver em algum plano.

Anônimo disse...

Juscilene 3 ano deixou um novo comentário sobre a sua postagem "UMA REFLEXÃO NECESSÁRIA SOBRE A PROFISSÃO DOCENTE....":

Os nossos professores têm direito a liberdade de expressão,de fazer manifestações,e eu não apenas concordo com a greve de sua insatisfação,pois todo o poder emana do povo;e considerando este fato,posso dizer ESTOU COM OS PROFESSORES!!! Pois o governo muitas vezes desvaloriza diretamente e indiretamente,os professores são agredidos no seu dia a dia através de alunos qe não tão nem ai com os estudos,sofrem riscos de agreções de alunos, merecem um salário digno como todas as profissões

Anônimo disse...

O professor é o pilar funametamental para a construção de um país sem ignorância. Mas o problema está na ignorância já instaurada e a manipulação dos meios de comunicação que não deixa a população enxergar e refletir o que está acontecendo a sua volta.
O professor é que torna o ser humano mais crítico para poder refletir sobre tudo. Ou seja quanto mais crítica a população menor será a manipulação e maior será a responsabilidade.
Como as pessoas estão acomodadas elas não fazem questão de carregar o fardo das responsabilidade social e acabam se mantendo na inércia social.
O ser humano se auto-coisifica fazendo com que se torne uma peça substituível no xadrez dos poderosos!

Israel Chaves - Gestor Financeiro

Anônimo disse...

Estimular homens e mulheres à profissão é apenas um passo, já que, para efetiva transformação no quadro caótico da educação, os professores devem ser respeitados e valorizados, (há muito tempo ser professor não esta nos sonhos daqueles que aspiram uma vida profissional de qualidade, digna) infelizmente com o sucateamento da educação decorrente da “democratização do ensino” que era de qualidade para uns poucos e passou a ser medíocre para todos, os professores perderam sua identidade, são desvalorizados, e para sobreviver se sujeitam a um trabalho quase escravo com jornadas exaustivas. Enquanto o importante for os números de alunos matriculados e não a qualidade de ensino, fruto da política que atua para “inglês ver” infelizmente nossa educação será assim, só aparência. E não na verdade a valorização e o respeito digno que os professores merecem.
Obrigado.

Anônimo disse...

Os professores tem que fazer cada vez mais greves, aumentar cada vez mais a luta ! Só assim ele vai ser respeitado e ter a dignidade que lhe merece. Esses pontos foram fundamentais para o meu entendimento sobre como é a vida de um professor, carreira essa que eu ainda sonho em exercer !

23 de outubro de 2011 21:26

Anônimo disse...

DECEPÇÃO

É esse sentimento que sinto.

TRISTEZA

É esse sentimento que corta o meu coração.

Com certaza, se essa divisão de opiniões (e da categoria) continuar, PERDEREMOS TODAS AS CONQUISTAS E TUDO DE BOM QUE JÁ CONSEGUIMOS ATÉ HOJE.

Jorge Pinto - Barão de Cocais

Anônimo disse...

Beatriz na Educação apenas os Professores é que lutam por seus direitos, temos que separar e cami nhar sozinhos, ou seja já estávamos sozinhos. É muitas carreiras para uma briga só. vamos brigar primeiro pela nossa e depois eles que se entendam sozinhos. isto vai ser bom, eles (ATB, ASB etc..)são oportunistas. Beatriz não se desgasta, quase todos os professores pensam igual e estão loucos para separar as carreiras. Montes Claros-MG

Anônimo disse...

Bia/Colegas
O Piso é pra todas as carreiras. Fiz 112 dias de greve na Escola e na SRE Leopoldina. Estão equivocados aqueles que escreveram que administrativo não fizeram greve. Não vamos aceitar esta nova tantativa de nos dividir.
Quanto a prorrogação, penso que ao pedirmos isso estamos de certa forma "colaborando" com o governo que esta enrolando de propósito, pois na verdade quer deixar passar a data de 31/10. Todos já estão suficientemente esclarecidos. No projeto de lei já esta previsto prazo de nova reopção. Devemos solicitar que isto seja mantido e que a mão seja dupla. Tanto pra sair do subsídio e vir para o piso ou pra quem quizer sair do Piso e voltar pro subsídio. Eu não volto de forma nenhuma, estou no piso ganhando menos, passando aperto hoje pra lá na frente ser recompensado. E não vou abrir mão de nada. Quero cobrar na justiça os atrasados.
abraços e vamos firmes.
Credenciados do IPSEMG pararam de atender alegando falta de pagamento.Este governo não paga ninguém. Uma CPI do IPSEMG já foi pedida mas nada dos deputados que apoiam este governo aprovarem. Será por que ???
Sidilúcio Senra
Leopoldina

Anônimo disse...

Beatriz



,

aceita negociar o piso para professores e especialistas. Nós sempre carregamos todo o peso e desgaste de uma greve. Nunca, em 24 anos de magistério vi mais alguém nos apoiar. Ao contrário. O pessoal dos outros setores sempre lutam contra nós, covardemente. Eu sempre me lembro com muita tristeza, da forma grosseira com fui tratada todas as vezes que precisei de alguma coisa numa dessas superintendências. Professor, lá, salvo muito poucos, é tratado como cachorro. Por que tenho que lutar tanto por alguém que não merece?
Por favor, pensa nos professores que estarão repondo greve até março, sem descanso, enquanto esse pessoal estará curtinho belas férias e ainda aguardando aumento salarial às nossas custas.

Anônimo disse...

Gostaria de fazer uma observação. Alguém sabe por que a classe da educação não consegue nada com a facilidade das outras classes? Eu vou explicar. FALTA DE UNIÃO. Cada um está preocupado com o seu próprio umbigo. Se o pessoal de secretaria e serviços gerais não entram em greve é por que os próprios educadores esquecem que nós também fazemos parte da educação, só que ganhamos bem menos que eles e não podemos ter 2 cargos. Se a classe preocupasse com o descaso geral do Governo com a Educação ao invés de se preocupar em dividi-lá quem sabe teríamos mais força que agora.
Nós ATB's e ASB'S merecemos o mesmo respeito que os professores. Pensem nisso...

Anônimo disse...

Euler / Beatriz Cerqueira,
Boa Tarde!
Senti necessidade de desabafar e não consegui vislumbrar alguém que pudesse me ouvir e entender. Como estamos vivendo situações parecidas, pois também me considero do NDG, (participei ativamente dos 112 dias da nossa gloriosa greve, inclusive furando, durante a greve, o cerco de proteção militar ao governador e em pleno discurso do déspota o interrompi exigindo respeito aos professores, deixando-o em situação deverasmente constrangedora, além de participar de todos os outros atos em Belo Horizonte e Montes Claros em defesa da nossa categoria e da nossa luta pelo Piso) encontrei em ti a pessoa que vai me ouvir. Espero não tomar muito o seu tempo.
Hoje, na Escola onde trabalho, fui informado pelo Diretor que a Inspetora de Ensino estava na Escola aguardando para falar comigo. Fui ao encontro da mesma, na sala do Diretor. Um tanto constrangida, a Inspetora me disse que estava ali para apurar uma denúncia contra mim e me expôs a denúncia. Ela disse que a denúncia foi feita através do disque educação, um telefone da Secretaria de Educação criado para ouvir denúncia de populares. Não pude sair com a denúncia, mas a mesma era mais ou menos nestes termos: O professor denunciado havia falado “que o sindicato estava correndo atrás e os professores substitutos seriam dispensados logo. Que o professor chegou na sala discutiu com os alunos e os alunos são pressionados pelo professor. Averigue.” A inspetora me disse que era uma denúncia anônima, feita, como disse, pelo telefone aos moldes do disque denúncia da polícia militar que não sabia quem estava denunciando e me pediu que eu falasse sobre aquilo, me defendesse, por escrito ali naquele papel que continha a denúncia.
Fiquei estupefato. Estou sendo denunciado de quê? O que é que eu fiz? Eu estaria pressionando o ou os alunos a quê? Por quê? Pressionar alguém subentende uma ameaça. Eu estaria ou cheguei a ameaçar meus alunos?
Falei à inspetora que jamais pressionei nenhum aluno e que tenho uma postura altamente democrática e amical com eles. E que denúncia é esta que não expõe os fatos claramente, que não indica o que teria ocorrido de verdade, onde foi, quando?
Neguei-me peremptoriamente a expor defesa escrita, até por que não sabia de que realmente estava me denunciando, mas a inspetora me dissera que iria relatar a nossa conversa o que eu não questionei. Apenas não iria me defender do que não sei. Pedi uma cópia da denúncia – que me foi negada - até mesmo para mostrar aos colegas que tipo de denúncias estão sendo apuradas pela Inspetoria de Ensino de Minas Gerais.
Cheguei em casa chateadíssimo. Acho que a Secretaria de Ensino de Minas Gerais está buscando formas de constranger, intimidar ou até mesmo prejudicar os grevistas. Estou te repassando isso Euler porque sei que em minha cidade outros professores tiveram de responder a denúncias parecidas. Acho que são resquícios da DITADURA, que tentam sobreviver em Minas Gerais. Não se pode mais ter posicionamento nem opinião.
Se for de interesse do Blog, pode fazer uso do meu texto e informações, apenas peço que não exponha o meu nome para evitar possíveis retaliações.

Anônimo disse...

Gostaria de dizer a nobre companheira de muitas lutas em favor de nossa categoria,que não entendo o posicionamento do sindicato na questão da prorrogação da opção pelo subsídio ou carreira antiga.Acontece que o posicionamento inicial do SINDUTE-MG foi pela volta a carreira antiga,e,dentro desse contexto não cabe ao sindicato decidir sem consultar os filiados sob a prorrogação do prazo de 31/10/2011. Tal atitude só reforça a ideia de que há um certo desejo de empurrar com a "barriga" para o ano que vem a decisão que já tinhamos tomado.Não dá mais para esperar a implantação do piso por mais tempo.Há de se ater aos valores do novo salário mínimo que será de mais de 600 reais, já a partir de janeiro de 2011.E o nosso piso vai ficando massacrado pela nossa incompetência e comodidade.Porque não entrar com uma nova ação no STF para exigir o cumprimento da lei? ACORDA SINDUTE-MG!!!!!!!!!!!

Anônimo disse...

Aluno Estadual Central! deixou um novo comentário sobre a sua postagem "SOBRE O PROBLEMA DOS "SUSBSTITUTOS" NAS ESCOLAS DE...":

Realmente o que fazem da educacao no Brasil e uma falta de respeito tanto ao professor como para o aluno, tive greve durante um mes esse ano, o que foi extremamente prejudicial para a preparacao para o ENEM, mas compreendo a causa!
Concordo tambem sobre os substitutos que ainda vao a escola para ficar atoa e receber, enquanto voces lutam.
Uma atitude mercenaria para quem se diz educador!

Westerley disse...

Aluno Estadual Central! deixou um novo comentário sobre a sua postagem "SOBRE O PROBLEMA DOS "SUSBSTITUTOS" NAS ESCOLAS DE...":

Realmente o que fazem da educacao no Brasil e uma falta de respeito tanto ao professor como para o aluno, tive greve durante um mes esse ano, o que foi extremamente prejudicial para a preparacao para o ENEM, mas compreendo a causa!
Concordo tambem sobre os substitutos que ainda vao a escola para ficar atoa e receber, enquanto voces lutam.
Uma atitude mercenaria para quem se diz educador!

Westerley disse...

Aluno Estadual Central! deixou um novo comentário sobre a sua postagem "SOBRE O PROBLEMA DOS "SUSBSTITUTOS" NAS ESCOLAS DE...":

Realmente o que fazem da educacao no Brasil e uma falta de respeito tanto ao professor como para o aluno, tive greve durante um mes esse ano, o que foi extremamente prejudicial para a preparacao para o ENEM, mas compreendo a causa!
Concordo tambem sobre os substitutos que ainda vao a escola para ficar atoa e receber, enquanto voces lutam.
Uma atitude mercenaria para quem se diz educador!

Westerley disse...

Aluno Estadual Central! deixou um novo comentário sobre a sua postagem "SOBRE O PROBLEMA DOS "SUSBSTITUTOS" NAS ESCOLAS DE...":

Realmente o que fazem da educacao no Brasil e uma falta de respeito tanto ao professor como para o aluno, tive greve durante um mes esse ano, o que foi extremamente prejudicial para a preparacao para o ENEM, mas compreendo a causa!
Concordo tambem sobre os substitutos que ainda vao a escola para ficar atoa e receber, enquanto voces lutam.
Uma atitude mercenaria para quem se diz educador!

Westerley disse...

Aluno Estadual Central! Realmente o que fazem da educacao no Brasil e uma falta de respeito tanto ao professor como para o aluno, tive greve durante um mes esse ano, o que foi extremamente prejudicial para a preparacao para o ENEM, mas compreendo a causa!
Concordo tambem sobre os substitutos que ainda vao a escola para ficar atoa e receber, enquanto voces lutam.
Uma atitude mercenaria para quem se diz educador!

Anônimo disse...

Cara Bia,

Respeitamos as demais categorias, mas diante do impasse do governo não seria viável aceitar a proposta, e em outro momento em que a categoria estiver mais fortalecida insistirmos em lutar pelos que nao foram contemplados pelo piso? Tememos que caso a negociaçao desejada nao ocorra e uma nova greve se estabeleça a maioria, principalmente do interior não
aderir e a capital nao der conta de sustentar o movimento deixando o Sindicato desacreditado.

João Paulo Ferreira de Assis disse...

Prezados colegas professores

Não é hora de culpar os ATB e ASB. Vamos ter em conta que cada escola tem uma realidade própria. E se em determinada escola os ATB e ASB não somaram forças conosco, em outras eles lutaram ao nosso lado desde o início. UMA CLASSE DESUNIDA NÃO CONSEGUE SEUS OBJETIVOS. LEMBREMO-NOS QUE O MOMENTO É DE UNIÃO. O GOVERNO VAI RIR MUITO SE NOS MOSTRARMOS DESUNIDOS.

Um exemplo que quero que vocês saibam é o de três empresas de ônibus que lutam na Justiça, duas contra uma, pois esta última fazia concorrência desleal às outras duas. Os patrões brigam, mas a consciência de classe dos empregados diz que eles não precisam ser inimigos dos seus colegas da outra empresa. Duas dessas empresas têm linhas de ônibus na Rodoviária de Carandaí, e eu, enquanto espero o ônibus dos estudantes, fico observando a camaradagem entre os colegas de uma e de outra empresa. Por que nós professores não podemos ter essa consciência de classe?

Anônimo disse...

Até quando os nosso governadores irão continuar dando as costa para a educação, a base para a vida? Será que a Copa é mais importante que educação? Eu como aluna do terceiro ano, no começo me senti prejudicada no, mas logo depois percebi que os professores estão Certissimos, tem que lutar por melhorias siim, pois trabalhar com essa miseria é realmente complicado. Minha mãe tambem é profossora, e sei que vocs não querem nada a mais do que previsto por lei. Parabéns a todos !
Ana Carolina
Estadual Central (104 M)

Anônimo disse...

Pagar dobrado aos substitutos no mês de outubro. Isso mesmo. Governo deve salários aos titulares das vagas e aos professores contratados no lugar de grevistas. Pergunta: De onde ele tirará recursos? Vive alegando que não tem recursos para piso, para prêmio de produtividade, etc. Essa secretária assinou atestado de ... Força, serenidade, perspipácia, coletividade, transparência a você, Bia, e às companheiras que também participam da mesa de negociação. Êita que vocês juntas representam a conquista de espaços pelas mulheres. Tô com salário reduzindo, mas tô aqui, torcendo por vocês e, claro, por nós. Tô enviando boas energias. Afinal, nesta mesa, do outro lado, só tem energia do m...! Vamos ver se o govverno do malvado leva proposta de tabelas na próxima reunião.

Abs,
Eurides

Beatriz Cerqueira disse...

Prezado Colega de Montes Claros,
a situação que relatou não pode ficar apenas no desabafo. O que aconteceu não tem amparo nem pode ser encarado como procedimento normal. Sugiro que procure a coordenadora da subsede de Montes Claros Claret ou os diretores estaduais Donizete ou Nauseny para tomarmos as providências cabíveis.
Atenciosamente,
Beatriz

Anônimo disse...

Volto a sugerir que façamos 01 dia de paralisação toda semana, até o governo concluir as negociações que andam a passos lentos...

SERIA UMA BOA OPORTUNIDADE PARA OS ESPECIALISTAS, OS ATB'S, OS ASG, OS ANE E AQUELES PROF QUE FICARAM NA ESCOLA, VIREM LUTAR COM A GENTE.

VAMOS JUNTAR AS NOSSAS FORÇAS PRA DERRUBAR ESSE GOVERNO DAS TREVAS...

Joseane disse...

Nas carreiras do SUBSÍDIO, o governo de MG, considera as 8 carreiras, PORTANTO, para o PISO FEDERAL ele também tem que considerar as 8 CARREIRAS. Coerência, justiça e prudência.
O sindicato tem que questionar isso.

Anônimo disse...

Será precisa muito insistência para conseguir o piso salarial, mas não se pode desistir, com insistência conseguiremos que a lei seja cumprida

tom disse...

"Governo Anastasia: um anestésico para uma educação de qualidade."

Anônimo disse...

Maria: Ubá
Não consegui marca consulta com o urulogista pelo IPSEMG, sendo que preciso fazer acompanhamento períodico.Por motivo de redução de cotas de consultas.